Resenha - Life Is Peachy - Korn

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago
Enviar Correções  

9

Bem, eu sei que a maioria esmagadora dos visitantes desse site odeiam Korn. Talvez porque eles tenham sido uma das bandas pioneiras no estilo Nu Metal, ou talvez porque eles tiveram uma época de grande aparecimento na mídia (entre 98 e 2000). Mas o que importa é que o Korn é, com certeza, uma banda original, que conseguiu fazer um som pesado sem precisar copiar as antigas bandas de heavy metal.
Life Is Peachy é o segundo álbum da banda. Após o lançamento do primeiro álbum (auto-intitulado, de 1994), os fãs duvidavam que o Korn iria conseguir o mesmo sucesso. Porém, após o lançamento, em 1996, Life Is Peachy se mostrou uma surpresa agradável. São 14 músicas, e eis o review de cada uma:

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

1. Twist: Essa música foi uma resposta de Johnatan Davis (vocalista) àqueles que criticaram o fato da música 'Ball Tongue', do primeiro álbum, não possuir letra e sim 'sons guturais'. Twist tem 49 segundos, com vocais que lembram o Taz e um instrumental bem quebrado. Ótima abertura.

2. Chi: Essa música fala sobre o envolvimento de Johnatan com as drogas. A letra é ótima, e o instrumental é bem variado. A quebra no meio e os gritos desesperados do vocalista são bem marcantes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3. Lost: Uma música onde o baixo e a bateria predominam na maior parte do tempo. A letra fala sobre ser abandonado pelo seu melhor amigo quando este arranja uma namorada. É uma ótima música, que segue bem o estilo do Korn.

4. Swallow: Mais uma vez, sobre drogas e álcool. Típica música do Korn, pesada com intervalos de vocal melódico.

5. Porno Creep: Única faixa 'instrumental' do Korn. É basicamente baixo e bateria, com alguns fills da guitarra e Jonathan murmurando algumas palavras no fundo.

publicidade

6. Good God: Uma das melhores músicas de toda a carreira da banda. Totalmente agressiva, com uma letra inacreditável e vocais muito putos. A intensidade do vocal de Johnatan no meio da música impressiona.

7. Mr. Rogers: Uma faixa mais sentimental, onde Johnatan fala sobre um programa de TV que assistia durante sua infância... uma faixa cheia de ódio e peso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

8. [email protected]#o%!: Essa faixa é um dicionário de A a Z de palavrões em inglês. Eles enviaram essa música prá uma rádio, dizendo que era o novo single da banda. Óbvio que era mentira, pois a rádio americana iria censurar a música inteira. Possui um ritmo típico do Korn, e é bem divertida.

9. No Place To Hide: Um ritmo bem calmo na maior parte da música, e uma letra que fala sobre como Jonathan se abriu nas letras do Korn. Bem legal de ouvir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

10. Wicked: Faixa com participação de Chino Moreno, dos Deftones. É uma faixa muito bem humorada, com vocais de rap na maior parte do tempo (cantado por Chino) e um refrão explosivo, com vocais típicos de Jonathan. Bem engraçada...

11. A.D.I.D.A.S.: Uma das músicas mais conhecidas, A.D.I.D.A.S. faz uma sátira à marca esportiva ADIDAS (All Day I Dream About Sports). A música fala sobre um pervertido que passa o dia se masturbando, por isso o título 'All Day I Dream About Sex'. Ótima música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

12. Lowrider: Originalmente escrita por War, essa faixa tem apenas 58 segundos e é cantada pelo guitarrista Head. Johnatan toca gaita de foles (comum em algumas faixas do Korn).

13. Ass Itch: Música bem do estilo do Korn, com uma letra original e vocais diversificados. As guitarras são a parte forte dessa música.

14. Kill You: Com certeza é a mais forte do disco. A letra fala sobre a madrasta de Johnatan, que o humilhava quando ele era criança. Então, ele desenvolveu um 'fetiche' de transar com ela e matá-la em seguida. A banda dá um clima extremamente intenso à essa música, e o vocal extremamente sentimental de Johnatan no final da música dá um clima sombrio... após o fim da música e alguns minutos de silêncio, começa uma versão acapella de Twist, que é bem interessante.

Resumindo, é um grande álbum de música pesada. Podem rotular do que quiserem, mas este álbum merece ser ouvido ao menos uma vez.

Integrantes:
Johnatan Davis - Vocal e Gaita de Fole
Munky - Guitarra
Head - Guitarra e Vocais
Fieldy - Baixo
David Silveira - Bateria

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metal Hammer: os melhores discos de rock e metal lançados em 2002Metal Hammer
Os melhores discos de rock e metal lançados em 2002

Lista: rock para ouvir usando bermuda camuflada e tênis de skatistaLista
Rock para ouvir usando bermuda camuflada e tênis de skatista

Metal Hammer: os 10 melhores álbuns de rock e metal lançados em 1998Metal Hammer
Os 10 melhores álbuns de rock e metal lançados em 1998

Korn: banda divulga cover de música escrita por artista countryKorn
Banda divulga cover de música escrita por artista country


Metal Hammer: Vocalistas com infâncias problemáticasMetal Hammer
Vocalistas com infâncias problemáticas

Metal Hammer: o ano de 1999 marcou o fundo do poço do metal?Metal Hammer
O ano de 1999 marcou o fundo do poço do metal?


G.G. Allin: o extremo dos extremosG.G. Allin
O extremo dos extremos

Rob Halford: Ninguém escolhe ser GayRob Halford
"Ninguém escolhe ser Gay"


Sobre Thiago

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336 Cli336 WhiFin Cli336 Cli336 Cli336 CliIL Cli336