Matérias Mais Lidas

Raimundos: vão cancelar Renato Russo?, diz Digão ao postar vídeo com falas do cantorRaimundos: "vão cancelar Renato Russo?", diz Digão ao postar vídeo com falas do cantor

Humor: como seriam os nomes de alguns rockstars se eles fossem brasileirosHumor: como seriam os nomes de alguns rockstars se eles fossem brasileiros

W.A.S.P.: a condição imposta por Blackie Lawless para entrada de Aquiles PriesterW.A.S.P.: a condição imposta por Blackie Lawless para entrada de Aquiles Priester

Mötley Crüe: John Corabi sente-se insultado pela forma que foi retratado em The DirtMötley Crüe: John Corabi sente-se insultado pela forma que foi retratado em "The Dirt"

Brian May: após quase ser cancelado, guitarrista pede desculpas por comentáriosBrian May: após quase ser cancelado, guitarrista pede desculpas por comentários

Queensryche: vocalista não esconde mais seus cigarros e não liga para os críticosQueensryche: vocalista não esconde mais seus cigarros e não liga para os críticos

Exodus: Gary Holt assustou profissional da saúde ao mostrar o que faz no palcoExodus: Gary Holt assustou profissional da saúde ao mostrar o que faz no palco

Thiago Castanho: pede pra ele tocar guitarra e cantar, diz sobre filho de ChorãoThiago Castanho: "pede pra ele tocar guitarra e cantar", diz sobre filho de Chorão

Angra: por que Fabio Lione não consegue mais escutar power metalAngra: por que Fabio Lione não consegue mais escutar power metal

Celtic Frost: Tom Warrior elogia integrante de banda brasileira; admiro imensamenteCeltic Frost: Tom Warrior elogia integrante de banda brasileira; "admiro imensamente"

Deep Purple: em 2004, Steve Morse gravou covers de Ozzy e arrumou dor de cabeçaDeep Purple: em 2004, Steve Morse gravou covers de Ozzy e arrumou dor de cabeça

Angra: Kiko Loureiro diz quais álbuns lançados pela banda são os seus favoritosAngra: Kiko Loureiro diz quais álbuns lançados pela banda são os seus favoritos

Rock in Rio 2022: Guns N' Roses e Maneskin são confirmados oficialmente no festivalRock in Rio 2022: Guns N' Roses e Maneskin são confirmados oficialmente no festival

Slash: o álbum clássico que fez ele mudar do baixo pra guitarraSlash: o álbum clássico que fez ele mudar do baixo pra guitarra

Audioslave: a opinião do guitarrista Tom Morello sobre o hit CochiseAudioslave: a opinião do guitarrista Tom Morello sobre o hit "Cochise"


Monolito02
Stamp

Grapow comenta nova formação do Masterplan

Por André Bueno C. Moura
Fonte: Lords Of Metal
Em 07/02/07

A revista eletrônica holandesa Lords of Metal recentemente entrevistou o guitarrista Roland Grapow (Masterplan, ex-Helloween). Seguem alguns trechos da conversa.

Lords of Metal: Há algum tempo fiquei um tanto surpreso pela notícia de que [o cantor] Jörn Lande havia deixado o MASTERPLAN. Divergências musicais foram apresentadas como o motivo da separação, mas você não pode ser um pouco mais específico sobre o que levou a essa decisão?

Roland Grapow: Bom, antes de tudo, Jörn sempre reclamava, depois dos shows, que as coisas não estavam indo bem com ele. Em segundo lugar, nem sempre estávamos em acordo sobre as coisas que compúnhamos como uma banda. Por exemplo, quando terminávamos um álbum, meses depois ele dizia que as melodias eram em tons muito altos pra ele, que ele não poderia cantá-las bem ao vivo, que o direcionamento da banda não estava cem por cento a seu gosto, que o nosso material estava mal feito, e por aí vai. O estilo musical no qual nos encaixamos é, no entanto, importante para o MASTERPLAN. Já havíamos tentado resolver isso para o álbum "Aeronautics", onde Jörn estava forçando a barra na direção de um heavy metal mais tradicional e direto. Ele nos achava muito progressivos e obscuros. Uli [Kusch, ex-baterista] e eu decidimos que queríamos manter nosso estilo, talvez voltando um pouco para o estilo do primeiro álbum. Então Jörn decidiu que não queria continuar na banda. Ele queria ir mais na direção de seus álbuns solo. Não me entenda mal, eu ainda gosto muito dele como cantor e ainda somos bons amigos. Acho que ele tomou a decisão correta, apesar de tudo, porque não é bom ter alguém na banda que está infeliz o tempo todo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Lords of Metal: Claro que você sabia que não seria fáci encontrar um bom substituto, mas como você chegou ao Mike DiMeo [RIOT]?

Roland Grapow: Foi muito difícil e olhamos vários cantores. Queríamos fazer os shows agendados já com o novo cantor, mas isso era impossível, então ou cancelávamos os shows ou chamávamos Jörn para voltar e se apresentar conosco. Então Jörn cantou com a gente e foi muito legal. Estávamos tranqüilos e realmente gostamos do que estávamos fazendo. Depois daqueles shows, Mike entrou em contato comigo e eu me interessei, pois não o conhecia. Observei-o e descobri que seu estilo era bastante similar com o de Jörn – ele também é um cantor estilo-blues e isso é bom para o MASTERPLAN. Eu o elogiei primeiro sobre sua performance e então perguntei se ele estava interessado em cantar para o MASTERPLAN. Por sorte ele estava.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lords of Metal: Não é difícil trabalhar com um cantor americano, já que ele vive do outro lado do mundo?

Roland Grapow: Não, na verdade não. Não é mais difícil do que trabalhar com um cantor norueguês. Hoje em dia realmente não há mais diferença entre você ser da Noruega ou dos Estados Unidos. O vôo leva só algumas horas a mais.

Lords of Metal: Como um resultado de sua entrada para o MASTERPLAN, Mike (teve que) saiu de sua antiga banda RIOT. Isso foi uma ação obrigatória porque você queria que ele se focasse no MASTERPLAN ou foi mesmo impossível combinar as duas bandas?

Roland Grapow: Certamente isso não foi pedido por mim. Na verdade, o RIOT anunciou outro cantor ao invés disso. Mike ficou surpreso por eles terem saído em turnê com um cantor diferente. Talvez para o RIOT, Mike se juntando ao MASTERPLAN tenha sido um motivo para procurar um substituto. Para nós não faria diferença se ele continuasse no RIOT. O RIOT está fazendo alguns shows na área de Nova York e as coisas seriam fáceis de conciliar. Eu disse a ele antes de tudo para não parar com nenhuma atividade, já que ganhar dinheiro nesse negócio também é importante e naquele tempo o futuro do MASTERPLAN está muito incerto. O mesmo com Mike Terrana. Quando ele entrou eu lhe falei que não saísse do RAGE, mas ele disse que queria sair do RAGE porque não podia mais trabalhar mais com aquela banda.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Lords of Metal: Você já mencionou a outra mudança na formação com Mike Terrana como o novo baterista. Por quê Uli saiu e por quê Mike entrou?

Roland Grapow: Mike Terrana é um velho amigo meu, então seu nome me veio à cabeça facilmente quando eu pensava num novo baterista. Primeiro eu só pedi a ele para ajudar enquanto ele estava em turnê com AXEL RUDI PELL. Ele me perguntou sobre o que tinha acontecido e quando eu contei que Uli havia deixado a banda ele disse que gostaria de ser o novo baterista do MASTERPLAN. Ele sempre gostou da banda. Eu o conheço bem e ele toca muito bem, então estou realmente feliz por tê-lo na banda.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Lord’s of Metal: Falemos um pouco sobre o novo álbum. Quando você começou os preparativos para o novo álbum e quanto tempo levou todo o processo? Mike DiMeo já era membro da banda durante o processo de composição?

Roland Grapow: Comecei a compor em Janeiro do ano passado, ainda pensando em Jörn nos vocais. Terminei por volta de seis ou sete músicas durante janeiro e fevereiro. Então tirei férias bem longas e em junho me encontrei com Uli para falar sobre as coisas que ele escreveu. Quando ele saiu, tive um encontro com Jan e Axel em setembro e decidi que não queria ter as músicas do Uli no álbum, já que ele não fazia mais parte da banda. Abrimos uma excessão para a música "Masterplan", que achei muito boa para deixar de fora. Ainda não tínhamos material suficiente para o álbum, então escrevi "Keeps Me Burning", "Watching the World" e "Warrior’s City". Sobre a participação de Mike Dimeo no processo de composição: quando compomos, não escrevemos as linhas e melodias vocais. Então mandei tudo para Mike e ele escreveu as melodias e linhas vocais. A primeira tentativa dele não se encaixou muito bem ao material do MASTERPLAN, soava muito como RIOT. Aí começamos a trabalhar como um grupo para cada música e durante o processo ele entrosou e entendeu o estilo da banda. Naquele tempo eu me senti realmente seguro sobre o futuro da banda.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Leia a entrevista na íntegra no link abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Garimpeiro
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Herman Frank: lançado novo single e videoclipeHerman Frank
Lançado novo single e videoclipe


Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2003Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2003

Masterplan: segundo Grapow, Jorn Lande nunca fez nada pela bandaMasterplan
Segundo Grapow, Jorn Lande nunca fez nada pela banda

Roland Grapow: Eu não ouço Power Metal, eu faço Power MetalRoland Grapow
"Eu não ouço Power Metal, eu faço Power Metal"


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1


Sobre André Bueno C. Moura

Estudante de 19 anos, Mineiro de Belo Horizonte, morou por um ano em Asköy, uma pequena ilha ao lado de Bergen, na Noruega. Fã de Iron Maiden e Bruce Dickinson, seu gosto vai da música erudita ao Black Metal; seus grupos/compositores favoritos são bem variados, passando por Black Sabbath, Masterplan, Sonata Arctica, Jethro Tull, Megadeth, Arch Enemy, Chico Buarque, Elis, Beatles, Dio, Deep Purple, Judas Priest, Scorpions, Schubert, Grieg e o bom e velho Tchaikovsky.

Mais matérias de André Bueno C. Moura.