Matérias Mais Lidas

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Metallica: TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully GuitarsMetallica
TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully Guitars

Snowy Shaw: ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no NightwishSnowy Shaw
Ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no Nightwish

Soul Station: projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança músicaSoul Station
Projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança música

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Guns N' Roses: Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivoGuns N' Roses
Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivo

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

AC/DC: Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)AC/DC
Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)

Kurt Cobain: ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistasKurt Cobain
Ele não curtia Led Zeppelin e Aerosmith devido às letras machistas

Yngwie Malmsteen: aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigosYngwie Malmsteen
Aos 10 anos ele fazia solos de Blackmore e enganava os amigos

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Megadeth: Mustaine se tornou vocalista por acaso e por causa de um delineadorMegadeth
Mustaine se tornou vocalista por acaso e por causa de um delineador

Saxon: banda divulga cover para a clássica Speed King, do Deep PurpleSaxon
Banda divulga cover para a clássica "Speed King", do Deep Purple

Jon Schaffer: Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarristaJon Schaffer
Todd La Torre se diz chocado, mas não surpreso com atos do guitarrista

Eddie Van Halen: ele chorou quando Wolfgang mostrou música que fala sobre perdaEddie Van Halen
Ele chorou quando Wolfgang mostrou música que fala sobre perda


Matérias Recomendadas

LGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuaisLGBT
Confira alguns músicos que não são heterossexuais

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Metallica: Perguntas, respostas e curiosidades diversasMetallica
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

Lemmy Kilmister: Estou pronto para morrer. Minha vida foi boaLemmy Kilmister
"Estou pronto para morrer. Minha vida foi boa"

Fotos de Infância: Cradle Of FilthFotos de Infância
Cradle Of Filth

Baladas de Sangue
Stamp

Cramps: Revolucionário e longe do politicamente correto

Resenha - Songs The Lord Taught Us - Cramps

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar Correções  


O universo da cultura, da metade do século passado até os dias atuais, produziu um fenômeno de multidiversidade sem precedentes nos anos pós- Iluminismo: novas formas de abordagem romperam com paradigmas de massificação e, ainda que a mídia tenha produzido monstros efêmeros em embalagens de toda espécie, um certo gene humano ainda desconhecido insistiu em procurar por novidades e novas formas de se encarar a mortificação gradual e incessante do cotidiano.

Uma dessas epifanias trouxe ao mundo o chamado "Universo B"- filmes de segmentos marginais, música distante dos formatos habituais e revistas de circulação clandestina deram a luz a cineastas como ROGER CORMAN e ED WOOD, revistas como TALES FROM THE CRYPT, e movimentos como blaxpoitation, sexploitation e o punk rock. A dicotomia desvelada assumia a existência de um olhar degenerado sobre o status quo, e gente problemática como QUENTIN TARANTINO e TIM BURTON deram as caras em meio a esse rebojo freak e alucinadíssimo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1976 , um casal digno de uma película de ROGER CORMAN, criou uma aberração em forma de banda que atendia pelo nome de THE CRAMPS. Fetichismo, filmes de terror da década de 30, psicopatia e EDDIE COCHRAN foram postos em um mix sonoro neurastênico e inovador até mesmo para a década que depositou o punk rock na cara do resquício conservadorista do mundo pós revolução sexual. Revolucionário e, longe do politicamente correto, o grupo liderado por LUX INTERIOR e POISON IVY ( pseudônimos de ERICK LEE PURKHISER e KRISTY M. WALLACE), depois de tocar em hospícios e lançar seu debut em 1979 - o EP "Gravest Hits"-gravou m lançou, no ano seguinte, "Songs The Lord Taught Us".

Se você nunca ouviu falar em CRAMPS comece por esse aqui: "Songs" é o resultado do encontro entre GENE VINCENT e SID VICIOUS em uma sessão de macumba, durante um porre homérico. Ladeados pelos igualmente insanos BRIAN GREGORY- que abandonou a banda pouco depois, sem avisar e dirigindo a van como todo o equipamento do grupo -(guitarra) e NICK KNOX (bateria), o som dos espamódicos da Califórnia é uma adorável sucessão de esquisitices no melhor espírito desinteressado do rock n´roll.
Absorvendo LINK WRAY, THRASHMEN, surf rock e o espírito B e arrepiante das histórias do Creepshow, o disco, apesar de passar a anos-luz do preciosismo musical, traz um frescor pra uma época que alçou o sintetizador à condição de Santo Graal: faixas como "Rock On the Moon" , " Garbageman" e "The Mad Daddy" parecem coisa de criança quando comparadas a qualidade de um gravador digital barato dos dias atuais; no entanto a energia punk aliado aos cenários de papelão de "Plan 9 from Outer Space" estão lá, vívidas e cheia de energia. A Gibson Flying V de GREGORY parece possuir captadores de latão barato quando ruge firme em "What´s behind the mask", "Tear it Up" e "Zombie Dance", em uma luta inglória e perdida contra o vocal psicótico de LUX.

Independente de seu diagnóstico clínico de sanidade mental, alugue um filme antigo sobre zumbis, compre uma edição de sebo dos "Contos da Cripta" e ouça esse caras: você vai ver que mesmo não tendo a menor lógica, o mundo ainda é um lugar legal para se viver.

Track list:

"T.V. Set"
"Rock On The Moon"
"Garbageman"
"I Was a Teenage Werewolf"
"Sunglasses After Dark"
"The Mad Daddy"
"Mystery Plane"
"Zombie Dance"
"What's Behind the Mask?"
"Strychnine"
"I'm Cramped"
"Tear It Up"
"Fever"


Tunecore
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Elle: revista elege as melhores guitarristas da históriaElle
Revista elege as melhores guitarristas da história

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandasMemoráveis como a música
Os 25 melhores logos de bandas


Crianças: veja como cresceram as de Nevermind, War e outrasCrianças
Veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras

Fãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada umFãs de Rock
Você conhece o estilo de se vestir de cada um


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n'roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: [email protected]

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.