Blaze Bayley: "sou orgulhoso do meu tempo no Iron Maiden"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vicente Reckziegel, Fonte: Witheverytearadream
Enviar correções  |  Comentários  | 

Foi em 1993 que realmente comecei a conhecer mais a fundo o trabalho do Iron Maiden, durante o lançamento do A Real Live One e A Real Dead One, que marcavam também a despedida de Bruce Dickinson da banda. Depois disso conheci todos os discos anteriores, comprando-os (ou pegando emprestado) e tornei-me um apaixonado pela banda. Mas o disco que realmente trazia expectativa era The X-Factor, onde pela primeira vez eu vivenciava a espera por um disco inédito, e que ainda trazia a estréia do novo vocalista, Blaze Bayley. E confesso que não me decepcionei nem um pouco, pois curti (e na verdade, ainda curto) as grandes músicas que o álbum de 1995 trazia. A banda com Blaze não teve vida longa, tendo durado apenas mais um álbum, o criticado Virtual XI, mas mesmo assim deixou sua marca na história do Maiden. Depois o vocalista seguiu sua carreira solo, onde visivelmente sentiu-se mais feliz, e mesmo com altos e baixos, tanto na música quanto na vida pessoal, ele continua até hoje a lançar discos e fazer grandes turnês. Como essa que estará passando pelo Brasil em Janeiro. E nessa entrevista realizada, Blaze Bayley fala justamente sobre estes shows, sua carreira e sobre a época no Iron Maiden. Confiram o que ele tem a dizer...

781 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosCretin: transexual rompe barreiras no metal extremo

Vicente - Nos últimos anos, você criou um vinculo muito grande com o Brasil, fazendo grandes shows. Qual é a sua melhor recordação destes shows aqui?

Blaze Bayley - Tenho ótimas lembranças de tantos shows no Brasil. Uma das coisas que eu realmente gosto é que tenho ido a lugares que a grande maioria dos artistas não vão. Um concerto que fizemos foi nas proximidades da Amazônia, em Rio Branco. Esse foi muito especial.

Vicente - O que você espera destes novos shows aqui em Janeiro?

Blaze Bayley - Eu não sei o que esperar. Estou esperando o melhor, será realmente diferente, e eu gosto muito disso. A pequena turnê que eu fiz no Reino Unido no ano passado foi muito boa e eu fiquei surpreso com as boas reações. Thomas e Anne são dois grandes talentos, por isso vai ser muito bom trabalhar com os dois.

Vicente - E o que os fãs daqui podem esperar de Blaze Bayley?

Blaze Bayley - Eu vou fazer o melhor que eu posso para trazer essas canções à vida e fazer as pessoas sentirem como se fosse a primeira vez que elas já as escutaram.

Vicente - Para você, quais são as músicas que nunca podem estar fora da lista de seus shows? Quais são as novas músicas que certamente entrarão no set list?

Blaze Bayley – “Russian Holiday” estará no novo setlist. É sempre muito difícil deixar de fora “Man on the Edge”.

Vicente - Você lançou este ano "The King of Metal". Como foi a gravação e as composições deste álbum?

Blaze Bayley - Eu fiz a maior parte das composições com Thomas Zwijsen. Eu queria fazer algo muito simples e direto. Diferente do que eu fiz anteriormente. É um tipo diferente de álbum que se espera do Blaze Bayley, estou muito orgulhoso dele.

Vicente - E a reação dos fãs foi como você esperava?

Blaze Bayley - Todo mundo que eu tenho falado diz que realmente gostou do álbum, então estou muito satisfeito.

Vicente - Qual é a razão do título?

Blaze Bayley - Os fãs são o rei do metal, eu queria dedicar o álbum para os fãs que me apoiaram e que tornaram possível para que eu pudesse fazer isso.

Vicente - Qual é a maior diferença entre o "The King of Metal” para os seus demais álbuns?

Blaze Bayley - É um álbum extremamente simples e direto. Eu não queria fazer arranjos grandiosos e complicados. Eu queria mostrar aos fãs diretamente a mensagem de tentar levantar-se depois de ter sido derrubado.

Vicente - Eu sei que você respondeu este tipo de perguntas tantas vezes, mas como é que você vê hoje em dia a sua trajetória no Iron Maiden?

Blaze Bayley - Sou muito orgulhoso de todo o tempo que passei no Iron Maiden. Um grande número de pessoas me conheceram daquela época e foi um grande momento na minha vida.

Vicente - Qual é a sua melhor e a pior lembrança da época?

Blaze Bayley - O pior foi estar longe de casa por tanto tempo, e com certeza a melhor foi poder fazer tantos shows em um ano.

Vicente - E a sua música favorita em "The X-Factor" e "Virtual XI"?

Blaze Bayley – Bom, no X-Factor é Sign of the Cross, e no Virtual XI foi Como Estais Amigos.

Vicente - Quando você começou na música, quais foram as suas maiores influências, que te inspiraram a ser um músico profissional?

Blaze Bayley - Ronnie James Dio, Bon Scott, Angus Young

Vicente - Em poucas palavras, o que você acha sobre esses vocalistas:

Robert Plant: Lenda

Rob Halford: O Deus do Metal

Bruce Dickinson: Gigante

Dio: O Todo Poderoso

Ozzy Osbourne: O perturbado

Vicente - Por fim, deixe uma mensagem para todos os brasileiros que curtem o som e a carreira do Blaze Bayley

Blaze Bayley - Muito obrigado pelo seu apoio, espero que gostem do meu novo disco. Russian Holiday (EP acústico que estará sendo lançado no inicio de 2013) e espero vê-los em um dos meus shows em janeiro.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 22 de dezembro de 2012

Iron MaidenIron Maiden
Show do Ghost é melhor, diz reportagem

781 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa465 acessosIron Maiden: Iron Maiden Ex Libris aborda as letras da donzela428 acessosThunderstick: ex-batera do Samson e Iron Maiden lançará novo disco0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Os vocalistas que ele respeita e admira

MetalMetal
Você acredita na "lenda do terceiro álbum"? - Parte 1

Blaze BayleyBlaze Bayley
"Não podia perder a chance de ser o vocalista do Maiden!"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Blaze Bayley"0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

CretinCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

VocalistasVocalistas
Três grandes erros na história de três grandes bandas

HistóricasHistóricas
Fotos de encontros inusitados entre rockstars

5000 acessosMetallica: Jason explica o baixo apagado de And Justice For All5000 acessosLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"5000 acessosOzzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separação4229 acessosMetallica: Lars conta que o "Kill' Em All" influenciou novo álbum5000 acessosIron Maiden: Bruce não quer mais cantar Hallowed Be Thy Name?5000 acessosLoudwire: as capas de Heavy Metal mais assustadoras

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online