Matérias Mais Lidas

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagem"Não existe esta coisa de New Wave of British Heavy Metal", diz Paul Di'Anno

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemMarky Ramone sobre o CBGB: "Era como um lixão, mas era o nosso lixão"

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagemA opinião sincera de Lemmy Kilmister sobre os Beatles e os Rolling Stones

imagemEdu Falaschi e as versões de "Bleeding Heart" que "dá uma tristezinha" de ouvir

imagemVídeo mostra o Guns N' Roses novamente tocando "Back in Black" do AC/DC


In-Edit

Ricardo Iorio: resenha do metaleiro argentino

Por Sergio A. Espindola
Fonte: rock.com.ar
Em 17/09/14

HORACIO RICARDO IORIO (52 anos) é um artista com extensa experiência no metal argentino, trabalhando desde 1978 até atualidade, gravando 24 álbuns oficiais e inúmeras participações especiais.

Ele começou sua carreira musical como baixista do V8, grupo que ele fundou com CHOFA RICARDO MORENO. O grupo teve algumas mudanças de membros, e se separou em 1987, quando então ele formou o HERMÉTICA, onde tornou-se o principal compositor e letrista exclusivo além de cantar de vez em quando. HERMÉTICA se separou em 1994, e depois IORIO formou o grupo ALMAFUERTE, onde ele se estabeleceu como cantor e baixista. Mais tarde desistiu do baixo e se tornaria apenas cantor.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

IORIO é um músico politizado com uma visão nacionalista e patriota, o que muitas vezes causou problemas para ele por suas opiniões e declarações fortes. Foi tachado de "antissemita" no ano 2000 por uma declaração para a revista Rolling Stones na qual ele falou o seguinte:

"Eu acho que devem haver poucas pessoas que não são judias que sabem tanto sobre o judaísmo como eu. E se há algo que eu valorizo na minha nação é a liberdade de culto. A liberdade de culto é boa para a ordem social. O que acontece é que precisamos de tempo de desenvolvimento. Somos uma sociedade que se tornou independente da Espanha, apenas a 200 anos atrás. Mas eu não sou contra ninguém. Sou a favor de todos. Eu prefiro os pecadores ao invés de santos, sim. Mais é bom ter diversidade religiosa. Se você não é judeu, não me venha cantar "Hava Nagila" nas festas judias. E se você é judeu não me venha cantar o Hino Nacional, "la concha de tu madre!" (Xingamento típico Argentino). Entendeu? Cada leitão na sua teta tem seu jeito de mamar. O que eu não gosto é que a meu país tragam guerras internas de outros lares. E isso se evita sendo Argentino. Tomara os políticos entendam isto."
Revista Rolling Stone n.º 24, março de 2000

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Mais algumas declarações:

"Eu não sei o que é "a música", jamais estudei nada. O único que eu sei tocar são minhas músicas, nada mais. Por exemplo, se você me pede para tocar Queen, não posso, porque só sei tocar as músicas que eu crio. Além do mais, se eu encarei está história, foi por rebeldia, para me opor. Por isso, uma coisa é que você vá e estude e outra coisa é que você invente suas músicas sem saber o que é."
Revista Rock 'N' Shows, 1994

"Eu penso que a maior benção que uma pessoa pode ter é ser profeta na sua terra, e que em teu país esse movimento reconheça que você está fazendo parte da sua história. De nada me serviria ser um Boom no México e não poder tocar aqui nem em uma pizzaria."
Revista Madhouse, 1994

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Muitos acham que somos fascistas e não escutaram nossas músicas "reencarnacionistas", feitas por bravos. Almafuerte aposta na partida do ser humano, em ser guerreiro, não a ser puto, porque é muito fácil ser um puto."

"Ser nacionalista é estar orgulhoso de habitar este solo. Tem muitos que se vão a outros países para limpar banheiros e aqui não limpam nem o seu próprio."
Diario Clarín, 2001

CD’s, Bandas e alguns vídeos na carreira:

V8

Luchando por el metal (1983)
Un paso más en la batalla (1985)
El fin de los inicuos (1986)
No se rindan (1991)
Homenaje (1996)
Antología (2001)

HERMÉTICA

Hermética (1989)
Intérpretes (1990)
Acido argentino (1991)
En vivo en Argentina (1993)
Víctimas del Vaciamiento (1994)
En Concierto Parte II (1995)
En Concierto Parte I (1995)
Lo último, en vivo (1995)

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

ALMAFUERTE

Mundo guanaco (1995)
Del entorno (1996)
En vida (1997)
Almafuerte (1998)
Profeta en su tierra (1998)
A fondo blanco (1999)
Piedra libre (2001)
En vivo, Obras 2001 (2001)
Ultimando (2003)
10 años (2005)
Toro y pampa (2006)
En vivo en Obras 2008 (2009)
Trillando la fina (2012)

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Sergio A. Espindola

Sou Argentino, moro no Rio a 10 anos e sou fã de The Ramones, mas sou amante do bom e velho Rock!

Mais matérias de Sergio A. Espindola.