Accept: Blood of the Nations é "um clássico", afirma Mark Tornillo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Rockpages / BraveWords
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista Mark Tornillo refletiu, em entrevista ao Rockpages (transcrição via BraveWords), sobre o seu trabalho junto do Accept. A banda se reuniu em 2009 com Tornillo na vaga de Udo Dirkschneider e, desde então, foram lançados quatro discos de estúdio: "Blood of the Nations" (2010), "Stalingrad" (2012), "Blind Rage" (2014) e "The Rise of Chaos" (2017).

Metallica: Casal toca "Master" no casamento e ganha encontro com a bandaOzzy Osbourne: "o morcego era quente e crocante"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao ser questionado se algum de seus discos com o Accept pode ser considerado "clássico", Mark Tornillo fez menção ao primeiro álbum dele com a banda, "Blood of the Nations". "Eu me sinto bem com eles. Obviamente, fui um dos compositores. Sobre serem clássicos, estou supondo que 'Blood of the Nations' seja um clássico. Ele fará 10 anos em breve", disse.

Em seguida, Tornillo explicou a sua opinião a respeito de 'Blood of the Nations' ser um clássico. "Acho que tentamos nos manter verdadeiros ao som que a banda fazia. Obviamente, os dois compositores originais que fizeram a maior parte das músicas estão ali de qualquer forma. Eu mantenho minha cabeça erguida. Sinto-me bem com eles, não tenho vergonha no fim das contas", afirmou.

Perguntado se o Accept pretende se aposentar em breve, Mark Tornillo reconheceu que a idade não colabora para a plena atividade da banda. "Muitos de nós estamos ficando velhos. Teremos de aposentar em breve. Digo o tempo todo: quando eu não conseguir, não farei mais. Não vou cantar meia-boca, abaixar a afinação em um tom para ré e todas as coisas que os outros fazem. [...] Mas, esperançosamente, há crianças por aí que vão pegar a bola e correr com ela. Alguém precisa fazer isso. Não pode morrer quando acabarmos", disse.

Veja a entrevista, na íntegra, no player a seguir (em inglês, sem legendas).




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Accept"


Top 10: Os mais influentes álbuns de Metal TradicionalTop 10
Os mais influentes álbuns de Metal Tradicional

Accept: Mark Tornillo é uma cópia de Udo, diz David ReeceAccept
"Mark Tornillo é uma cópia de Udo", diz David Reece


Metallica: Casal toca Master no casamento e ganha encontro com a bandaMetallica
Casal toca "Master" no casamento e ganha encontro com a banda

Ozzy Osbourne: o morcego era quente e crocanteOzzy Osbourne
"o morcego era quente e crocante"


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e apaixonado por rock há mais de uma década. Começou a escrever sobre música em 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Atualmente, é redator-chefe da área editorial do site Cifras e mantém um site próprio (www.IgorMiranda.com.br). Também co-fundou o site Van do Halen, para o qual trabalhou até 2013.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

adGoo336