Lemmy: Ele simplesmente odiava todos os políticos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: The Pitch
Enviar Correções  

O site The Pitch entrevistou em outubro de 2006 o frontman do Motörhead, Lemmy Kilmister. Seguem alguns trechos desse papo.

The Pitch: Los Angeles parece pretensiosa demais para você. O que você aprende morando lá?

Kilmister: Não é pretensiosa. O que você não deve esquecer é que também há muitas pessoas realmente talentosas vivendo lá. E, de qualquer modo, o seu lar é a sua mente. Você vive em sua mente. Se você não estiver à vontade lá, não importa onde você mora. E, se você estiver à vontade lá, também não importa onde você mora. Então eu estou bem feliz. Fiz muitos amigos verdadeiros nos Estados Unidos. Eu gosto dos americanos, mas não do seu governo. Estou passando bons momentos lá, então por que eu não deveria viver em L.A.? Essa cidade não é pior do que qualquer outra. Há muito mais gente pretensiosa em Nova Iorque, creio eu, devido à po**a da cena artística de lá. Todas aquelas festas com vinho e queijos que acontecem às tardes. É um pé no saco.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Pitch: Você mencionou o governo dos Estados Unidos.

Kilmister: Na verdade, eu não gosto de nenhum governo. Eu simplesmente odeio todos os políticos. Se alguém quiser ser um político, sempre haverá um ponto de interrogação sobre ele ou ela. Imagine querer beijar os filhos de outras pessoas! Que po**a, já é difícil o bastante beijar os seus próprios filhos! Você precisa ter duas caras. Esse é o primeiro requisito. Se o partido mudar de estratégia ou coisa parecida, você precisa ser capaz de fazer exatamente o oposto do que vinha fazendo e mentir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Pitch: Qual sua opinião sobre os eventos do 11 de setembro?

Kilmister: 11 de setembro foi o ataque ao ‘Reichstag’ [antigo prédio do governo alemão, invadido pelos russos em 1945 e símbolo da vitória aliada sobre o nazismo] de George Bush. É exatamente a mesma coisa. Os políticos semeiam desastres e eliminam as liberdades civis em nome da liberdade. Isso é uma grande asneira. O povo americano não está mais seguro agora do que estava antes. Está difícil até embarcar em um avião.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Tarja: agredida sexualmente por fã durante show no México em 2000Tarja
Agredida sexualmente por fã durante show no México em 2000

Ozzy Osbourne: Fim do Guns foi a maior tragédia do rockOzzy Osbourne
Fim do Guns foi a maior tragédia do rock


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336