Rockin' The World Web Zine: Elvis Presley Cover Gospel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nelson Paschoa, Fonte: Rockin' The World Web Zine
Enviar correções  |  Ver Acessos

Por Nelson Paschoa

Mesmo passados mais de 30 anos da morte de ELVIA PRESLEY, ainda hoje o mundo reconhece o tamanho de sua importância na música, sobre tudo no rock.

Sua performance, figurino e principalmente talento e criatividade há décadas influência cantores pelo mundo todo. Outro ponto importante na vida de Elvis, é que ele sempre deixou clara sua fé, seja por declarações diretas, seja em muitas de suas músicas.

Aqui no Brasil, além de muitos fãs, alguns artistas investiram boa parte de suas vidas em carreiras dedicadas ao Elvis Presley. Entre eles encontra-se o pastor NICK OROS também conhecido como pastor Elvis.

Nick, não é um simples cover de Elvis, pois apresenta uma versão de Elvis pouco difundida na grande mídia. Apresenta um Elvis que reconhecia Jesus Cristo como provedor de seu talento e Lhe dedicou muitas de suas criações.

Em nossa conversa com o pr. Elvis, ele nos conta um pouco sobre sua vida e carreira como Elvis Presley Gospel.

Nelson Paschoa - Já há muito tempo que você interpreta Elvis. Como começou essa vida de fã e de artista cover do maior nome da história do rock?

Nick - Eu conheci o Elvis em 1976, um ano antes de ele morrer, foi paixão a primeira ouvida, depois pela figura dele. Passaram-se muitos anos e em 1991, tomei a decisão de largar a idolatria ao Elvis. É como um viciado que resolve largar o vício. Não foi fácil, foi mais uma maquiagem externa, do que uma verdadeira libertação.

Em 1992, ganhei o concurso de melhor intérprete de Elvis do Brasil, cantando um gospel ("How Great Thou Art" - Grandioso és Tu). Em 1998, gravei um CD chamado "Gospel in Blues" e durante um ano de divulgação e apresentações, recebi uma promessa de Deus que eu teria um ministério poderoso com curas, restaurações, libertações e salvações. Muitas confirmações dessa promessa aconteceram.

No ano 2002, quase morri por uma grave enfermidade, mas Deus mais uma vez falou comigo dizendo que me curaria, e que realizaria na minha vida um ministério, o qual nem passaria pela minha cabeça, nem de ninguém e que realmente seria algo poderoso como anteriormente ele tinha me dito.

Isso realmente começou no final de 2006, numa festa sem pretensões ministeriais, mas resultou no início desse mover maravilhoso e um tanto quanto louco e impactante, mas que resulta em milhares de vidas transformadas por Jesus.

Confira entrevista completa no link:

http://rockintheworldwebzine.blogspot.com/2011/08/entrevista...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Covers e Versões"


Metallica: versões insanas de Master Of Puppets no baixoMetallica
Versões insanas de Master Of Puppets no baixo

Led Zeppelin: o primeiro álbum em versões de outros artistasLed Zeppelin
O primeiro álbum em versões de outros artistas

Covers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributoCovers
Quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo


Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidasMetallica
James Hetfield explica suas tatuagens preferidas

Massacration: saiba quem é o baterista que tocava de verdadeMassacration
Saiba quem é o baterista que tocava "de verdade"

Heavy Metal: diagrama explica a origem dos nomes de bandasHeavy Metal
Diagrama explica a origem dos nomes de bandas

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Jim CarreyTestament: não se acrescenta rap ao Thrash MetalLA Weekly: as 20 piores bandas de todos os tempos

Sobre Nelson Paschoa

Ano de nascimento: 1977. Profissão: Técnico em edificações. Outras atividades: Jornalista amador, músico amador, blogueiro e em outros tempos locutor de rádio. No momento venho mantendo o blog Rockin' The World. Curto rock em geral desde os 13 anos, o metal veio mais tarde aos 19, tendo como preferência o gothic rock, glam rock, gothic metal e doom metal. Bandas preferidas: Queen, Saviour Machine, Stryper, The Awakening, Teatre of Tragedy, Scorpions, Queen, Epica, Nightwish entre outras.

Mais matérias de Nelson Paschoa no Whiplash.Net.