Anthrax: O melhor álbum desde "Persistance Of Time"

Resenha - For All Kings - Anthrax

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fabio Reis
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O Thrash Metal talvez seja o estilo que mais sofreu mudanças e mais se reinventou com o passar dos anos. Se tornou grande na década de 80 e sofreu inúmeras metamorfoses, viu seus maiores representantes se tornarem sucesso estrondoso de mídia e com isso, mudarem sua musicalidade característica. Sofreu com a chegada dos anos 90 e foi até mesmo dado como morto.

1814 acessosManowar, Joan Jett e outros: gravando Rap antes do New Metal?5000 acessosKiko Loureiro: filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"

Como uma fênix ressurgiu das cinzas no início do novo século e mais recentemente, assiste uma nova geração extremamente talentosa surgir e se mesclar com os ícones e pioneiros do estilo, caracterizando assim, uma era absurdamente frutífera e repleta de excepcionais lançamentos.

O Anthrax é uma das bandas que vivenciou cada uma das etapas relatadas e contra tudo e todos, se manteve na ativa. Viveu o seu auge nos 80's, ditou tendências e assim como muitos, se distanciou de sua identidade. Passou por períodos turbulentos, porém assim como o próprio Thrash, renasceu das cinzas.

O lançamento de "Worship Music" em 2011, trouxe o carismático Joey Belladonna de volta aos vocais do grupo e com isso, a expectativa de que os bons tempos voltariam. Com a chegada de "For All Kings", esse prognóstico se confirma e o que podemos escutar é uma coleção de composições repletas de inspiração e que em muitos momentos, nos remetem a fase clássica da banda.

Obviamente não se deve fazer a audição esperando algo como "Spreading The Desease" ou "Among The Living". Os tempos são outros, os músicos estão mais maduros e mudaram algumas de suas características, porém é certo que faixas como "You Gotta Believe", "For All Kings", "Evil Twin", "This Battle Choose Us" e "Zero Tolerance", trazem o Anthrax Thrash Metal de volta.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Ainda apostam em faixas mais cadenciadas e melodiosas, que estrategicamente, estão intercaladas com as mais rápidas. "Monster At The End", "Suzerain", "Defend Avenge" e "All Of Them Thieves", são a prova definitiva de que o Anthrax conseguiu evoluir, inovar, soar mais melódico e mesmo assim, não perder as suas principais marcas.

Jonathan Donais substituiu muito bem Rob Caggiano nas guitarras e deu um toque melodioso que caiu muito bem aos solos e linhas da banda. Joey Belladonna ainda canta demais e é capaz de fazer o que a grande maioria dos vocalistas de Thrash não se aventuram tentar. Charlie Benante e Frank Bello formam talvez a cozinha mais funcional da atualidade e Scott Ian, esse dispensa comentários, um verdadeiro monstro! Com uma pegada ímpar e riffs sensacionais, é a alma da banda.

A arte da capa ficou mais uma vez sob a responsabilidade do renomado desenhista Alex Ross, dono de todas as capas desde "We've Como For You All" (2003) e é sem dúvidas, uma das mais belas de toda a carreira do grupo.

"For All Kings" é de longe, o melhor álbum do Anthrax desde "Persistance Of Time" (1990) e deve agradar aos fãs de todas as fases. Um disco com musicalidade forte e que soa atual, ao mesmo tempo em que busca por elementos contidos em trabalhos clássicos. Consolida o ótimo momento da banda e sem dúvidas, deve figurar entre os melhores do estilo em 2016.

Integrantes:

Joey Belladonna (Vocal)
Scott Ian (Guitarra)
Jonathan Donais (Guitarra)
Charlie Benante (Bateria)
Frank Bello (baixo)

Faixas:

1. You Gotta Believe
2. Monster At The End
3. For All Kings
4. Breathing Lightning
5. Suzerain
6. Evil Twin
7. Blood Eagle Wings
8. Defend/Avenge
9. All Of Them Thieves
10. This Battle Chose Us
11. Zero Tolerance

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de janeiro de 2016

Manowar, Joan Jett e outrosManowar, Joan Jett e outros
Gravando Rap antes do New Metal?

2038 acessosLoudwire: as 10 melhores bandas americanas de Metal0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Anthrax"

WikimetalWikimetal
Os melhores riffs de guitarra desde 2000

AnthraxAnthrax
Gravadora não deixou que Corey Taylor fosse vocalista

Thrash MetalThrash Metal
Os melhores álbuns de 1983 a 2016

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Anthrax"

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"

BandasBandas
Por que ninguém está indo a seus shows?

Max CavaleraMax Cavalera
Triste ver uma banda tão importante virar uma merda

5000 acessosTotal Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da história5000 acessosHard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 15000 acessosMetallica: a evolução de James Hetfield ao longo dos anos5000 acessosNME: os 50 álbuns com mais vendas na primeira semana5000 acessosJim Root: ser despedido é "como acabar um namoro"5000 acessosBlind Faith: uma das capas mais polêmicas da história

Sobre Fabio Reis

Paulista, 32 anos, Editor do Blog Mundo Metal, fã de Rock Clássico e Diversos subgêneros do Metal. Banda favorita: Megadeth. Conheceu o Rock ainda quando criança por intermédio dos pais (amantes de Beatles) e com 11 anos já ia na galeria do Rock comprar seus primeiros LP's, desde sempre fez do Metal seu estilo de vida e até os dias de hoje essa paixão pela música só aumenta.

Mais matérias de Fabio Reis no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online