Korzus: a verdade sobre o Metal Open Air

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Damaris Hoffman, Fonte: Korzus site oficial, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/04/12. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Segue press-release enviado pela banda KORZUS.

879 acessosMOA: para produtor, mídia foi "tendenciosa" ao cobrir fiasco5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Esse fim de semana foi uma mistura de muitas sensações e emoções... No começo, parecia que um grande festival de metal aqui no Brasil estava nascendo de fato... Ficamos felizes com a possibilidade, e ainda mais por ele estar fora do eixo, em uma região mais carente de grandes eventos de Rock e Metal, que é o Nordeste. Estávamos ansiosos para fazer parte de tudo isso. Acreditávamos que seria histórico.

Então, foi chegando a data do evento... E como se fosse num filme de tragédia, fomos acompanhando as notícias de cancelamento das bandas, primeiramente as nacionais... E depois algumas poucas bandas gringas. Tinhamos um contrato assinado com o evento, e até então estávamos também no escuro. Nosso cache completo não havia sido pago... E não tinhamos passagens para o evento até um dia antes do começo do festival.

Da forma mais profissional possível, fizemos de tudo para conseguir ir tocar nesse evento que já era tão importante para nós, apesar de já estar dando sinais de problemas...

Após muita insistência, a produção do evento mostrou interesse em levar o Korzus até lá. De ultima hora, FOMOS PAGOS INTEGRALMENTE e tivemos as passagens de ida confirmadas (sob outras circunstâncias a banda não sairia de São Paulo)... As de volta foram canceladas por falta de pagamento, mas isso foi resolvido no local sem maiores problemas.

A sensação da injustiça que estava sendo cometida com as bandas brasileiras só aumentou depois que chegamos ao evento... Tudo se revelou extremamente desorganizado... E o pior foi constatar que o PÚBLICO era o maior prejudicado. No primeiro dia as coisas até pareciam que iam melhorar... Mas ai voltaram os cancelamentos das bandas... E o sábado amanheceu com a incerteza de se o festival ainda iria continuar... Passamos todo o dia no hotel esperando um direcionamento da produção. Enfim... Perto das 17 horas, vimos o Dark Avenger entrando na van para ser a primeira banda do dia no sábado, depois seria o Ácido, e ouvimos falar ainda em tom de boato, que poderia ser que todas as bandas gringas estivessem desistindo do evento... E tudo estava em risco.

Isso se estendeu até a noite, quando soubemos que o Legion of The Damned estava no palco... E decidimos nos encaminhar ao show e tocar, não só por uma questão de profissionalismo nosso, mas principalmente pelo público que lá estava. Tivemos a confirmação de que seríamos a última banda do evento pouco antes de chegar ao local... Ficamos preocupados, principalmente com a sensação óbvia de frustração e abandono que o público estaria sentindo. Mas reunimos toda a banda e conversamos, sobre a honra de tocar para um público de mais de 20mil pessoas naquela noite, e poder tentar melhorar um pouco a situação tão adversa na qual eles se encontravam... Não sabíamos o que ia acontecer, mas confiamos no respeito desse público que se mostrou maduro e compreensivo... Provando que nós, headbangers, somos algo bem diferente do que a grande mídia gosta de pintar.

Enfim, só podemos agradecer ao público... No fim das contas, acabamos fazendo um dos shows mais memoráveis da nossa vida. A platéia nos tratou como headliners, e nós fizemos o possível para ser a sua voz em cima do palco. E saímos de lá com a sensação de que ajudamos, pelo menos um pouco... A tornar melhor o dia de todos aqueles fãs dedicados e tão pacíficos. Obrigado a todos, do fundo do nosso coração. Temos a certeza de que o nordeste é um grande polo do metal brasileiro. Uma região que com a mais absoluta certeza, merece um evento ainda maior, e muito melhor e mais bem organizado.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de abril de 2012

879 acessosMOA: para produtor, mídia foi "tendenciosa" ao cobrir fiasco2580 acessosMOA: Cinco anos depois, produtor na organização de novo festival0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metal Open Air"

Metal Open AirMetal Open Air
O maior fiasco da história do Heavy Metal no Brasil!

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metal Open Air"0 acessosTodas as matérias sobre "Korzus"

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

SlayerSlayer
Kerry King comenta Grammy, Venom, Dimebag, e mais...

SlipknotSlipknot
Mick Thomson esfaqueado em briga com irmão

5000 acessosGuitarra: o riff mais popular de todos os tempos5000 acessosMetallica: gosto musical impediu que se tornassem um Maiden5000 acessosBlender: as letras mais repulsivas do Heavy Metal5000 acessosMegadeth: Kiko Loureiro explica como as coisas funcionam na banda5000 acessosMad Max: inspiração em Sepultura, semelhança com Devin Townshend5000 acessosBlack Sabbath: Bill Ward não se conforma com o bumbo de Iron Man

Sobre Damaris Hoffman

Damaris Hoffman, 28 anos, concluiu seu curso de Licenciatura em Filosofia, porém logo partiu para a área da Comunicação Social. Desenvolveu um estilo único de trabalho atuando no departamento de marketing artístico e produção de sua própria empresa. Responsável pela comunicação das bandas Cavalera Conspiracy e Soulfly na América Latina e assessora de imprensa full time das bandas Angra, Project46, Sioux66, Rygel, Capadocia, La raza, Bioface, Worst, e inúmeras outras. Assessora de comunicação das empresas Top Link Music, Gw Entretenimento e Honorsounds.

Mais matérias de Damaris Hoffman no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online