Imago Mortis: Entrevista com o vocalista Alex Voorhees

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renan Caíque
Enviar correções  |  Ver Acessos

A banda Imago Mortis nasceu no início de 1995. Com o passar do tempo, lançaram vários álbuns, e com um estilo único que vagueia por várias vertentes do Rock e do Metal, sobretudo o Doom Metal, tornaram-se lendas do Metal nacional, influenciando um número enorme de bandas tanto do Brasil quanto de fora do país. Conversei com o vocalista, Alex Voorhees, que falou um pouco sobre a sua voz, sobre o Imago Mortis, o seu início na música, seus outros projetos musicais, e muito mais:

Elvis Presley: De que ele morreu?MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Olá, Alex. Primeiramente muito obrigado pela gentileza em ter aceitado fazer esta entrevista. Gostaria de começar te perguntando sobre a sua voz. Você canta desde quando? Já teve aulas de canto?

Eu canto desde o final dos anos 80, comecei cantando em português em bandas seminais da minha região, Gravataí. Depois parti para sonoridades mais extremas e passei a cantar mais em inglês. Fui evoluindo gradativamente e ainda continuo me esforçando para melhorar. Tive poucas aulas, noções de respiração, alimentação, cuidados com a garganta mas a maior parte do tempo fui autodidata.

E que dica você daria para aspirantes a vocalistas de Metal que estão começando agora?

Eu sempre digo que as pessoas tem que fazer aquilo que acreditam e perseguir o sonho delas. Se você acha que tem talento e vocação, vá em frente, respeitando todo mundo e ouvindo principalmente, os caras que estão na estrada há mais tempo. Essa galera é legal pois já começou um dia e sabem do trampo que é ter banda e carreira musical dentro do metal. Leve a sério e tente ao mesmo tempo se divertir com isso. A vida é muito curta, viva ela fazendo o que você mais gosta.

E, voltando um pouco no tempo, como surgiu seu interesse por música, e como foi seu início em relação ao Metal?

Eu comecei mesmo como DJ, sempre gostei de música, não só metal. Mas eu descobri o som pesado ainda nos anos 80 na época do Rock in Rio I e fui inspirado por bandas como Kiss, Iron Maiden, Venom, Motorhead, Black Sabbath, Dio e cantarolando empolgado junto com os discos, percebi que poderia cantar. Procurei bandas de metal na região e aqui estou.

Quais são as suas bandas preferidas e maiores influências musicais?

Eu gosto de muita coisa, poderia fazer uma lista com 100 artistas.
Acredito que tudo seja influência, tanto pro bem quanto pro mal, tem coisa que você não gosta e sabe exatamente que não é para fazer e também tem coisas que você ama e acaba sendo influenciado no seu subconsciente. Vai para a psiquê. Neste sentido posso tanto ter influência de uma batida de samba quanto um death metal mais brutal mas eu sempre procuro algo único e diferente e acredito que eu tenha conseguido criar um som característico que mescla mais ou menos de tudo do metal.

O que você acha do cenário metálico mundial atualmente?

Eu gosto bastante de muita coisa que eu escuto. Até que eu acompanho. Sou fã do Gojira, banda francesa, adoro Opeth, apesar que eles estão caminhando para um lado mais progressivo, gosto do Fleshgod Apocalypse, curti o último trabalho do Behemoth, ouço até mesmo black metal depressivo como Gris ou o folk metal épico do Summoning... nacional eu destaco atualmente o Unearthly, que estão arrasando com um metal extremo de alto nível. Não poderia deixar de mencionar o Ghost, que é uma banda bem divertida e caricata além do Mastodon.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há alguma(s) banda(s) brasileira(s) da atualidade que você poderia citar que gosta e recomenda?

Eu falei anteriormente do Uneartlhy, na resposta anterior portanto eu vou indicar uma banda que eu tenho acompanhado e gostado bastante pela identidade que é o Arandu Arakuaa... bandas não tão novas mas que estão fazendo um trabalho legal são: Gangrena Gasosa e o Metalmorphose, com um come-back impressionante e produtivo. Isso me deixa feliz de ver, caras dos anos 80 com a mesma empolgação de antes.

Fale sobre o concurso do ArtistSignal e como os internautas podem votar.

ArtistSignal é um concurso onde mais de 4,000 artistas do mundo todo concorrem a um prêmio mensal de 10,000 dólares em um sistema de votação online. Você deve fazer login usando sua conta do facebook e pode votar no mesmo artista de hora em hora. O artista mais votado do mês recebe o prêmio sendo que o mesmo só pode ganhar uma vez, depois ele se torna um ex-vencedor e apenas ganha uma pequena quantia em dinheiro, todo o mês, de acordo com sua votação. Estou em segundo lugar este mês e, se eu não vencer, tentarei novamente em Dezembro. Eu serei o primeiro artista do gênero Heavy Metal a vencer o concurso.

Como você define o estilo musical do Imago Mortis? E por quê?

O Imago Mortis desde o começo se intitulou Heavy. Doom. Filosofia. A filosofia e os pensadores sempre foram motivo de inspiração para as letras da banda. A banda tradicionalmente carrega temas lentos e melancólicos nas suas canções, são músicas dramáticas porém com uma pegada mais heavy, podendo chegar a extremos como death brutal. Eu gosto de manter a base musical da banda fazendo pequenas adições aqui e ali, sempre preservando a essência do melhor que a banda já criou até hoje. Imago Mortis é uma banda única, tem cara própria.

E hoje, como você está em relação à música? Algum projeto além do Imago Mortis?

Sim, eu tenho me dedicado bastante à produção musical de duas maneiras. Eu gosto de compor, fazer arranjos e elaborar músicas, para outros artistas. As minhas principais clientes eu posso citar a Julia Crystal e a cantora holandesa Ivana Raymonda. Trabalho com programação, crio os arranjos usando sequenciamento midi e adição de instrumentos reais para dar um tempero eletro-acústico. Tenho me divertido demais com isso e aprendido bastante. Também gosto de timbrar, gravar, mixar e masterizar trabalhos de outras bandas em meu Home Studio. O resultado tem ficado interessante, sugiro as pessoas procurarem a banda de Doom "Labore Lunae", por exemplo, a banda carioca Tayo ou simplesmente visitar meu perfil no Soundcloud. Esse é o meu trabalho como produtor musical e compositor/arranjador. Meu trabalho como ARTISTA, além do Imago Mortis eu estou trabalhando minha carreira solo e pretendo lançar em 2016 um novo álbum intitulado "Brazilian Metalhead". Este será um trabalho que visa homenagear o metal nacional e como característica principal eu destaco a mistura do seminal com o moderno, geralmente mais extremo e sem a carga emocional do Imago Mortis, por exemplo ao mesmo tempo sem desprezar a melodia e passagens bem construídas quando necessário. Mas o foco é a destruição. rs

Muito obrigado, Alex. Para finalizar, deixe uma mensagem aos fãs do seu trabalho.

Eu agradeço demais a todo o apoio que venho recebendo das pessoas ao longo dos anos, não só da comunidade metal quanto dos artistas de um modo geral, eu sou muito grato e principalmente a você, leitor e você, Renan pela força em divulgar o trabalho de artistas independentes, que deveriam receber ainda mais valor e apoio do público de um modo geral. Abraços a todos!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Imago Mortis"


Chico Buarque: a música que virou a cabeça do Rock NacionalChico Buarque
A música que virou a cabeça do Rock Nacional


Elvis Presley: De que ele morreu?Elvis Presley
De que ele morreu?

MTV: experts indicam as maiores bandas de Heavy MetalMTV
Experts indicam as maiores bandas de Heavy Metal


Sobre Renan Caíque

Reside em Teófilo Otoni/MG, acadêmico na UFVJM, escritor, vegetariano. Apaixonado por Hard Rock e Heavy Metal. Página no face: www.facebook.com/lira.tempest.

Mais matérias de Renan Caíque no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280