Charlie Benante: "parecemos o Anthrax de 1987"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lucas Pereira de Carvalho, Fonte: Uweekly.com, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Steven Patrick, do site Uweekly.com, recentemente entrevistou o baterista do ANTHRAX Charlie Benante. Alguns trechos da conversa estão abaixo:

Slayer: "Não sei improvisar", diz Kerry KingNicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uweekly.com: Então Charlie, quando, exatamente, o processo de gravação do próximo álbum, o Worship Music, se completará?

Charlie: [risadas] Hm, eu não sei. Não posso dar uma data ou resposta exata. Tudo que posso dizer é que estamos trabalhando nele pela estrada e devemos lançar no ano que vem - provavelmente no verão ou primavera (data norte-americana que corresponde a, aproximadamente, os meses entre março e setembro)

Uweekly.com: As músicas estão totalmente diferentes, agora que Joey (Belladonna) está de volta ao vocal?

Charlie: Está mudando totalmente. Joey já fez o vocal em uma demo e parece totalmente como... "Spreading the Disease" ou "Persistence". Por volta dessa época.

Uweekly.com: Como vocês conseguiram impedir o que foi gravado do "Worship Music" com o ex-vocalista Dan Nelson de vazar na internet?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Charlie: Porque eu fui esperto. Desde quando um jornalista da Europa pediu: "Nós queremos. Nos mande as faixas". Eu disse "Absolutamente não". Noventa e cinco por cento dos "vazamentos" vêm da Europa, e se um jornalista o tem, ele o colocará na internet. Então Scott (Ian) foi pessoalmente à Europa e tocou para todos, individualmente e algumas vezes em grupos. Então ninguém pegou uma cópia.

Uweekly.com: Você acha que toda a coisa de rap/metal que vocês fizeram com o Public Enemy nos anos 80 e no ínicio dos 90 ofuscaram suas contribuições ao Thrash Metal de alguma forma?

Charlie: Não, nós somos considerados um dos "Big Four" e toda aquela coisa foi embora... Então, nós somos uma banda de Metal. Nós sempre dizíamos que éramos uma banda de Metal. Começamos como uma banda de Metal. Se nós quizéssemos continuar com o gênero rap/metal, então o "Sound of White Noise" seria um disco totalmente diferente. Mas, como você pode ver, nós não queríamos isso.

Uweekly.com: Então o quão diferente estão as coisas com Joey comparado à turnê de reunião em 2005?

Charlie: Para mim, a turnê de reunião não foi feita de uma maneira certa. Nós não tivemos a chance de nos conhecer novamente. Você está numa turnê e resolve os relacionamentos lá. No começo, estava tudo bem. Era como uma lua de mel, mas as coisas estranhas começaram a acontecer novamente. Eu não acho que estávamos mentalmente preparado para aquilo. A diferença entre aquilo e agora é que nós já estamos preparados. Agora parece o Anthrax de 1987, porque parece estar ficando mais fácil com Joey e as coisas estão se movendo mais rápido.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Anthrax"


Metal Heavy: 10 clássicos para entender o Thrash MetalMetal Heavy
10 clássicos para entender o Thrash Metal

Anthrax: jamais encoste na barbicha de Scott IanAnthrax
Jamais encoste na barbicha de Scott Ian


Slayer: Não sei improvisar, diz Kerry KingSlayer
"Não sei improvisar", diz Kerry King

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester


Sobre Lucas Pereira de Carvalho

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline