Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSentado em cadeira de rodas, Paul Di'Anno faz primeiro show em sete anos

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemAndre Matos sempre foi de esquerda e reprovaria governo atual, diz irmão do maestro

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemMick Box conta como Uriah Heep seguiu forte após perder fontes de renda

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield


Stamp

Jefferson Airplane: Marco da história do rock e de uma geração

Resenha - Volunteers - Jefferson Airplane

Por Richely Campos
Em 05/02/16

Se quiserem conhecer o movimento da contracultura americana e o colapso musical envolvente característico da época, também respirar harmonicamente os sopros sonoros do que foi o Festival de Woodstock de 1969, então pegue carona com o avião de Jefferson e venha decolar sobrevoando os arranjos e melodias deliciosas de JEFFERSON AIRPLANE.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum em evidência é o controverso "VOLUNTEERS" de 1969, na qual fazem intensas criticas aos posicionamentos políticos do governo americano.

A banda consiste em: PAUL KANTNER guitarra e vocal; GRACE SLICK piano e vocal; MARTY BALIN vocal, JORMA KAUKONEN guitarra e vocal; JACK CASADY baixo e SPENCER DRYDEN bateria e percussão. Lembrando que é o último registro desta formação clássica.

O álbum inicia-se com a arrebatadora "WE CAN BE TOGETHER" um clássico daqueles de empolgar multidões. Um blues anárquico demonstrando o itinerário do que viria a seguir nas demais canções. O riff e os vocais enobrecem a qualificação do todo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"GOOD SHEPHERD" é movida por acordes de violão soberanos e uma distorção da guitarra crucial. A preferida do álbum.

"THE FARM" com duelos vocais de KANTNER e SLICK, temos uma canção country intensificando a musicalidade de GRACE SLICK nos pianos. A fazenda de JEFFERSON AIRPLANE cultiva espécies diferenciadas de gênios. JERRY GARCIA da banda GRATEFUL DEAD ostenta em sua participação.

"HEY FREDRICK" uma prova da genialidade consolida nesta canção. Um hino melódico onde a voz de GRACE SLICK ecoa intrínseca pelo corpo enraizando sua emoção. Realço os solos virtuosos de KAUKONEN, o apoio da base rítmica de MARTY BALIN, JACK CASADY, SPENCER DRYDEN e o músico auxiliar NICKY HOPKINS no piano.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"TURN MY LIFE DOWN" os instrumentos pactuam um acordo célebre correlacionada à garantia vocal infalível. Bela composição.

"WOODEN SHIPS" um clássico apocalíptico, exibe de maneira justa as cicatrizes da Guerra do Vietnã. Uma canção influente, impactante e cheia de sentimento. Escrita por KANTNER junto com DAVID CROSBY e STEPHEN STILLS.

"ESKIMO BLUE DAY" outra clássica da banda. Uma bela introdução, mudanças rítmicas caprichadas, solos verossímeis e toda a graciosidade de GRACE SLICK.

"A SONG FOR ALL SEASONS" novamente o country se enraíza no contexto, sutil e envolvente.

"MEADOWLANDS" vinheta, órgão e capitalismo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"VOLUNTEERS" o álbum se encerra com outra canção clássica, recheada de autoridade e raiva contra o governo. Uma revolução sonora coesa e com o dedo na ferida, um soco no estômago. Esta faixa simboliza com realismo a atmosfera da época. Riff de MARTY BALIN, seguindo com a agitação vocal de KANTNER e o refrão vocalizado por BALIN e SLICK.

O disco "VOLUNTEERS" é o marco da história do rock e de uma geração.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mutantes: entre os 25 melhores álbuns de rock psicodélico em lista de site gringo