Resenha - 7th Song - Steve Vai

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ana Therezo e Thiago Sarks
Enviar correções  |  Ver Acessos


Reuna todos os álbuns de Steve Vai, desde "Flex-Able" à "The Ultra Zone", toque a sétima faixa de cada um e você terá "The 7th Song" - uma seleção dos 16 anos da carreira de um dos melhores guitarristas da atualidade.

Capas de álbuns: algumas curiosidades e históriasSeparados no nascimento: Robert Plant e Patrícia Pillar

Já no encarte, Steve Vai relata que sempre reservou a sétima faixa para as músicas sentimentais, que na opinião dele expressavam mais do que simplesmente sua técnica apurada. Místico, ele ainda afirma que o número "7" considerado mágico pela numerologia, não poderia deixar de ser o eleito para apresentar suas mais profundas criações.

O CD também conta com 3 músicas inéditas: "Melissas's Garden", "The Wall Of Light" e "Boston Rain Melody", além de "Christmas Time Is Here" da coletânea "Merry Axemas: A Guitar Christmas" - um presente do artista à seus fãs, devido a proximidade entre a data de lançamento do CD e o Natal.

Melissa's Garden - Não é atoa que entre as três músicas inéditas, essa foi a escolhida para ser a faixa de número sete. "Melissa's Garden" entra facilmente entre as melhores músicas da carreira de Steve Vai. As melodias feitas no violão e na guitarra dão um toque mágico à composição, deixam-na completa. Os arranjos e a produção são formidáveis e enfatizam mais a idéia de algo grandioso. Ao mesmo tempo, envolvido em toda essa grandiosidade, fica claro aquele lado mais 'emocional' e simples que são característicos de Steve Vai.

The Wall Of Light - A primeira audição não me agradou muito. Talvez pelos 'efeitos' usados e pelo estilo, que chega bem perto do New Age. Porém, ouvindo pela segunda vez e daí por diante, comecei a notar detalhes que me encantaram. Não é a melhor música do álbum, não chega nem perto. Porém, é a que mais se incorpora à misticidade que envolve "The 7th Song". Uma música atmosférica, 'climática', bem interessante.

Boston Rain Melody - Essa é daquelas músicas que você ouve e sabe que é Steve Vai. Tem o estilo e o nome dele estampados em cada nota. A técnica, de alternadas a tappings, como sempre é impressionante. E tem aquela coisa que só grandes guitarristas sabem fazer: usar técnica avançada, sem perder a idéia e o segmento das harmonias. Resumindo, sem exageros, na medida certa.

Para fechar o álbum com chave de ouro vem como bônus, a belíssima "Hey Hey", que não consta entre as músicas presentes, faz parte da mesma faixa que "Boston Rain Melody" e conta com mais de quatro minutos de duração.

Detalhe: Um número limitado de CDs (777) foram autografados e numerados por Steve Vai, a venda desses exemplares foi feita através do site oficial - http://www.vai.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Steve Vai"


Steve Vai: não quis ficar com Ozzy pra não ter que tocar ParanoidSteve Vai
Não quis ficar com Ozzy pra não ter que tocar Paranoid

Michael Angelo Batio: por que ele recusou duelo de guitarra com Steve VaiMichael Angelo Batio
Por que ele recusou duelo de guitarra com Steve Vai

Nita Strauss: o emocionante momento em que ela conhece Steve Vai e sua vida mudaNita Strauss
O emocionante momento em que ela conhece Steve Vai e sua vida muda


Capas de álbuns: algumas curiosidades e históriasCapas de álbuns
Algumas curiosidades e histórias

Separados no nascimento: Robert Plant e Patrícia PillarSeparados no nascimento
Robert Plant e Patrícia Pillar

Iron Maiden: curiosidades sobre o The Number Of The BeastIron Maiden
Curiosidades sobre o "The Number Of The Beast"

Metal sueco: site elege as dez melhores bandas da SuéciaMetal sueco
Site elege as dez melhores bandas da Suécia

Dimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músicoDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida e a morte do músico

Nirvana: amigo de Kurt relata o que Novoselic lhe disse no dia 05 de abril de 1994Nirvana
Amigo de Kurt relata o que Novoselic lhe disse no dia 05 de abril de 1994

Metallica: por que Trujillo toca baixo com os dedos?Metallica
Por que Trujillo toca baixo com os dedos?


Sobre Ana Therezo e Thiago Sarks

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336