The Beatles: E se o grupo não tivesse existido?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Luiz Otávio D. Pinheiro, Fonte: Studio41
Enviar correções  |  Comentários  | 

James, Richard, Harold e Winston. Como seriam suas carreiras de músicos?

158 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música5000 acessosVoz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)

Num exercício de imaginação, com base em tudo que tive oportunidade de conhecer e pesquisar em relação aos Beatles, apresento (e justifico) um exercício de realidade alternativa, uma espécie de “futurologia perdida” – o que poderia ter sido se assim não fosse, tipo a abordagem utilizada no livro “O Homem do Castelo Alto” de Philip K. Dick. Caso os quatro FAB Four não tivessem acontecido como Beatles, o que eles teriam sido – supondo que seguiriam ganhando a vida como músicos:

James Paul McKartney – dos quatro é o mais fácil de se “colocar no forno”. Músico de vários instrumentos, com uma voz de ampla extensão e de afinação apuradíssima, compositor de belas baladas easy listen, ele seria uma espécie de Gilbert O´Sillivan.

Ringo (Richard Starkey)– Também não é difícil fazer uma estimativa. Compositor esporádico, baterista competente, cantor modesto, jamais seria líder de uma All Starr Band, nem teria a projeção que alcançou. Ringo seria um baterista.

George Harold Harrison – Se não tivesse sido um Beatle poderia ter sido uma espécie de John Forgety (líder do Cleadence). Guitarrista pesquisador de sons, compositor de músicas quase sempre “fora da caixa” e que nem por isso que deixavam de agradar, George teria uma carreira de prestígio entre os críticos e demais artístas e agradaria a um público seleto. Não seria um músico para multidões.

John Winston Lennon – Era um Fernando Pessoa da música. De certa forma, “Beatles como business” serviu para ele como um trilho para um trem desgovernado. Sem Beatles, Lennon seria o líder de sucessivas bandas, faria muitos insucessos tipo as músicas dos seus discos pos Beatle que tinham a marca dele como handcap para impulsionar nas paradas (marca contruída como Beatle). Era mais do que um músico e ser músico era pouco para ele. Era o que mais sairia “perdendo” (deixaria de ter ganho) tanto em termos de faturamento e prestígio, caso The Beatles não tivesse existido. Se viesse a “se envolver” com um Paul, um Brian Epstein e um George Martin, poderia fazer uma banda de vultoso sucesso, com qualquer bom guitarrista solo e um bom baterista.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

158 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música520 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural2655 acessosBeatles: Sgt Peppers em super box especial para fãs brasileiros1074 acessosDave Grohl: Paul McCartney quem indicou médico que curou a perna0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

BeatlesBeatles
Editores da Rolling Stone elegem 100 melhores

Oops!Oops!
Dez erros eternizados em gravações

John LennonJohn Lennon
Yoko Ono diz que ele tinha desejos bissexuais

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

VozVoz
10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas (Parte I)

AC/DCAC/DC
Isso sim é uma bela estrada para o inferno

Bandas IniciantesBandas Iniciantes
17 maneiras de assassinar sua carreira musical

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 20095000 acessosRock In Rio: por que ladrões agem menos no dia do Metal?5000 acessosSeparados no nascimento: Dave Mustaine e Mika Hakkinen5000 acessosAnos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs5000 acessosSTP: Comparar Weiland com Chester é comparar bebê com fisiculturista5000 acessosRhapsody: não somos uma banda de Heavy Metal, diz Luca Turilli

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 21 de junho de 2012

Sobre Luiz Otávio D. Pinheiro

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online