Prong: Banda não precisa provar muita coisa pra ninguém

Resenha - Ruining Lives - Prong

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Hugo Fernandes, Fonte: Heavycast
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


O Prong sempre correu por fora do cenário hoje em dia escasso do Groove Metal e derivados, porém sempre executando bons trabalhos e tendo sua merecida visibilidade, e com "Ruining Lives" não é diferente.

Opinião: Headbangers não praticantes: radicalismo no MetalPapai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A começar pela arte da capa que está incrível, com a sutil evidência do garfo (logo) da banda e o desenho meio rabiscado com cara de rascunho deu um toque a mais pra capa.

Tony Campos é o destaque do álbum, com linhas de baixo evidentes e graves, fazendo uma base que equivale à guitarra em várias partes, a exemplo da faixa "Remove, Separate Self" que mostra o baixo em evidência, e que muitas vezes chega a ocultar a guitarra.

O Prong também investiu em faixas que abusam do peso com influências marcantes do metal industrial executado pelo Fear Factory, riffs espalmados e rápidos com a bateria na mesma cadência acrescenta um peso ao som. Característica essa que percorre todo o álbum que é repleto de boas composições e poucos deslizes.

Apesar de Tommy Victor mandar muito bem na guitarra, o seu trabalho nos vocais em muitas vezes desliza, muito grave em partes que não tem necessidade e com mudanças de tom constantes que dá uma certa estranheza na hora de ouvir.

A banda que tem quase 30 anos de estrada e 9 álbuns de estúdio não precisa provar muita coisa pra ninguém, porém o que o Prong executou em "Ruining Lives" é mérito de dedicação e amadurecimento, ainda mais em um estilo tão atualmente defasado que é o antro do Groove/Industrial Metal.

SPV/Steamhammer - Prong - Ruining Lives

Line Up:

Tommy Victor - Guitarra e Vocal
Tony Campos - Baixo
Alexei Rodrigues - Bateria

Tracklist:

01. Turnover
02. The Barriers
03. Windows Shut
04. Remove, Separate Self
05. Ruining Lives
06. Absence Of Light
07. The Book Of Change
08. Self Will Run Riot
09. Come To Realize
10. Chamber Of Thought
11. Limitations And Validations
12. Retreat (bonus track)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Prong"


Madonna: quando Monte Pittman ensinou um Riff do PanteraMadonna
Quando Monte Pittman ensinou um Riff do Pantera


Opinião: Headbangers não praticantes: radicalismo no MetalOpinião
Headbangers não praticantes: radicalismo no Metal

Papai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhosPapai Truezão
Astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos


Sobre Vitor Hugo Fernandes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336