[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Stamp

Pé da Letra: Análise da música "Aerials", do System Of A Down

Por Gabriele Moura
Fonte: Roadie Metal
Postado em 28 de abril de 2016

"Aerials" é uma canção da banda System of a Down presente em seu segundo disco, o Toxicity. A letra trata da liberdade não vista pelos homens. Tem um videoclipe o qual foi dirigido por Shavo Odadjian, o próprio baixista da banda, e David Slade. A canção foi indicada ao Grammy de "melhor performance de hard rock" em 2003. Alcançou a primeira posição das paradas musicais Mainstream Rock Tracks e Hot Modern Rock Tracks da revista Billboard

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A primeira estrofe da canção é turbulenta, apresenta, aparentemente, ideias vagas e devaneios do compositor, entretanto ao ouvi-la com calma é possível notar uma mensagem escondida entre os versos, mensagem esta que nos faz refletir sobre nossas atitudes e modo como agimos perante ao mundo. "A vida é uma cachoeira; Nós somos alguém no rio; E alguém novamente depois da queda; Nadando pelo vazio; Nós ouvimos a palavra; Nós nos perdemos, mas achamos tudo". Os dois primeiros versos da canção são meus favoritos, a comparação existente gera uma reflexão que resulta em milhares de possibilidades. Quando é dito que nossa vida é uma cachoeira e nós somos apenas um "nada" em meio ao rio, mostra a imensidão das coisas, que por mais que as coisas estejam difíceis, existem muitos como nós. Não tomo a queda da cachoeira como a morte, mas sim, como a entrada na depressão e o caos, pois quando passamos por momentos assim o conflito interno é pior que a morte, por conta, disso muitos recorrem ao suicídio. Ficamos completamente perdidos quando estamos passando por tal depressão, andamos por ruas movimentadas com vendas nos olhos, sem rumo ou saber o que fazer, mas como diz a canção, isso vai passar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Porque nós somos os que querem jogar; Sempre queremos ir mas você nunca quer ficar; E nós somos os que querem escolher; Sempre queremos jogar mas você nunca quer perder". A segunda estrofe aborda nossa bipolaridade. Quando as coisas estão horríveis e nos estamos no fundo da cachoeira pensamos em desistir de tudo e cair ainda mais, mas não fazemos isso, por que por que tudo esteja ruim e aparentemente sem saída ainda temos esperanças que as coisas melhorem.

"Antenas no céu; Quando você perde sua mente pequena você liberta sua vida". A sutileza presente no refrão da ênfase a mensagem que ele trás. Não podemos ir longe, ou viver uma vida livre se mantermos nossas mentes pequenas para novas ideias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A quarta estrofe diz: "A vida é uma cachoeira; Nós bebemos do rio; Depois nós viramos e erguemos nossos muros; Nadando pelo vazio nós ouvimos a palavra; Nós nos perdemos, mas achamos tudo". Alimentamos-nos do mesmo rio que formamos, isto é, não é exatamente de comida que o autor se refere, mas sim de energias, tanto boas com ruins, e são as energias ruins que nos levam para mais próximo da cachoeira e as boas nos ajudam a construir um murro que, além de barrar as energias ruins, evita de seguirmos rumo para a cachoeira. A segunda estrofe se repete.

O refrão se repete inúmeras vezes

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pé da Letra

Pé da Letra: análise de "Symphony Of Destruction" do Megadeth

Pé da Letra: análise da letra de "Raining Blood" do Slayer

Todas as matérias sobre "Pé da Letra"
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024

Pé da Letra: análise de "Symphony Of Destruction" do Megadeth

Pé da Letra: análise da letra de "Raining Blood" do Slayer


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gabriele Moura

Gabriele Moura, 17 anos, dona do site The Metal World e membro da equipe da Black Legion Produções!
Mais matérias de Gabriele Moura.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS