Michael Anthony: como é trabalhar com Hagar e Satriani?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar Correções  

O Bravewords.com recentemente conversou com o lendário baixista Michael Anthony (CHICKENFOOT, ex-VAN HALEN), sobre um número diverso de tópicos, mas principalmente sobre a sua nova banda com Sammy Hagar, JOE SATRIANI e Chad Smith. Confira os principais trechos abaixo:

O CHICKENFOOT soprou um pouco de vida em você enquanto artista de estúdio e ao vivo?

Anthony: "E também como um ser humano! Ele te leva ao passado e você lembra o porquê entrou nestes negócios e o que você estava fazendo em primeiro lugar, que é fazer música e se divertir, fazer isso para os fãs. É óbvio que toda nossa carreira e tudo o que passamos deram a nós a luxúria de poder fazer apenas isso. Ter um bom tempo com isso e não ter que escrever hits, fazer dinheiro e isso e aquilo. Apenas queremos fazer isso para nossos fãs e para nós mesmos".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com o CHICKENFOOT perto de ser uma banda ativa, você está se perguntando por que não fez isso mais cedo?

Anthony: "(Risos) Sim, mas você sabe que isso não foi uma coisa forçada e essa é a beleza disso. Chad, Sammy e eu ensaiamos várias vezes no clube em Cabo San Lucas e foi lá onde o nome CHICKENFOOT apareceu pela primeira vez, pois foi o que nos chamou até lá. Foi em torno de um ano e meio atrás, no Super Bowl Sunday do ano passado, e Sammy estava tocando em Vegas e queríamos fazer algo diferente como bis. Ele tinha sua banda, o THE WABOS, tocando e ele convidou Chad e eu para o palco. Ele disse, 'Venham aqui e vamos ensaiar algumas músicas'. Então ele decidiu chamar Joe pois ele queria fazer o CHICKENFOOT. Ele disse 'Vamos arrumar um guitarrista apropriado. Eu posso fazer isso (tocar guitarra) e cantar, mas vamos arrumar um guitarrista que irá explodir a mente de todos e eu posso cantar'. Ele chamou Joe e ele disse 'Claro', então fomos juntos ensaiar. Fazer isso pela primeira vez de frente a um público ao vivo - você tem aquela gratificação instantânea, pois o local foi à loucura. Cabo Wabo é um grande lugar para ficarmos juntos, e muitos músicos vão lá para ensaiar, de KENNY CHESNEY a TED NUGENT, e isso é algo legal. É um tipo de lugar legal quando os músicos vão até lá e querem subir no palco e ensaiar, é legal e não tem nenhuma pressão".

Para ser honesto, de fora a conexão entre você e Hagar, o CHICKENFOOT pegou os fãs de surpresa... especialmente o nome! Pensávamos que Satriani estava contente com sua carreira solo, e Smith podia ser visto um pouco fora de sua zona de conforto? Mas as peças se encaixaram perfeitamente.

Anthony: "Quando você lê pela primeira vez sobre isso e escuta, parece ser um emparelhamento improvável. Mas Joe sempre quis colocar junto uma banda com um músico, e eu estava certo que ele lhe diria que ele não tem que ficar pensando o tempo inteiro em tomar conta das melodias e outras coisas. Acho que isso irá explodir a mente de muitas pessoas, pessoas essas que não olhavam ele como um verdadeiro guitarrista de rock, mas sim como um instrumentalista que faz jazz, blues e todo o tipo de coisa grande, pois ele toca todo o espectro das músicas. Acho que ele estava realmente procurando por algo como isso. Quando nós entramos no estúdio pela primeira vez e começamos a ensaiar tivemos um ótimo momento. Ele veio com algumas ideias de músicas aqui e ali, foi bastante legal. E Chad é um roqueiro de Detroit, é aí que seu coração realmente não importa-se com o que ele fez com o Chilis. Ele traz um elemento de funk para alguns dos materias que fazemos, e tocar com ele nas seções de ritmo me inspira a fazer materiais diferentes. Quando as pessoas escutarem isso pela primeira vez acho que eles ficarão surpresos em como isso tudo se combina".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quais são as principais diferenças em trabalhar com Satriani ao invés de Eddie?

Anthony: "Os dois são grandes guitarristas e Eddie é um grande inovador. Tocando com Joe eu viajo pois ele tem um grande conhecimento e entendimento e pode tocar praticamente tudo na música. A única coisa que eu ainda não ouvi ele tocar foi reggae! É realmente legal e novamente bastante inspirador, e isso me leva a pensar em coisas para tocar. Apenas ensaiando - eu tinha Joe de um lado e Chad do outro. Meu maxilar estava no chão tocando com esses caras ao vivo e no estúdio. Estou maravilhado, é muito legal".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E é ótimo ver Hagar realmente tocar de novo, faz você se esquecer de sua posição no WABO.

Anthony: "Sim e o que é realmente legal é que há uma diferença em cada música. Não é como se tudo soasse o mesmo. Eu penso que Sammy estava pensando em algo um pouco diferente e em retornar às suas raízes do rock. Com o WABOS é mais o som e o estilo de vida da fronteira. Isso é uma festa e eu passei um ótimo tempo ensaiando com ele, acho que o mais engraçado para mim foi ver Sammy no palco com calças compridas! Pois não sei há quantos anos eu só o vejo com shorts! Estamos usando calças e estamos tocando! Não estamos fazendo coisas de Cabo Wabo, estamos tocando rock!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fique atento à parte II da entrevista, quando Anthony irá explicar a setlist dos shows ao vivo do CHICKENFOOT e seu relacionamento com os irmãos Van Halen!

A entrevista completa pode ser lida neste local (em inglês).




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Indústria: 17 coisas que bandas novas simplesmente não entendemIndústria
17 coisas que bandas novas simplesmente não entendem

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Goo336 GooAdHor Cli336 Goo336 Goo336