Draconian

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Site Oficial
Enviar Correções  

O DRACONIAN iniciou suas atividades em maio de 1994 na Suécia quando Johan Ericson (bateria e vocais), Andy Hindenäs (guitarra) e Jesper Stolpe (baixo e vocais) formaram uma banda de heavy/death metal melódico com influências black metal chamada KERBEROS. Sete meses depois, o vocalista e poeta, Anders Jacobsson entra na banda e mudam o nome para DRACONIAN.

Draconian: lyric video oficial de "Lustrous Heart", música do próximo discoHeavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregos

Nos meses seguintes, a banda trabalhou exaustivamente em sua primeira gravação demo intitulada "Shades of a Lost Moon", que foi lançada em fevereiro de 1996.

Em janeiro de 1997, o DRACONIAN grava sua segunda demo, "In Glorious Victory" mas decidem por não lançá-la devido ao descontentamento com relação à sua qualidade.

Pouco tempo depois o tecladista Andreas Karlsson entra para a banda e em agosto de 1999 o DRACONIAN entra no Studio Kuling para gravar sua terceira demo intitulada "The Closed Eye of Paradise", com tema obscuro e que falava sobre Lúcifer e seus anjos caídos, a verdadeira face de Deus e a próxima batalha.

Devido à má produção da demo, o DRACONIAN decidiu por melhorá-la e fazer várias alterações na gravação original e, um tempo depois, ela foi finalmente lançada.

A banda começou a se concentrar em criar algo novo e único e seu som ficou mais lento e mais obscuro. Gravaram então a demo "Frozen Features" disponibilizado tanto pela internet, quanto em formato em CD e em pouco tempo depois o baterista Andy Hindenäs sai da banda e é substituído por Jerry Torstensson.

No verão de 2002, é gravada a demo "Dark Oceans We Cry", primeiro trabalho da banda com a vocalista Lisa Johansson.
"Dark Oceans We Cry", recebeu ótimas críticas e rendeu ao DRACONIAN um contrato com a gravadora Napalm Records.

Em julho de 2003, é lançado "Where Lovers Mourn", primeiro álbum da banda.

Dois anos depois, a banda entra no estúdio Studio Underground em Västerås na Suécia para gravar seu segundo álbum e em janeiro de 2005, "Arcane Rain Fell" é lançado. Alguns meses depois, Magnus Bergström anuncia que está fora da banda e é rapidamente substituído por Magnus Bergström.

No início de 2006 é vez do baixista Jesper Stolpe anunciar sua saída devido ao nascimento de seu filho e este é substituído por Fredrik Johansson.

Em 2006, devido a pedido dos fãs, a banda lança um álbum bônus com regravações das faixas presentes na demo "The Closed Eyes of Paradise".

Ainda em 2006, é lançado o terceiro álbum intitulado "The Burning Halo" que foi considerado um dos melhores trabalhos já feitos pela banda.

Em setembro de 2007 começam as gravações do quarto álbum "Turning Season Within" e este é lançado em fevereiro de 2008 e agrada imediatamente a crítica especializada e os ouvintes mais exigentes, consolidando o DRACONIAN como uma das maiores bandas de doom metal da atualidade.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Draconian: lyric video oficial de "Lustrous Heart", música do próximo discoDraconian: banda sueca anuncia detalhes de seu próximo álbum

Metal Calcinha: onze bandas lideradas por mulheresMetal Calcinha
Onze bandas lideradas por mulheres


Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos

Simplicidade é para os falsos: o nome de banda mais complicado do mundoSimplicidade é para os falsos
O nome de banda mais complicado do mundo


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin