Corrosion of Conformity: Novamente em uma grande fase

Resenha - Corrosion of Conformity - Corrosion of Conformity

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os americanos do CORROSION OF CONFORMITY marcaram uma geração, lançando discos considerados clássicos da música pesada, e conseguindo atingir o patamar de referência para diversos outros músicos. E depois de 07 anos do lançamento do maravilhoso “In The Arms of God” (2005), um de seus melhores registros, aclamado pelo público e pela crítica musical, a banda retorna com este álbum autointitulado, mostrando que ainda tem muita lenha pra queimar.
5000 acessosKiss: vídeo com Gene Simmons em cena de sexo?5000 acessosA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars

Neste disco, a banda volta a ser um trio, trazendo de volta a formação do disco “Animosity”, de 1985, com o líder Woody Weatherman (guitarra, vocal) acompanhado de Mike Dean (baixo, vocal) e Reed Mullin (bateria).

E desde a primeira faixa do disco, “Psychic Vampire”, os fãs do C.O.C. irão perceber que a sonoridade da banda continua a mesma, com riffs sujíssimos, na melhor escola BLACK SABBATH, e trazendo diversas influências de hardcore, thrash metal, stoner e doom metal, e até mesmo de punk rock e rock psicodélico, tudo isso aliado a muito peso e agressividade, e em canções bem diretas, que cativam logo de cara, e não demandam varias audições para se compreender todos os seus elementos.

As músicas, apesar de bem estruturadas e arranjadas, primam mais pela energia e agressividade transmitidas do que pela apuração técnica dos músicos, que deixam os exibicionismos de lado em prol da musicalidade, e nos remete aos primórdios da música pesada, podendo o disco ser facilmente confundido com uma obra feita no início dos anos 80 pelos mais desavisados.

Além da faixa de abertura já mencionada, vale ainda destacar “Leeches”, uma faixa bem maluca e agressiva; “The Doom”, que como o próprio nome sugere, traz todos os elementos do doom metal, remetendo direto aos primeiros trabalhos do CANDLEMASS e do CATHEDRAL; e a agonizante “Weaving Spiders Come Not Here”, a mais diversificada do trabalho. Mas não deixe de ouvir todo o disco, pois as 11 faixas (13, na versão especial) são muito boas.

Com uma capa simples, mas bela, e uma produção propositadamente mais suja e “na cara”, o disco tem tudo para agradar os antigos fãs da banda, e conseguir trazer-lhes novos.

Trata-se, pois, de um disco altamente recomendado, e que mostra o C.O.C. novamente em grande fase. Agora é torcer para que não tenhamos que esperar mais sete anos para um novo lançamento destes americanos.

Corrosion of Conformity - Corrosion of Conformity
(2012 – Candlelight Records - Importado)

Formação:
Woody Weatherman - Lead Guitar, Vocals
Mike Dean - Bass, Vocals
Reed Mullin - Drums, Percussion

Track List:

1. Psychic Vampire
2. River of Stone
3. Leeches
4. El Lamento de Las Cabras
5. Your Tomorrow
6. The Doom
7. The Moneychangers
8. Weaving Spiders Come Not Here
9. What We Become
10. Rat City
11. Time of Trials

Bonus Tracks:
12. Canyon Man
13. The Same Way

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Corrosion Of Conformity"

C.O.C.C.O.C.
James Hetfield queria Pepper Keenan no Metallica

Dream TheaterDream Theater
Dez semelhanças - ou seriam plágios?

SupergrupoSupergrupo
Grohl, Taylor, Biafra, Cavalera, Oliveri no Teenage Time Killer

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Corrosion Of Conformity"

KissKiss
Vídeo com Gene Simmons em cenas de sexo?

Cinco contra um?Cinco contra um?
Roqueiros comentam como a revista Playboy os marcou

DiscórdiaDiscórdia
Alguns dos maiores insultos entre artistas

5000 acessosMetallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV5000 acessosCinema: o melhor e o pior dos rockstars em filmes5000 acessosSepultura: Derrick Green não era o cara certo, diz Max Cavalera5000 acessosLegião Urbana: "Faroeste Caboclo" com censura da Globo5000 acessosPaul Di'Anno: "Drogas vão cobrar seu preço! Veja meu exemplo!"5000 acessosRoots Bloody Roots: versão arrasadora com Soulfly e Igor Cavalera

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online