Tradução - Perfect Strangers - Deep Purple

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando P. Silva, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

"Perfect Strangers" é o décimo primeiro álbum de estúdio do Deep Purple. Foi lançado em novembro de 1984, marcando a volta de Gillan, Glover e Blackmore, retomando assim a formação clássica da banda, após a separação oficial em 76. Apesar da expectativa, "Perfect Strangers" ficou aquém dos grandes clássicos da banda, embora tenha obtido um bom número de vendas pela Europa e Estados Unidos.

[KNOCKING AT YOUR BACK DOOR]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Sweet Lucy was a dancer
But none of us would chance her
Because she was a Samurai
She made electric shadows
Beyond our fingertips
And none of us could reach that high
She came on like a teaser
I had to touch and please her
Enjoy a little paradise
The log was in my pocket
When Lucy met the Rockett
And she never knew the reason why

I can't deny it
With that smile on her face
It's not the kill
It's the thrill of the chase

Feel it coming
It's knocking at the door
You know it's no good running
It's not against the law
The point of no return
And now you know the score
And now you're learning
What's knocking at your back door

Sweet Nancy was so fancy
To get into her pantry
Had to be the aristocracy
The members that she toyed with
At her city club
Were something in diplomacy
So we put her on the hit list
Of a common cunning linguist
A master of many tongues
And now she eases gently
From her Austin to her Bentley
Suddenly she feels so young

[BATENDO NA SUA PORTA DOS FUNDOS]
(Blackmore/Glover/Gillan)

A doce Lucy era uma dançarina
Mas nenhum de nós teria uma chance com ela
Pois ela era um Samurai
Ela produzia sombras elétricas
Além da ponta de nossos dedos
E nenhum de nós poderia alcançar aquela altura
Ela veio toda provocante
Eu tive que tocá-la e satisfazê-la
Desfrutar um pequeno paraíso
O diário de bordo estava em meu bolso
Quando Lucy conheceu o Rockett
E ela nunca entendeu o por que

Eu não posso negá-la
Com aquele sorriso no rosto
Não é a matança
É o prazer da caçada

Sinta-a chegando
Está batendo na porta
Você sabe, não adianta fugir
Não é contra a lei
O ponto sem retorno
E agora você sabe o placar
E agora você sabe
O que está batendo na sua porta dos fundos

A doce Nancy era tão extravagante
Para entrar na despensa dela
Tinha que ser um aristocrata
Os membros com quem ela se divertia
No clube da sua cidade
Eram do tipo "alguma coisa em diplomacia"
Por isso nós a colocamos na lista negra
De um lingüista comum e esperto
Mestre de muitas línguas
E agora ela relaxa suavemente
Do Austin para o seu Bentley
Subitamente ela se sente tão jovem

[NOBODY'S HOME]
(Blackmore/Glover/Gillan/Lord/Paice)

Nothing I can do about it
Maybe I won't even try
Your will is determined
To kill any reason of mine

I see you coming
With that look in your eye
You act like a king
But you ain't got a nothing
In your mind

And now there's nobody home
My belly is aching
Your image is blown
Your lights are burning bright
But Nobody's Home

You talk about love and affection
If only you could
You're full of pride
But there's nothing inside
And you think you're so good

You know you got it coming to ya
All things return
You need me
It's not gonna be my concern

And now there's nobody home
Your message is changing
The children have grown
Your lights are burning bright
But nobody's home

I hear you crying
What can I say?
You get what you give so
Forgive me as I turn away

Nobody's home
A legend is dying
The seeds have been sown
Your lights are burning bright
But Nobody's Home

[NINGUÉM ESTÁ EM CASA]
(Blackmore/Glover/Gillan/Lord/Paice)

Nada que eu possa fazer a respeito
Talvez sequer tentarei
Sua vontade está determinada
A matar qualquer uma das minhas razões

Eu vejo você vindo
Com aquele olhar em seus olhos
Você age como um rei
Mas você não tem nada
Em sua mente

E agora não há ninguém em casa
Minha barriga está doendo
Sua imagem está arrebentada
Suas luzes estão queimando forte
Mas Ninguém Está em Casa

Você fala sobre amor e afeto
Se ao menos você pudesse
Você está cheia de orgulho
Mas não há nada dentro de você
E você pensa que você é tão boa

Você sabe que está chegando sua vez
Todas as coisas voltam
Você precisa de mim
Isso não será do meu interesse

E agora não há ninguém em casa
Sua mensagem está mudando
As crianças cresceram
Suas luzes estão queimando forte
Mas ninguém está em casa

Eu ouço você chorando
O que eu posso dizer?
Você recebe aquilo que você dá, então
Perdoe-me enquanto eu me afasto

Ninguém está em casa
Uma lenda está morrendo
As sementes foram semeadas
Suas luzes estão queimando forte
Mas Ninguém está em Casa

[MEAN STREAK]
(Blackmore/Glover/Gillan)

She came home last night
Rotten rolling drunk
She talks no sense
But she sound good
So she think
So I reached over and said Hello
Is there some planet you'd care to go?
And she said Venus on the rocks

She got a mean streak
Black Mamba don't compete
She got a mean streak
Temptation bitter sweet

She drives me crazy
Gets inside my brain
She spend my money down a drain
So I roll over for my reward
How much can I afford?
And she says
Just a little more

I can't take this no more
I tried so hard
But I can't get through the door
Because one smile from those eyes
And I stand there paralyzed
And she says
Beg for more get down sucka
You know what I like oh hang on

[TRAÇO MALIGNO]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Ela chegou em casa ontem à noite
Podre e rolando de bêbada
Ela fala coisas sem sentido
Mas ela parece bem
E ela acredita nisso
Então eu a alcancei e disse Olá
Há algum planeta que você queira ir?
E embaraçosa ela respondeu Vênus

Ela tem um traço maligno
Black Mamba* não chega perto
Ela tem um traço maligno
A doce e amarga tentação

Ela me deixa louco
Entra em minha mente
Ela gasta meu dinheiro à toa
E então eu peço minha recompensa
De quanto eu posso dispor?
E ela diz
Apenas um pouquinho mais

Eu não agüento mais isso
Eu tentei tanto
Mas não consigo atravessar a porta
Porque um sorriso vindo daqueles olhos
Já me deixa paralisado
E ela diz
Implore por mais, de joelhos otário
Você sabe do que eu gosto, oh insista

* Black Mamba = Espécie de cobra venenosa.

[PERFECT STRANGERS]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Can you remember
Remember my name
As I flow through your life
A thousand oceans I have flown
And cold spirits of ice
All my life
I am the echo of your past

I am returning
The echo of a point in time
Distant faces shine
A thousand warriors I have known
And laughing as the spirits appear
All your life
Shadows of another day

And if you hear me talking on the wind
You've got to understand
We must remain
Perfect Strangers

I know I must remain
Inside this silent well of sorrow

A strand of silver hanging through the sky
Touching more than you see
The voice of ages in your mind
Is aching with the dead of the night
Precious life
Your tears are lost in falling rain

And if you hear me talking on the wind
You've got to understand
We must remain
Perfect Strangers

[PERFEITOS ESTRANHOS]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Você consegue se lembrar
Se lembrar do meu nome
Enquanto eu fluo através da sua vida?
Milhares de oceanos eu sobrevoei
E os espíritos frios de gelo
Toda a minha vida
Eu sou o eco do seu passado

Estou retornando
O eco de um ponto no tempo
Rostos distantes brilham
Milhares de guerreiros eu conheci
E dou risada enquanto os espíritos aparecem
Toda a sua vida
Sombras de outro dia

E se você me ouvir falando no vento
Você precisa entender (que)
Devemos permanecer
Perfeitos Estranhos

Eu sei que devo permanecer
Dentro deste poço silencioso de agonia

Uma corda prateada pendurada pelo céu
Tocando mais do que você vê
A voz da idade em sua mente
Está doendo com a calada da noite
Vida preciosa
Suas lágrimas se perdem na chuva que cai

E se você me ouvir falando no vento
Você precisa entender (que)
Devemos permanecer
Perfeitos Estranhos

[UNDER THE GUN]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Infidel can you hear
Would be strange delight
I need you to give your sympathy tonight
When you hear what I say
Deeds I've done
Realize I've never lost and never won

I've got a feeling that it's never right
There was a reason but it's out of sight
It's going down somewhere tonight
Under the gun

Put death in my hand
Learn to fight
Who could care
If it's wrong or if it's right
We got no choice
Under command
We're ordered
To die or take this land

Stupid bastards and religious freaks
So safe in theirs castle keeps
They turn away as a mother weeps
Under the gun

When brave men fall
Under crimson skies
There's a sadness reflected
In a soldier's eyes
Tears will dry
For those I kill
Remember no more their names
But someone will

The only way to be victorious
Screw the fools who think it's glorious
Who gives a toss about the likes of us?
Under the gun

[NA MIRA DE UMA ARMA]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Infiel, você pode ouvir?
Seria um estranho prazer
Eu preciso de sua condolência hoje à noite
Quando você ouve o que eu digo
Os atos que eu fiz
Percebe-se que eu nunca perdi e nunca venci

Eu tenho um sentimento que nunca está certo
Havia uma razão mas ela está longe de vista
Está descendo em algum lugar esta noite
Na mira de uma arma

Coloque a morte em minha mão
Aprenda a lutar
Quem poderia se importar
Se isto é certo ou errado
Nós não temos escolha
Sob o comando
Nós somos ordenamos
A morrer ou tomar esta terra

Bastardos estúpidos e religiosos cretinos
Tão seguros em seus castelos
Eles dão as costas enquanto uma mãe chora
Na mira de uma arma

Quando homens valentes caem
Debaixo de céus carmesins
Há uma tristeza refletida
Nos olhos de um soldado
As lágrimas secarão
Por aqueles que eu mato
Não mais lembrarei de seus nomes
Mas alguém irá

O único jeito de ser vitorioso (é)
Esmagar os tolos que pensam que isto é glorioso
Quem se arrisca contra gente como nós?
Na mira de uma arma

[A GYPSY'S KISS]
(Blackmore/Glover/Gillan)

John San what you can
La la Janette dance in sand
What's the mystery my son
Gypsy Dan Caravan
Won Tun Wan with your Chinese fan
It's part of history my son

Murder and rape with your power
The 10th revolution in faraway days
It's come to this
A gypsy's kiss
All your power's gonna fade in the haze

Ya who Jumme Gae ya heed
The Senorita said
I'll drag yer lungs out through yer nose
Space truckers free and high
Teamsters get ya by and by
That should keep you on your toes

They got a gun at your head
But you ain't necessarily
Playing their game
They can't resist
A Gypsy's Kiss
All that's needed
To drive them insane

John Wayne The Alamo
Crazy Horse Geronimo
I'll smoke a piece with you
Mind Body Heart and Soul
We got Rock and Roll
And there's nothing they can do

Hear the small voice of truth
Above the shouting despair of the crowd
What do you wish?
A Gypsy's Kiss
Gets you strong for crying out loud

[O BEIJO DE UMA CIGANA]
(Blackmore/Glover/Gillan)

John San o que você pode
La la Janette dança na areia
Qual é o mistério meu filho?
Uma caravana cigana dinamarquesa
Won Tun Wan com seu leque chinês
Faz parte da história, meu filho

Assassinato e estupro com seu poder
A 10ª revolução em dias remotos
Está para vir
O beijo de uma cigana
Todo seu poder vai esmorecer na neblina

Você Jumme Gae, preste atenção
A senhorita disse
Eu arrancarei seus pulmões pelo seu nariz
Caminhoneiros do espaço, livres e altos
Os carroceiros pegarão você daqui a pouco
Isso deveria te manter em alerta

Eles apontaram uma arma para a sua cabeça
Mas você necessariamente não está
Fazendo o jogo deles
Eles não conseguem resistir
Ao Beijo de uma Cigana
Tudo aquilo que é necessário
Para deixá-los loucos

John Wayne, O Álamo
Cavalo Louco, Jerônimo!!!
Eu irei fumar um trago com você
Mente, Corpo, Coração e Alma
Nós temos o Rock and Roll
E não há nada que eles possam fazer

Ouça a pequena voz da verdade
Sobre a gritaria desesperada da multidão
O que você deseja?
O Beijo de uma Cigana
Te pega de jeito por todos os demônios

[WASTED SUNSET]
(Blackmore/Glover/Gillan)

The day is gone
When the angels come to stay
And all the silent whispers
Will be blown away
And lying in the corner
A pair of high heel shoes
Hanging on the wall
Gold and silver for the blues

One too many wasted sunsets
One too many for the road
And after dark the door is always open
Hoping someone else will show

Someone is waiting behind
An unlocked door
Grey circles overhead empties on the floor
The cracks in the walls
Have grown too long
The slow hand is dragging on
Afraid to meet the dawn

One too many wasted sunsets
One too many for the road
And after dark the door is always open
Hoping someone else will show
One too many for the road
And after dark the door is always open
Hoping someone else will show
One too many for the road
And after dark the door is always open
Hoping someone else will show
One too many for the road
And after dark the door is always open
Hoping someone else will show

[PÔR-DO-SOL NAO APROVEITADO]
(Blackmore/Glover/Gillan)

O dia se foi
Quando os anjos vieram para ficar
E todos os sussurros silenciosos
Serão soprados para longe
E encostado no canto
Um par de sapatos de salto alto
Pendurado na parede
Ouro e prata para a tristeza

Mais um pôr-do-sol não aproveitado
Mais um para a estrada
E após o anoitecer a porta está sempre aberta
Esperando que outra pessoa apareça

Alguém está esperando atrás de
Uma porta destrancada
Círculos cinzentos pairam vazios sobre o chão
As rachas nas paredes
Cresceram há muito tempo
A mão lenta está se esticando
Com medo de encontrar o amanhecer

Mais um pôr-do-sol não aproveitado
Mais um para a estrada
E após o anoitecer a porta está sempre aberta
Esperando que outra pessoa apareça
Mais um para a estrada
E após o anoitecer a porta está sempre aberta
Esperando que outra pessoa apareça
Mais um para a estrada
E após o anoitecer a porta está sempre aberta
Esperando que outra pessoa apareça
Mais um para a estrada
E após o anoitecer a porta está sempre aberta
Esperando que outra pessoa apareça

[HUNGRY DAZE]
(Blackmore/Glover/Gillan)

In a dark and sweaty room
In '69 tables turning
Dancing girls, silly girls
All kinds of girls and it was loud
Tuning up to madness
In the back room candles burning
Hippy throws the naked thunder
To the crowd
In the Hungry Daze

The long and lonely highway
Drags along it's going nowhere
Sickness and disease
And mad corruption
Something's going wrong
The mountain's getting cold
And lonely the trees are bare
We all came out to Montreux
But that's another song
You've heard it all before
In hungry daze

Along the Mountain Road
To do some drinking
And now we're mobile again
Different girls, laughing girls
Forever girls and it's so loud
The crew have lost again
They are beaten men
The winning team united
Living for the crowd

[TREMENDA PERPLEXIDADE]
(Blackmore/Glover/Gillan)

Em um quarto escuro e úmido
Em 69, mesas redondas
Garotas dançarinas, garotas ingênuas
Todos os tipos de garotas e estava barulho
Em sintonia com a loucura
No quarto dos fundos, velas queimando
Hippy lança o trovão despido
Para a multidão
Na tremenda perplexidade

A longa e solitária estrada
Arrasta-se adiante, ela não vai a lugar algum
Enjôo e doença
E a corrupção insana
Algo que está saindo errado
A montanha está esfriando
E solitárias as árvores estão sem folhas
Todos nós saímos para Montreux
Mas essa é outra canção
Você já ouviu tudo isso antes
Na tremenda perplexidade

Ao longo da Estrada da Montanha
Para fazer alguma bebida
E agora somos itinerantes novamente
Garotas diferentes, garotas sorridentes
Garotas eternas e há muito barulho
A tripulação se perdeu novamente
Eles são os homens derrotados
A equipe vencedora unida
Vivendo pela multidão

DEEP PURPLE:
Ian Gillan - Vocais
Ritchie Blackmore - Guitarra
Roger Glover - Baixo
Jon Lord - Teclados
Ian Paice - Bateria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Álbuns TraduzidosTodas as matérias sobre "Deep Purple"


Regis Tadeu: Deep Purple, os plágios do Black Sabbath e muito maisHeavy Lero 134: Whitesnake por Gastão e Clemente (vídeo)Entrevista: Martin Popoff, a máquina de escrever do rock/metal

Grandes covers: cinco versões para a clássica Smoke On The Water,Grandes covers
Cinco versões para a clássica "Smoke On The Water",

Europe: nome da banda surgiu com inspiração no Deep PurpleEurope
Nome da banda surgiu com inspiração no Deep Purple

Deep Purple: Coverdale diz que tentou reunião com BlackmoreDeep Purple
Coverdale diz que tentou reunião com Blackmore

Deep Purple: Análise técnica da voz de Ian GillanDeep Purple
Análise técnica da voz de Ian Gillan

Ritchie Blackmore: voltar ao rock foi legal, mas...Ritchie Blackmore
Voltar ao rock foi legal, mas...


Spin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os temposSpin
Os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Slayer: Kerry King explica como se deve balançar a cabeçaSlayer
Kerry King explica como se deve balançar a cabeça

Rob Halford: 11 coisas que você não sabia sobre eleRob Halford
11 coisas que você não sabia sobre ele

Roqueiro poser: 100 regras essenciais para se tornar umRoqueiro poser
100 regras essenciais para se tornar um

Dave Mustaine: não pratico mais guitarra, me preservo para as turnêsDave Mustaine
Não pratico mais guitarra, me preservo para as turnês

Derek Sherinian: comentários sobre Kiss e Yngwie MalmsteenDerek Sherinian
Comentários sobre Kiss e Yngwie Malmsteen


Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor.

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336