NIN: Trent Reznor comenta críticas a Chris Cornell

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Eye Weekly, Tradução
Enviar Correções  

Em uma nova entrevista ao site canadense Eye Weekly, o frontman do NINE INCH NAILS, Trent Reznor, foi perguntado sobre a sua briga no Twitter com Chris Cornell, onde Reznor disse o seguinte sobre o álbum "Scream" do ex-vocalsita do AUDIOSLAVE e SOUNDGARDEN: "Você sabe quando sente que alguém embaraça a si mesmo de tal maneira que você se sente desconfortável? Ouviu o novo álbum do Chris Cornell? Jesus!".

publicidade

"Eu realmente não tenho nada pessoal com Chris", disse Trent ao Eye Weekly. "O que eu disse no Twitter... vai mais profundamente do que pareceu em uma análise superficial. Nós estamos na Interscope Records, e eu tenho Jimmy Iovine, presidente da gravadora, vindo sempre para mim em todos os discos desde 'With Teeth' dizendo que eu deveria fazer algo mais moderno - foi Timbaland por um tempo, foi Pharrell por um tempo - pois 'é isso que vende discos agora'. A ideia pareceu tão absurda e insultosa".

publicidade

"Não estou dizendo sobre 'vamos lá fazer um disco com Dr. Dre', pois isso seria até legal. O que ele estava dizendo era sobre fazer seu disco soar como o que toca na rádio, quer seja apropriado ou não. E foi isso o que Chris fez. Acho que quando alguém é respeitado como ele é em sua carreira, ele envia a mensagem de que não há problema em abandonar qualquer tipo de valor fundamental que você tem para ser a moda do momento. Eu não acho que isso está OK, acho que isso é prejudicial. Se eu tiver que dar um vôo maior no mundo dos negócios da música, será tentando manter a arte em primeiro lugar e o comércio em segundo".

publicidade

Sobre a decisão de Reznor de aposentar o NINE INCH NAILS como uma banda de turnês, ele disse: "Entrei nisso pois eu senti que era algo a fazer, não algo para ficar rico e não é algo para ficar famoso. Mas no clima atual, há pessoas me cutucando para ir em frente: 'Ok, você fez algum dinheiro, vamos fazer mais dinheiro'. E você faz dinheiro em turnês. Mas eu acho que, enquanto um homem de 44 anos de idade, não é isso que eu realmente quero fazer todo o tempo. Não estou dizendo que eu não gosto de tocar shows, mas eu não quero precisar fazer isso por um ano, viver o mesmo dia sempre e sempre. Meu tempo seria muito melhor aproveitado se gasto criativamente ao invés de sentar em um ônibus de turnê porque é uma máquina de fazer dinheiro".

publicidade

Ele adicionou: "Eu não quero que o NINE INCH NAILS seja uma responsabilidade. Bem, ele é, eu acho. Ele é minha vida inteira. Mas eu não quero que ele seja algo que eu sinta como se fosse um emprego, ou uma obrigação que me pune. Não sinto que o NINE INCH NAILS está sem ideias, mas está começando a ficar confortável. E eu quero me jogar em algo em que eu me sinta desconfortável e arriscado e ver o que acontece".

publicidade

A entrevista completa pode ser vista, em inglês, no link abaixo.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinJethro Tull
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin

E-Farsas: Papa Francisco era fã do Black Sabbath?E-Farsas
Papa Francisco era fã do Black Sabbath?


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin