Ayreon: Trabalho complexo, introspectivo e belo

Resenha - Theory of Everything - Ayreon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Arjen Lucassen é um músico genial e inquieto. Envolvido em vários projetos, o cara jamais criou nada que não fosse no mínimo ousado e diversificado. E o AYREON, sem dúvida, é sua grande “criação”, pois é com o projeto que o músico consegue exprimir toda sua genialidade de forma mais abrangente e desbravadora, como fica claro novamente com o lançamento dessa sua nova epopeia, “The Theory of Everything”, um disco duplo, e que acaba de ser lançado no mercado nacional, via Hellion Records.
2751 acessosMetal Progressivo: 12 álbuns do 1º semestre que merecem atenção5000 acessosSteve Vai: O dia em que ele foi humilhado por Chimbinha

Como em todos os trabalhos do AYREON, o novo disco não é de uma audição simples e fácil, sendo bem complexo, diversificado e introspectivo. Contudo, quem está acostumado à proposta do músico, ou mesmo tem a mente mais aberta para experimentalismos e diversidade, certamente ira se encantar novamente, pois o disco é excelente, transbordando bom gosto.

Dentre os vocalistas convidados, temos o ótimo JB , do GRAND MAGUS, como The Teacher; Sara Squadrani , do ANCIENT BARDS, como The Girl; Michael Mills, do TOEHIDER, como The Father; a bela Cristina Scabbia, do LACUNA COIL, como The Mother; Tommy Karevik, novo vocalist do KAMELOT, como The Prodigy; Marco Hietala, do NIGHTWISH, como The Rival; e John Wetton, do ASIA e KING CRIMSON), como The Psychiatrist

Os destaques ficam para as vozes marcantes precisas de JB, Tommy Karevik e Cristina Scabbia, com interpretações cheias de sentimento, e que transmitem com perfeição a temática lírica abordada.

Já nos instrumentais, os destaques ficam para as participações dos tecladistas Rick Wakeman (YES), Keith Emerson (EMERSON LAKE AND PALMER) e Jordan Rudess (DREAM THEATER); para o guitarrista Steve Hackett (GENESIS); e para o monstro das baquetas Ed Warby (HAIL OF BULLETS, GOREFEST).

No total, o álbum traz 42 (!!!) faixas, sendo 22 no primeiro CD, e 20 no segundo, divididas em quatro partes, denominadas “Phase I: Singularity”, “Phase II: Symmetry”, “Phase III: Entanglement” e “Phase IV: Unification”, transitando entre momentos mais velozes e pesados, e outros mais ambientais e viajados, com elementos futuristas e progressivos.

Liricamente o trabalho também é um primor, com uma história complexa e cativante, e cujos detalhes acompanham a diversidade musical conexa.

Assim, temos aqui mais uma prova concreta da genialidade de Arjen Lucassen, um dos grandes músicos do metal contemporâneo, que não se prende na “Matrix” do estilo, fugindo do lugar comum, e sempre buscando surpreender seus fãs. E dessa vez, conseguiu lograr novamente êxito nesta busca constante. Aproveitemos...

The Theory of Everything - Ayreon
(2013 – Hellion Records - Nacional)

Formação:
Vocalistas:
JB (Grand Magus) - as The Teacher
Sara Squadrani (Ancient Bards) - as The Girl
Michael Mills (Toehider) - as The Father
Cristina Scabbia (Lacuna Coil) - as The Mother
Tommy Karevik (Kamelot, Seventh Wonder) - as The Prodigy
Marco Hietala (Nightwish, Tarot) - as The Rival
John Wetton (Asia, King Crimson) - as The Psychiatrist

Instrumentistas:
Ed Warby (Hail of Bullets, Gorefest) - Drums
Rick Wakeman (Yes) - Keyboards
Keith Emerson (Emerson Lake and Palmer) - Keyboards
Jordan Rudess (Dream Theater) - Keyboards
Steve Hackett (Genesis) - Lead guitar
Troy Donockley (Nightwish) - Whistles, Uilleann pipes
Ben Mathot (Dis) - Violin
Maaike Peterse (Kingfisher Sky) - Cello
Jeroen Goossens (Flairck) - Flute , Bass Flute, Piccolo
Michael Mills (Toehider) - Irish Bouzouki
Arjen Anthony Lucassen - Electric and acoustic guitars, bass guitar, mandolin, analog synthesizers, Hammond

Track List:

Disc 1
Phase I: Singularity
1. Prologue: The Blackboard
2. The Theory Of Everything Part 1
3. Patterns
4. The Prodigy's World
5. The Teacher's Discovery
6. Love And Envy
7. Progressive Waves
8. The Gift
9. The Eleventh Dimension
10. Inertia
11. The Theory Of Everything Part 2

Phase II: Symmetry
12. The Consultation
13. Diagnosis
14. The Argument 1
15. The Rival's Dilemma
16. Surface Tension
17. A Reason To Live
18. Potential
19. Quantum Chaos
20. Dark Medicine
21. Alive!
22. The Prediction

Disc 2
Phase III: Entanglement
1. Fluctuations
2. Transformation
3. Collision
4. Side Effects
5. Frequency Modulation
6. Magnetism
7. Quid Pro Quo
8. String Theory
9. Fortune?

Phase IV: Unification
10. Mirror Of Dreams
11. The Lighthouse
12. The Argument 2
13. The Parting
14. The Visitation
15. The Breakthrough
16. The Note
17. The Uncertainty Principle
18. Dark Energy
19. The Theory Of Everything Part 3
20. The Blackboard (Reprise)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Theory of Everything - Ayreon

3655 acessosAyreon: Parecia impossível, mas o gênio se superou

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Metal ProgressivoMetal Progressivo
12 álbuns do 1º semestre que merecem atenção

121 acessosNerd Metal: Ayreon, Metal Ópera de qualidade1407 acessosAyreon: apenas adicionei uma dimensão extra para a música0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ayreon"

Top 10Top 10
Álbuns conceituais

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ayreon"

HumorHumor
O dia em que Steve Vai foi humilhado por Chimbinha

Chris CornellChris Cornell
Cantor usou aparelho de escalada para tirar a vida

Pattie BoydPattie Boyd
O infernal triângulo com George Harrison e Eric Clapton

5000 acessosSupernatural: ouça 10 músicas que marcaram a série5000 acessosGuitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocar5000 acessosRestart: Trecho de "Enter Sandman" do Metallica no VMB 20105000 acessosCorey Taylor: HQs, "The Walking Dead", shows marcantes5000 acessosPantera: "fomos roubados por um diabo dum lunático"5000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 1991

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online