Amon Amarth: Edição nacional traz 33 faixas adicionais!

Resenha - Surtur Rising - Amon Amarth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Os Vikings suécos do AMON AMARTH (nome retirado da obra “O Senhor dos Anéis”, de J.R.R. Tolkien, e que significa a Montanha da Perdição na língua dos elfos) retornam em 2011 com seu oitavo álbum, que tem tudo para agradar os fãs que já apreciam o som banda, bem como para lhes trazer novos fãs devotos, tamanha a qualidade do lançamento que temos em mãos.
5000 acessosAmon Amarth: "é impossível viver de música hoje em dia"5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose diz que Slash é um "câncer"

E logo na primeira audição, podemos constatar que este “Surtur Rising” já se coloca entre os melhores lançamentos da excelente discografia destes suecos. Tudo aqui, desde a qualidade das composições e produção/gravação, até a arte gráfica, beiram à perfeição! O trabalho todo foi muito bem planejado e executado, e merece todos os elogios.

O som da banda continua seguindo a linha do death metal com elementos melódicos (a banda apresenta muitos mais elementos de death metal para ser taxada de” death metal melódico” simplesmente), com passagens épicas sensacionais, aliados à temática viking de forma primorosa, dando grande originalidade ao som do quinteto. E os mais de 20 anos de estrada (a banda começou em 1988 sob o nome “Scum”, apenas em 1992 se tornando AMOM AMARTH) fizeram bem à banda, pois a qualidade aqui é a tona do trabalho, mesmo nos pequenos detalhes de cada composição, o que torna este trabalho tão empolgante.

Johan Söderberg e Olavi Mikkonen, tanto nos riffs soberbos como nos solos melodiosos e complexos, são os grandes destaques da bolachinha, e fazem de cada composição uma viagem agressiva e intrigante ao tempo em que os vikings dominavam os mares nórdicos. Já Ted Lundström e Fredrik Andersson seguem destruindo tudo na cozinha matadora da banda. Além disso, o gigante Johan Hegg continua sendo um dos melhores vocalistas que o estilo já teve, e mais uma vez destrói tudo literalmente neste CD, transmitindo todo o ódio e agressividade que o estilo exige.

Faixas como a poderosa e épica “War of Gods”, a agressiva “Destroyer of Universe” (com Hegg em sua melhor forma, e solos alucinantes) e a cadenciada “Wrath of the Norsemen”, com riffs bem na linha thrash metal, são apenas alguns exemplos de um álbum em que todas as músicas merecem destaque.

A arte gráfica (mais um trabalho do brilhante Tom Thiel) também é belíssima, tendo por base a temática viking sempre seguida pela banda. Além disso, a produção e gravação do material é soberba, sendo todo o trabalho realizado por Jens Bogren.

Se não bastasse toda a qualidade do disco em si, a versão nacional ainda vem com um DVD bônus com 33 (isso mesmo, trinta e três!!!!) músicas ao vivo, gravadas em shows realizados entre 28 e 31 de dezembro, na Alemanha, nos quais a banda apresenta seus 4 primeiros álbuns na íntegra, shows estes todos com gravação profissional, e qualidade excepcional.

Sem dúvida nenhuma, um dos melhores lançamentos de 2011, e um dos melhores CDs da bela discografia destes suecos. E se alguém conseguir encontrar algum defeito neste trabalho, por favor me avise, pois por mais que eu tentei, não consegui encontrar nenhum. Corra já atrás do seu antes que a versão nacional se esgote.

Surtur Rising – Amon Amarth
(2011 – Paranoid Records - Nacional)

Formação:
Johan Hegg - Vocal
Johan Söderberg - Guitarra
Olavi Mikkonen - Guitarra
Ted Lundström - Baixo
Fredrik Andersson - Bateria

Track List:

CD:
1. War of the Gods
2. Töck s Taunt - Loke s Treachery Part II
3. Destroyer of the Universe
4. Slaves of Fear
5. Live Without Regrets
6. The Last Stand of Frej
7. For Victory or Death
8. Wrath of the Norsemen
9. A Beast Am I
10. Doom Over Dead Man

DVD:
1. Ride for Vengeance
2. The Dragons Flight Across the Waves
3. Without Fear
4. Victorious March
5. Friends of the Suncross
6. Abandoned
7. Amon Amarth
8. Once Sent From the Golden Hall
9. Bleed for Ancient Gods
10. The Last With Pagan Blood
11. North Sea Storm
12. Avenger
13. God, His Son and Holy Whore
14. Metalwrath
15. Legend of a Banished Man
16. Bastards of a Lying Breed
17. Masters of War
18. The Sound of Eight Hooves
19. Risen from the Sea
20. As Long as the Raven Flies
21. A Fury Divine
22. Annihilation of Hammerfest
23. The Fall Through Ginnungagap
24. Releasing Surtur s Fire
25. Death in Fire
26. For the Stabwounds in Our Backs
27. Where Silent Gods Stand Guard
28. Versus the World
29. Across the Rainbow Bridge
30. Down the Slopes of Death
31. Thousand Years of Oppression
32. Bloodshed
33. And Soon the World Will Cease to Be

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Amon AmarthAmon Amarth
"É impossível viver de música hoje em dia"

290 acessosAmon Amarth: The Crusher e Versus the World relançados em vinil1093 acessosAmon Amarth e Abbath: extensa tour pela América Latina0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Amon Amarth"

Amon AmarthAmon Amarth
"É impossível viver de música hoje em dia"

Metal HammerMetal Hammer
As melhores músicas da história do Death Metal

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Amon Amarth"

Guns N RosesGuns N' Roses
Axl diz que Slash é um "câncer que é melhor ser removido"

PittyPitty
Música "Me Adora" é censurada em programa da Globo

Lenny KravitzLenny Kravitz
Cantor rasga as calças em show e mostra o cambão

5000 acessosFotos de Infância: Slayer5000 acessosHard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 15000 acessosGuitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn5000 acessosMotörhead: "Os Beatles mudaram o jeito de se ver as coisas"5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?5000 acessosNirvana: assista o clipe "Heart Shaped Box" sem cortes

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online