Dani Filth: "Nada me fascina mais que a religião!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Ferraresso, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


O frontman do CRADLE OF FILTH, Dani Filth, concedeu em abril de 2007 uma rápida entrevista para o site Cambridge-news.co.uk.
5000 acessosFatos Desconhecidos: personalidades que fizeram pacto com o diabo5000 acessosGuitarristas: os maiores do Hard & Heavy segundo a revista Burnn

Cambridge-news.co.uk: Sempre existiu um lado teatral nas apresentações do CRADLE OF FILTH. De onde vem essa inspiração?

Filth: O musical "The War of the Worlds" sempre foi um dos meus álbums preferidos, e recentemente eu fui abordado pelo Jeff Wayne, para estar em uma nova produção. Eu acabei não podendo participar, porque estávamos muito ocupados. Aquele álbum é muito influente para mim, pois tem um grande senso de drama e magnetismo. São coisas que tentamos fazer nos álbuns “Cruelty and the Beast” e “Damnation and a Day”, que foi baseado no “Paradise Lost” de Milton. Isso diz muito sobre o CRADLE OF FILTH.

Cambridge-news.co.uk: No palco, você aparenta ser um “louco assustador”. O quanto disso faz parte do show em si?

Filth: As pessoas geralmente se espantam com nossas boas maneiras, e como somos educados quando nos conhecem pessoalmente. Mas de vez em quando o que queremos é botar pra quebrar e suar um pouco.

Cambridge-news.co.uk: Você tem sido criticado por alguns tipos religiosos, pela suposta “natureza satânica” de suas letras. O que você acha disso?

Filth: As pessoas nos chamam de Satânicos, mas a verdade é que chamam de Satânico tudo aquilo que não conhecem. Satã é apenas um espantalho impedindo as pessoas de conhecer religiões mais verdadeiras e antigas. Eu acho que as pessoas iam ficar mais chocadas se me vissem de cabelo curto e de terno Vitoriano fazendo o “War Of The Worlds”, do que cuspindo fogo e trucidando um bode, como todas elas presumem que eu faça.

Cambridge-news.co.uk: O que você realmente acha da religião?

Filth: É a coisa que mais nos fascina. Eu tenho uma casa na Índia, que é um lugar para onde costumo fugir. Eu estou bem interessado em ‘emprestar’ atributos do Hinduismo, Paganismo e outras coisas do tipo. Pegar coisas de diferentes tipos de religião faz sentido pra mim. Todos os homens e mulheres são únicos em sua própria noção de certo e errado, que acreditam que os sistemas deveriam também ser, então essas pessoas não deveriam ter ninguém lhes dizendo em que acreditar. Obviamente não é tão simples quanto o Catolicismo, que é preto e branco. Se você comer um ou dois biscoitos você vai para o inferno e pronto. Esse é um sistema ridículo e infantil, do qual milhões de pessoas fazem parte.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 30 de abril de 2013
Post de 18 de maio de 2014

Fatos DesconhecidosFatos Desconhecidos
Personalidades que supostamente fizeram pacto com o diabo

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Satanismo e Ocultismo"

Qual a verdade?Qual a verdade?
O polêmico encontro de Glen Benton e Euronymous

Cradle Of FilthCradle Of Filth
Dani Filth comenta sua relação com o Ocultismo

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
"Esta coisa de Black Metal me faz rir!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Satanismo e Ocultismo"0 acessosTodas as matérias sobre "Cradle Of Filth"

BurnnBurnn
Os maiores guitarristas Hard & Heavy da história

AnittaAnitta
"Eu era roqueira. Comecei no funk por destino."

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"

5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosMetallica: NME elege as 10 melhores músicas do grupo5000 acessosFotos de Infância: Cradle Of Filth5000 acessosAngela Gossow: Não existe deus! Simplesmente lide com isso!5000 acessosMetallica: o que rola nas playlists de James e Lars?5000 acessosNinguém é perfeito: os 25 piores álbuns feitos por bandas lendárias

Sobre Marcelo Ferraresso

Do Blues norte-americano, passando pelo Jazz Fusion, Rock Progressivo e chegando até o Metal Extremo, acredita que a música possui apenas dois rótulos importantes: boa e ruim.

Mais matérias de Marcelo Ferraresso no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online