Arch Enemy: Michael Amott comenta saída de irmão da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gisela Cardoso, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 09/03/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Em entrevista ao IHeartGuitarBlog.com, o guitarrista da banda Arch Enemy, Michael Amott, falou a respeito da saída de Christopher Amott do grupo, que é seu irmão e também guitarrista. Além disso, o guitarrista sueco também ressaltou sobre a escolha do substituto Nick Cordle.

4609 acessosBateristas: os doze melhores da atualidade no Metal e no Prog5000 acessosFilhos de Rockstars: qualquer coincidência é semelhança

Obviamente, o tema quente no momento é sobre a saída de Chris da banda. Qual é a história?

Bem, Chris nos informou em outubro do ano passado que queria deixar a banda. Mais uma vez (risos). Ele esteve fora da banda em 2005, 2006 e 2007. A primeira vez que ele deixou a banda foi mais um choque. Mas desta vez, realmente não teve impacto sobre nós. Estávamos meio que esperando por isso. Há um bom tempo que ele não tem sido tão feliz tocando no Arch Enemy. Nós amamos a música e vivemos por ela, e se um cara não está satisfeito com ela, isso afeta todo o ambiente. Portanto, este é realmente o melhor caminho para todos. E descobrimos um novo guitarrista muito bom (Nick Cordle). Ele é de uma banda chamada Arsis e eles já dividiram o palco com a gente nos Estados Unidos em 2010. A primeira vez que eu o vi, eu pensei: "Merda, ele realmente se parece com Chris. Isso é estranho." Então eu comecei a assistir aos shows e realmente gostei de sua performance e de sua presença de palco e tudo mais. E então, eu coloquei isso em minha mente. Eu só puxei esse nome para fora quando esta situação surgiu no final do ano passado.

Então vocês já estão ensaiando juntos?

Sim. Ele esteve aqui em janeiro ensaiando. No começo, ele nos enviou um monte de vídeos onde eu pedi que ele tocasse nossas músicas. Eu pensei que ele iria mandar duas ou três músicas, mas ele enviou mais, eu não sei, acho que foram umas 20 músicas. Ele pegou nosso setlist atual inteiro e passou todas elas. Ele se saiu muito bem, tirou as notas perfeitamente. Bem, isso não vai dar um grande trabalho para nós, para quando ensaiarmos e mostrarmos todos os detalhes pequenos do que fazemos. Realmente, ele está até acima de seu potencial. O que é ótimo, obviamente. Isso é o que nós queremos. Menos trabalho para nós, podemos apenas tocar com ele. E ele foi ótimo. Ele se aproximou e começou a tocar com a gente, isso é uma coisa totalmente diferente, e ele parecia ótimo. A primeira coisa que fizemos no primeiro dia que ele chegou foi executar todo o setlist ao vivo e pareceu um grande guitarrista. Ele pegou as coisas, não esqueceu nenhuma detalhe. Foi ótimo. Naquele momento, eu senti que eu perdi cerca de cinco toneladas de stress dos meus ombros!

Deve ter sido estressante a saída de Chris, a procura de um substituto e, finalmente, dar a notícia para os fãs.

Oh, a reação? Sim, mas é o tipo de notícia velha para nós agora. Chris entregou seu aviso em outubro, por isso já faz tempo. Eu praticamente entrei em contato com o Nick imediatamente, então assim tive bastante tempo para chegar até ele. Nós apenas guardamos segredo porque fizemos um monte de datas, incluindo os últimos shows com Chris, em janeiro. Tivemos todos esses shows agendados, os voos reservados, os compromissos que tínhamos, então Chris cumpriu seus compromissos com a gente e agora ele está fora para fazer sua própria coisa. Mas você sabe, nós lhe desejamos o melhor, é claro. Como dissemos no comunicado de imprensa, nós apenas queremos manter a coisa com o mínimo drama possível, porque realmente não há drama, trata-se apenas de algo que está em andamento. A música é uma força positiva e deve ser uma força positiva. Nós não queremos ficar juntos apenas para agradar outras pessoas. Eu acho que você tem que seguir em frente com sua vida.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

BateristasBateristas
Os doze melhores da atualidade no Metal e no Prog

17 acessosEm 21/05/1999: Arch Enemy lança o álbum Burning Bridges742 acessosArch Enemy: confira o vídeo oficial da música "The Race"1467 acessosGuitarristas: em vídeo, o Top Ten do Metal Moderno0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Arch Enemy"

Mórbida semelhançaMórbida semelhança
Angela Gossow e Julia Rabello

Heavy MetalHeavy Metal
Clipes de metal que marcaram uma geração

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
7 guitarristas que quase entraram para a banda dele

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Arch Enemy"


Filhos de RockstarsFilhos de Rockstars
Qualquer coincidência é mera semelhança

Rock vs SertanejoRock vs Sertanejo
A diferença dos gêneros no mercado musical brasileiro

Mike PortnoyMike Portnoy
A reação ao ouvir garoto de 8 anos tocando cover do Dream Theater

5000 acessosSteven Tyler: "nunca esquecerei a audição para o Zeppelin"5000 acessosGibson: os 50 melhores covers da história do rock5000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine5000 acessosSom ruim, fezes e urina: Um brinde à farsa de Woodstock5000 acessosSlipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?5000 acessosJudas Priest: "Me considero um gay com letras minúsculas!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Gisela Cardoso

Headbanger, Jornalista, Crítica de Metal, vocalista, instrumentista, anarco-comunista, vegetariana, apaixonada por Mitologia Nórdica e adoradora do Deus Metal. A música me move e as palavras constroem! @GisaGrind.

Mais matérias de Gisela Cardoso no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online