Lollapalooza: co-fundador da franquia acredita que festival só voltará em 2022

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Bob Lefsetz Podcast
Enviar Correções  

Marc Geiger, co-fundador do Lollapalooza, falou sobre a possibilidade do festival acontecer em entrevista ao podcast de Bob Lefsetz. Em declarações traduzidas pela revista Marie Claire, o empresário afirmou que imagina o evento retornando apenas em 2022, devido à pandemia do novo coronavírus. Geiger se refere à realização dos shows em escala internacional, já que o Lolla, criado nos Estados Unidos, acontece em outros países - incluindo o Brasil.

Sasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Homossexualidade: Alguns dos gays mais conhecidos no rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aneil Lutchman @ wikimedia
Aneil Lutchman @ wikimedia

"Meu palpite é 2022. Acho que vai ser assim, na minha humilde opinião, será 2022. Vai demorar tanto para o que eu chamo de economia da germofobia ser morta lentamente e ser substituída pelo que eu chamo de economia da claustrofobia, que é todo mundo querendo sair e voltar para jantar, viver a vida e ir a shows e festivais", afirmou.

O comentário feito pelo co-fundador do Lollapalooza foi apenas em caráter de opinião, sem nenhuma decisão a respeito de qualquer edição do festival. "Meu instinto é que vai demorar um pouco. Como você pode ver, esses eventos não sairão muito bem enquanto o vírus estiver presente", declarou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em termos econômicos, Marc Geiger disse que o efeito do coronavírus na indústria musical é "devastador". "Creio que haverá uma enorme quantidade de derramamento de sangue, falências, não será bom para a maioria da indústria. A devastação econômica será maior do que as pessoas pensam. A reformulação será maior do que as pessoas pensam", disse.

Lollapalooza Brasil segue marcado

Vale destacar que a edição nacional do festival Lollapalooza, em São Paulo, segue marcado - após deixar de ser realizado em abril, as datas foram adiadas para 4 a 6 de dezembro. Os headliners Guns N' Roses, Travis Scott e The Strokes foram mantidos na programação.

Lollapalooza Brasil: festival é adiado para dezembro com headliners confirmadosLollapalooza Brasil
Festival é adiado para dezembro com headliners confirmados

Os fãs que compraram ingressos para a data anterior, que seria em abril deste ano, poderão usar os tickets normalmente. "Quem não puder ir ao festival nas novas datas pode converter o valor do ingresso em créditos, que podem ser usados para qualquer produção da T4F. Seguindo o decreto da Medida Provisória nº 948, o crédito fica disponível por 12 meses após o decreto do fim do estado de calamidade pública, e o pedido de créditos pode ser feito até o dia 8 de julho", afirma a organização em nota.

Outras edições do Lolla em 2020, como o Lollapalooza Chicago, foram canceladas.

Lollapalooza: edição de 2020 do festival em Chicago é canceladaLollapalooza
Edição de 2020 do festival em Chicago é cancelada




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinilSasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Homossexualidade: Alguns dos gays mais conhecidos no rockHomossexualidade
Alguns dos gays mais conhecidos no rock


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin