Hellyeah: melhores e mais fortes com cada álbum da banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Mick Birchall, do Manchester Rocks, recentemente conduziu uma entrevista com o ex-PANTERA e atual HELLYEAH, Vinnie Paul Abbott. Alguns trechos estão disponíveis abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Manchester Rocks: Você diria que tem uma notável diferença entre a cena de heavy metal/rock nos Estados Unidos e no Reino Unido, de sua perspectiva?

Vinnie: "Antigamente, não havia muita diferença. Esses dias, porém, a Europa e o Reino Unido ainda vivem isso, amam e respiram o metal. Você sabe, é parte da cultura e de seu estilo de vida. Se você curte o metal, você ainda pode ter fé e esperança na Europa, e as banda de metal sempre terão um lugar para tocar por lá, porque as pessoas nunca esquecem. Por outro lado, nos EUA, é praticamente ‘bom hoje e ruim amanhã’. Bom de manhã e ruim de tarde. É direcionado pelas pessoas tentando pegar aquele som que gostam da Internet, ao invés de comprar o disco e seguir a banda. Os fãs dos EUA ainda ‘entendem’, mas eu não acho que chegam perto do que acontece aqui na Europa e no Reino Unido."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Manchester Rocks: "Blood For Blood" [novo álbum do HELLYEAH] chegou recentemente e eu acho que é um álbum brilhante. Como foi a resposta para "Blood For Blood" desde seu lançamento?

Vinnie: "Está recebendo uma resposta decente. Nós temos recebidos grandes reviews e aclamação, mesmo dos críticos que geralmente te conhecem como uma banda. Isso foi um grande começo, e então fizemos uma turnê pelos EUA com o AVENGED SEVENFOLD, e foi ótimo com os fãs deles. Nós estamos agora na Europa tocando o disco quase na íntegra, acho que são sete músicas e está indo muito bem todas as noites. Além disso, muitas das bandas, quando eles lançam um novo disco, eles querem tocar uma ou duas músicas e querem focar no passado, com seus hit singles. Com esse álbum, porém, e com esta versão da banda, nós queremos manter o foco nas coisas nova. Quero dizer, ainda tocamos músicas dos discos antigos, mas esse é nosso álbum favorito para tocar."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Manchester Rocks: Eu notei que "Blood For Blood" é bem mais sombrio e pesado que seus discos anteriores. Qual eram os pensamentos entrando nesse álbum? E dois membros [Bob "Zilla" Kakaha e o guitarrista Gre Gribbett] deixaram a banda.

Vinnie: "Sim, eles não deixaram a banda. Nós pedimos que eles saíssem da banda, para deixar isso claro [risos]. Bom, o resumo da coisa é, nós fizemos esses discos de festa para tirar isso do nosso sistema com alguns discos. Então, com ‘Band Of Brothers’, nós voltamos a ser uma banda de heavy metal. Nós queríamos sair e tocar o que estava dentro de nós e essa fase experimental já passou. Nós então viemos com ‘Blood For Blood’, o foco era somente fazer um disco pesado, nós não queríamos ter limites nisso e sermos nós mesmos e foi isso que fizemos com esse álbum."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Manchester Rocks: Você está com o HELLYEAH desde 2006 e tem quatro álbuns. O que você sente que aprendeu com essa banda?

Vinnie: "Que com cada disco ficamos mais fortes, melhores e nos tornamos mais focados como uma banda. Isso realmente se disseminou quando começamos. Algumas músicas eram de rock sulista, algumas eram quase country, algumas era um rock and roll mais direto e algumas eram heavy metal. Foi muito bom fazer isso após estar no PANTERA, que era uma banda puramente de heavy metal. Por outro lado, com seu crescimento, nós nos tornamos melhores e mais focados e somos uma real irmandade, por mais que tenhamos mudança de membros, estou ansioso com o que está por vir."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slipknot: Vinnie aconselhou Corey depois da morte de PaulSlipknot
Vinnie aconselhou Corey depois da morte de Paul

Vinnie Paul: O remorso do show que presenciei, mas não viVinnie Paul
O remorso do show que presenciei, mas não vi


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Queen: as 10 melhores músicas da banda segundo a UCRQueen
As 10 melhores músicas da banda segundo a UCR


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

GooInArt Cli336 Goo336 Goo336 Cli336