Anvil: Garra, qualidade, energia, honestidade e muita vontade

Resenha - Hope In Hell - Anvil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os canadenses do ANVIL podem não ter conseguido extrema notoriedade no mundo do Metal, mas não temos como negar que desenvolvem uma proposta honesta e praticam um som pesado e impecável. São, na verdade, responsáveis por clássicos como "Hard 'n' Heavy", "Metal On Metal" e "Forged In Fire", maravilhosas contribuições para o mundo da música pesada.

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaDi'Anno: "Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

Somente após o lançamento do documentário "Anvil: The Story of Anvil", dirigido por Sacha Gervasi, os rumos da banda começam a mudar. O grupo ganha maior destaque e passa a realizar mais shows, tornando-se então mais conhecidos.

"Hope In Hell" é o 15º Full-length da carreira deste trio, que continua praticando um Heavy Metal recheado de influências de Power Metal. E a banda mantém o mesmo direcionamento musical dos álbuns anteriores. O ouvinte irá encontrar peso e velocidade no decorrer dos quase 55 minutos de duração da obra.

Lips nos traz riffs contagiantes, enquanto faz a guitarra chorar nos solos que executa. Já Robb Reiner, o baterista, é um destruidor de baquetas e dá o peso e a velocidade que fazem do ANVIL essa potente massa sonora. Esse trabalho também marca a estreia do baixista Sal Italiano, que ocupou o lugar de Glenn Five.

Atenção às seguintes faixas: a rápida "Eat Your Words", com um solo fantástico; o refrão cheio de melodia da "The Fight Is Never Won"; a pesadona "Call Of Duty"; "Hard Wired", com o baixo bem forte e o solo de guitarra muito caprichado.

Aqui não encontramos nada que possamos considerar como inédito no Metal, mas se você busca um som tocado com garra, qualidade, energia, honestidade e muita vontade, não somente o "Hope In Hell", mas toda a discografia do ANVIL é absolutamente recomendada. Confira sem qualquer tipo de moderação.

Banda: Anvil
País de Origem: Canadá
Título do álbum: Hope In Hell
Ano: 2013
Estilo: Heavy Metal
Gravadora: Steamhammer

Line-up:

Steve "Lips" Kudlow - Vocal/Guitarra
Robb Reiner - Bateria
Sal Italiano - Baixo

Faixas:

1. Hope In Hell
2. Eat Your Words
3. Through With You
4. The Fight Is Never Won
5. Pay The Toll
6. Flying
7. Call Of Duty
8. Badass Rock N Roll
9. Time Shows No Mercy
10. Mankind Machine
11. Shut The Fuck Up
12. Hard Wired
13. Fire At Will




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Anvil"


Anvil: Lips quase desmaiou quando McCartney reconheceu a bandaAnvil
Lips quase desmaiou quando McCartney reconheceu a banda

Lemmy: como era passar o dia bebendo com ele?Lemmy
Como era passar o dia bebendo com ele?

Canadá: os 30 melhores álbuns de Hard Rock/Heavy MetalCanadá
Os 30 melhores álbuns de Hard Rock/Heavy Metal


Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaGuns N' Roses
Funkeiro assassina clássico máximo da banda

Di'Anno: Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!Di'Anno
"Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

Rolling Stones: as 10 melhores segundo a... Rolling StoneRolling Stones
As 10 melhores segundo a... Rolling Stone

Kiss FM: as 500 mais tocadas pela rádio em 2008Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Barão Vermelho: riff de "Pro Dia Nascer Feliz" veio de música do Rush?Exodus: Gary Holt diz quem são seus ídolos no Metal

Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336