Resenha - Eye Of The Tiger - Survivor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo
Enviar Correções  


Ta! Ta-ta-ta! Ta-ta-ta! Ta-ta-tannnnnnnn! Sim, meus amigos, o mega hit dos anos 80 e música de abertura do Boxe e do inesquecível Rocky III, está aqui nesse genial disco de 1982, que mudaria definitivamente os padrões de som dos anos 80 e levaria o Survivor ao estrelato! Eye Of The Tiger é sem sombra de dúvida, a obra-prima da era Dave Bickler, e não é pra menos! Ladies and gentleman, acomodem-se em seus lugares e acompanhem a resenha round a round dessa obra-prima.

publicidade

Round I: dim-dim-dim! Soa o gongo e começa o embate: "Eye Of The Tiger" chega destruindo e aplicando uma ótima direita no oponente, com um impacto vibrante e impressionante! O adversário logo revida com um ótimo gancho de "Feels Like Love", com uma batida contagiante, e um lindo solo, deixando o adversário preocupado! O adversário segura as pontas como pode em "Hesitation Dance", diminuindo o ritmo de seus ataques e se defendendo mais. O solo de guitarra impecável coloca o oponente contra as cordas! Soa o gongo! Fim do primeiro round!

publicidade

Round II: dim-dim-dim! Os adversários reiniciam apenas aquecendo com "The One That Really Matters", até aqui, ninguém é de ninguém. A luta fica na mesma, com a balada "I'm Not That Man Anymore", parece que ninguém quer tomar a iniciativa, mas o adversário manda um solo de guitarra que esquenta o clima um pouco, e prepara terreno para a ótima "Children Of The Night", esquentando o embate novamente. Agora ambos já estão se olhando e procurando falhas na defesa, atacando mais. Os coros de backing fazem a adrenalina subir, e mais uma vez um solo matador esquenta o clima novamente. Soa novamente o gongo.

publicidade

Round III: dim-dim-dim! Os adversários parecem que amoleceram de novo, pois a lenta balada "Ever Since The World Began" pode ser bonita, mas não decola, deixando tudo na mesma. Porém, chegou o momento da verdade, parece que dessa vez, ou vai ou racha! O adversário aplica um forte gancho em "American Heartbeat", deixando o oponente desestabilizado e sem noção, parece que está tudo ganho! Os sintentizadores tem uma constante paricipação nesse momento decisivo, e colocam todo seu potencial a favor da vitória. Porém o adversário não está tão perdido quanto se pensa e reage numa última tentativa com "Silver Girl", uma cadência country misturada com pop e solos de guitarras muito bem colocados.

publicidade

Quem sai ganhando nessa, é o ouvinte, que tem em mãos um ótimo registro dessa formidável banda dos anos 80. Fim de combate, e não há perdedores, só ganhadores!

FRANKIE SULLIVAN(G, Vo)
JIM PETERIK(G, Key, Vo)
DAVE BICKLER(Lead Vo, Key)
STEPHAN ELLIS(B)
MARC DROUBAY(Dr)

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Mundo AOR: dicas de álbuns do gênero para se ouvirMundo AOR
Dicas de álbuns do gênero para se ouvir

Rocky III: Queen não cedeu canção para Sylvester StalloneRocky III
Queen não cedeu canção para Sylvester Stallone


Heavy Metal: quais as 10 melhores vozes da história?Heavy Metal
Quais as 10 melhores vozes da história?

Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback


Sobre Ricardo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin