Sepultura: baixista fala sobre a possibilidade de uma reunião com Max

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carlos Henrique Schmidt, Fonte: Metal Addicts
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em uma nova entrevista aos Scars And Guitars, o baixista do SEPULTURA, Paulo Xisto Pinto Jr., diz que uma reunião com o ex-vocalista Max Cavalera teria que acontecer "naturalmente".

Sepultura: Gastão Moreira analisa o novo disco da banda, Quadra (vídeo)Guitarristas: E se os mestres esquecessem como se toca?

Divulgação - Marcos Hermes
Divulgação - Marcos Hermes

Quando perguntado se ele teve algum contato com Max nos últimos 10 anos, Paulo respondeu:

"De modo nenhum. Zero. [Risos] Nós apenas nos separamos. Cada um de nós seguiu seu próprio caminho."

Dirigindo-se à possibilidade de uma reunião com Max, Paulo disse: "Não sei o futuro, mas agora - não gosto de forçar a situação que não existe mais. Se um dia chegar a um acordo, terá que ser naturalmente. Até agora, isso não aconteceu. Mas eu realmente não me importo e penso muito sobre isso. Isso foi há 20 anos. E eu apenas continuo. Você não pode fazer todo mundo feliz neste mundo. A melhor coisa que você pode fazer é aprender com seus erros, continuar andando e tentar fazer melhor no futuro."

Paulo elogiou Derrick Green, substituto de Max, que lidera o Sepultura há mais de 20 anos, começando com o álbum "Against" de 1998.

"Não foi fácil substituir - eu nunca digo 'substituir', mas encher os sapatos de outra pessoa depois do que alcançamos no tempo", disse o baixista. "E eu sabia que apenas o tempo faria as pessoas pensarem de forma diferente. E Derrick está conosco há 22 anos, acredito, agora, e é um longo caminho. Acho que ele cresceu e realmente encheu esses sapatos de uma maneira muito boa, e não acho que ele precise provar nada a mais ninguém. E o novo disco ['Quadra'] estabelece isso. É um grande passo, não apenas para ele, mas penso para todos nós."

Entrevista completa aqui:
https://player.whooshkaa.com/episode?id=567509




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Sepultura"


Sepultura: Gastão Moreira analisa o novo disco da banda, Quadra (vídeo)Sepultura
Gastão Moreira analisa o novo disco da banda, Quadra (vídeo)

Sepultura: Mais sólido do que nunca em QuadraSepultura
Mais sólido do que nunca em Quadra

Pop Reverso: crítica do novo álbum do Sepultura (vídeo)

Sepultura: lançado vídeo oficial de Means To An End, música do novo álbumSepultura
Lançado vídeo oficial de "Means To An End", música do novo álbum

Sepultura: Novo álbum é mais um tapa nos fãsSepultura
Novo álbum é mais um tapa nos fãs

Sepultura: Não estamos aqui para agradar a todos, diz Andreas KisserSepultura
"Não estamos aqui para agradar a todos", diz Andreas Kisser

Sepultura: novo álbum Quadra é lançado pela banda; ouça na íntegraSepultura
Novo álbum "Quadra" é lançado pela banda; ouça na íntegra

Sepultura: Gloria Cavalera xinga e rebate Derrick Green após entrevistaSepultura
Gloria Cavalera xinga e rebate Derrick Green após entrevista

Sepultura: Derrick Green fala sobre a possibilidade de uma reunião com Max CavaleraSepultura
Derrick Green fala sobre a possibilidade de uma reunião com Max Cavalera

Sepultura: reunião com Max Cavalera teria de acontecer naturalmente, diz Paulo Jr.Sepultura
Reunião com Max Cavalera teria de acontecer naturalmente, diz Paulo Jr.

Max Cavalera: os primeiros álbuns e os primeiros shows da vida deleMax Cavalera
Os primeiros álbuns e os primeiros shows da vida dele

Separados no nascimento: Igor Cavalera e BeloSeparados no nascimento
Igor Cavalera e Belo


Guitarristas: E se os mestres esquecessem como se toca?Guitarristas
E se os mestres esquecessem como se toca?

Mustaine: por que ele perdeu seu emprego no Metallica?Mustaine
Por que ele perdeu seu emprego no Metallica?


Sobre Carlos Henrique Schmidt

Graduado em Computação e Administração, a paixão pela música pesada surgiu nos primeiros anos da adolescência e permanece até os dias de hoje. Apesar da preferência pelos estilos mais x-tremos da música pesada (Black, Death, Grind), o seu universo musical não limitado por estes rótulos, mas pelo que a música em si transmite.

Mais informações sobre Carlos Henrique Schmidt

Mais matérias de Carlos Henrique Schmidt no Whiplash.Net.

adGooILQ