Candlemass: A história e as curiosidades de "From the 13 th Sun"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alcides S. Maia Júnior
Enviar correções  |  Ver Acessos

Três meses após o lançamento de "Dactylis Glomerata", o Candlemass voltava ao estúdio para gravar seu próximo álbum. Com todos os problemas financeiros enfrentados no álbum anterior, a ideia era gravar o álbum com o menor orçamento possível. Por esse motivo foi escolhido o Slam Tilt, um pequeno estúdio em Estocolmo, propriedade de um amigo do vocalista Bjorn Flodkvist. O Slam Tilt era muito utilizado para a gravação de demos e para ensaios e a princípio não parecia apropriado para a gravação do álbum. Pesou a favor da escolha, o fato da banda de Bjorn Flodkist, o Gone, ter gravado seu álbum nesse estúdio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Além de Flodkvist nos vocais, Leif Edling manteve o baterista Jejo Perkovic e para o posto de guitarrista, o vocalista indicou Mats Stahl que gravou com ele o EP "Nothing" e o álbum "Into The Bright Oxygen Of My Nod", pelo Gone (banda de rock alternativo, desconhecida fora da Suécia) .

O Candlemass começou a ensaiar duas vezes por semana durante todo o verão para ver como o novo guitarrista se adaptava à banda. Fã confesso do Black Sabbath, a ideia de Leif, era gravar um álbum com a atmosfera e o peso dos primeiros álbuns do Sabbath, especialmente os dois primeiros. Mats se adaptou perfeitamente a essa proposta e assumiu o posto de guitarrista no álbum. Durante os ensaios foram gravadas diversas demos com as primeiras ideias para as canções.

Uma mudança significativa pode ser vista nos temas das letras que ficaram mais abstratas e muitas delas foram inspiradas em ficção científica, mudança que começou a tomar forma no álbum anterior e se consolidou em "From The 13th Sun".

Lançado em 99 o álbum não atraiu muita atenção dos fãs na época, o que pode ser explicado pelas mudanças na sonoridade da banda desde a saída de Messiah Marcolin, principalmente a partir de "Dactylis Glomerata" e o fato de Leif ser o único membro da formação clássica presente nesses álbuns. De um modo geral a crítica musical aprovou o novo álbum, mas uma resenha de um jornalista, que classificou "From The 13th Sun" como um álbum de stoner, deixou Leif Edling irritado na época.

"From The 13th Sun" foi relançado em 2008 com três faixas descartadas da edição original. Leif queria uma edição dupla com um Dvd como bônus, mas a gravadora recusou a ideia. Nessa edição foram incluídas fotos raras e foi a primeira vez que as letras foram impressas no encarte.

Capa

A foto da capa veio de uma obra chamada "Urban Miths" (mitos urbanos), uma série de fotos da artista sueca Micadelica que retrata moradores de rua encapuzados, usando asas de anjo. A ideia era que ela refletisse o cenário sombrio que permeava o álbum. A foto usada estava em um ângulo mais fechado que a foto original, o que confundiu muitas pessoas que não entendiam seu significado, confundindo-a com vulcões e outras coisas. Anos depois, Leif Edling disse ter se arrependido da escolha por essa razão.

Droid

A faixa de abertura dá o tom do que virá. O peso e a atmosfera sombria que permeia todo o álbum estão presentes, além das letras abstratas e inspiradas em ficção científica. É curioso constatar como o vocalista Bjorn Flodkvist soa como Ozzy Osbourne nesse álbum.

Tot

A chuva, os trovões e o sino são uma clara referência ao Black Sabbath e sua canção homônima. O sino foi gravado em uma velha igreja em Uppsala, no norte de Estocolmo. Foi escrita em apenas um dia durante os ensaios da banda no verão. A princípio a faixa daria nome ao álbum, mas a ideia foi recusada pela gravadora.

Elephant Star

Um dos versos da letra "I fell into the 13th sun", deu origem ao nome do álbum. Aqui nota-se claramente a influência do Black Sabbath no riff inicial que lembra a abertura de "Symptom Of Universe".

Blumma Apt

A canção escrita por Leif e Flodkvist foi retrabalhada diversas vezes, mas nenhuma versão satisfazia a banda. A solução para o problema chegou da forma mais simples possível, quando alguém no estúdio disse "Vamos nos livrar das partes desnecessárias".

Arx/Ng891

Arx é uma galáxia na constelação de Andrômeda. Foi inspirada no filme de ficção científica "Dark Star" de John Carpenter. A faixa conta com a participação de Carl Westholm nos sintetizadores. O músico teve papel de destaque tocando sintetizadores em "Dactylis Glomerata", iniciando uma longa parceria com Leif Edling como integrante do Krux (projeto solo de Leif). Voltaria a tocar em um álbum do Candlemass ao participar de algumas faixas do álbum "Psalms For The Dead".

Zog

A ideia para essa faixa instrumental surgiu a partir de um quadro de um programa de televisão, onde Rowan Atkinson (famoso pelo seu personagem Mr. Bean), interpreta o "inspetor Zog", um policial marciano com problemas de comunicação.

Galatea

Galatea é uma estátua esculpida por Pigmaleão, que decepcionado com a atitude libertina das mulheres da época, esculpiu Galatea em busca da representação da mulher perfeita. Pigmaleão se apaixonou por sua obra e passava horas com ela, dava presentes e a apalpava para ver se estava viva. A deusa Afrodite atendendo a seu pedido, deu vida a estátua, transformando-a em uma mulher de carne e osso.

Cyclo-F

Cyclo F é o nome de uma pilula usada para tratar ou prevenir sangramentos. Segundo o próprio Leif Edling é uma canção de ódio escrita para uma ex-namorada. Nessa faixa, Bjorn Flodkvist parece emular o timbre de Ozzy Osbourne de tal maneira que é possível que os ouvintes mais desatentos possam achar que é o próprio madman que assumiu os vocais.

Mythos

Faixa instrumental.

Oil

Faixa bônus da edição de 2008, foi gravada durante os ensaios da banda e descartada do álbum.

Nimis

Faixa bônus da edição de 2008. Descartada de "From The 13th Sun", a canção seria regravada para o álbum homônimo do Krux lançado em 2003.

Rock' n' Roll

Faixa bônus da edição de 2008, foi gravada durante a pré-produção do álbum, mas acabou descartada pela banda.

Fonte(s):

http://www.candlemass.se

From The 13th Sun - edição de 2008.

http://www.discogs.com

http://www.wikipedia.com

http://www.metal-archives.com/albums/Candlemass/From_the_13t...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Candlemass"


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1987Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1987

Heavy Metal: as melhores músicas para meditarHeavy Metal
As melhores músicas para meditar


Separados no nascimento: Steven Tyler e Márcia GoldsmichSeparados no nascimento
Steven Tyler e Márcia Goldsmich

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosOops!
10 erros eternizados em gravações de clássicos


Sobre Alcides S. Maia Júnior

Conheceu o rock ainda moleque através do futebol, ao escutar We Are The Champions do Queen, a partir daí foi conhecendo diversas bandas clássicas como Black Sabbath, Deep Purple, Pink Floyd, Led Zeppelin, Rainbow, Judas Priest, Iron Maiden, Candlemass, entre outras.

Mais matérias de Alcides S. Maia Júnior no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor