Comando Nuclear: perseverânça do metal tradicional em português

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Willba Dissidente, Fonte: Universo Metal
Enviar correções  |  Ver Acessos

Conhecidos na cena underground nacional por representar a perseverânça do metal tradicional cantado em português, os paulistas do COMANDO NUCLEAR passam atualmente por uma fase de remodelação no conjunto. Para tratar das novidades e relembrar os primórdios da banda, quando cantavam em inglês e se chamavam ENFORCER (não confundir com a banda sueca que em abril de 2013 fará uma tour pelo Brasil), o site "Universo Metal" fez uma rápida entrevista com o vocalista Ronei, conhecido pelo pseudônimo de Ron Cygnus. Confira abaixo:

Axl Rose: Afinal de contas, o que houve com sua voz?Felipe Andreoli: "Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

01 - Universo Metal: Ronei diga pra nós como sugiu o COMANDO NUCLEAR?

Ron Cygnus: O COMANDO NUCLEAR surgiu no final de 2004. Rodrigo (baixista) e Eric (ex-baterista) se conheceram e começaram a montar o embrião da banda. Pouco tempo depois, eu (vocalista) e Filippe (ex-guitarrista)fomos chamados e acabamos entrando. Nessa época, tocávamos sob o nome ENFORCER e nossas composições eram em inglês. Eu, Rodrigo e Filippe nos conhecíamos e já havíamos tocado juntos por volta de 2000 numa banda chamada WARAGE, então foi fácil pegarmos entrosamento. Cerca de 3 meses depois, resolvemos começar a compor em português e mudamos o nome para COMANDO NUCLEAR, depois de uma rápida votação entre nós e nossos amigos mais próximos.

02 - UM: Como surgiu a idéia de fazer musicas de heavy metal em português?

RC: Todos nós curtimos o início do heavy metal brasileiro, com letras em português. Quando surgiu a idéia de cantarmos em português, todos nós aceitamos logo de cara, afinal, seria um jeito de homenagear aquelas bandas e de certa forma, sem querer soar pretensioso, continuar com esse legado (como muitas publicações e os próprios membros das bandas da época nos falaram). Mas não queremos soar como aquelas bandas. Optamos pelo português porque acreditamos que podemos fazer um heavy metal atual nesses moldes, sem soar datado, e ainda assim captar aquela essência presente nos anos 80.

03 - UM: O que o cd "Batalhão Infernal" trouxe de bom pra banda?

RC: O "Batalhão Infernal" abriu muitas portas para shows do norte ao sul do país. Tivemos também boa receptividade fora do país, com muita gente da América do Sul e Europa entrando em contato para elogiar, pedir material e coisas do tipo. E tudo aconteceu muito rapidamente, já que o CD inicialmente era pra ser apenas uma demo, que virou um EP, e depois,com a entrada do selo Unsilent Records, se tornou um 'full length'. Tocamos em diversos lugares por muitos meses, com nomes de peso como POSSESSED, OMEN, TANKARD, STRESS, entre outros. Também tivemos entrevistas e matérias publicadas em diversas revistas como Roadie Crewe Rock Brigade, zines e sites especializados. Isso tudo ajudou a consolidar o nome COMANDO NUCLEAR no underground nacional e para nós foi e ainda é um prazer imenso esse reconhecimento e ficamos gratos por tudo isso.

04 - UM: Como foi o processo de gravação do cd "Guerreiros da Noite"?

RC: O processo de gravação foi tranquilo. Gravamos durante vários meses porque queríamos fazer as coisas bem feitas, com calma, para que tudo saísse da melhor forma possível. Não teve segredo, o que não estava bom, regravamos. E o que estava, ouvimos exaustivamente para ter certeza. No entanto, na época, não tínhamos mais selo para lançá-lo já que a Unsilent Records havia acabado. Não chegou a ser um problema porque lançaríamos o disco de qualquer forma, seja por uma gravadora ou por nós mesmos. Felizmente, antes do término, assinamos com a Face theAbyss Records e tudo ocorreu bem.

05- UM: Ele teve a repercussão que a banda esperava?

RC: Sim, teve bastante repercussão, com muitos elogios e críticas positivas de fãs e da mídia especializada. Melhoramos todo o processo,qualidade de gravação, encarte, evoluímos como músicos, tivemos um crescimento como banda, com mais experiência, e isso tudo refletiu nos elogios que recebemos e no reconhecimento, o que nos deixa extremamente felizes em saber que todo o trabalho que tivemos foi reconhecido era compensado. Também conseguimos tocar em lugares que não havíamos conseguido tocar antes, abrangendo mais Estados e Cidades. Então ficamos plenamente satisfeitos com a repercussão que o disco teve.

06- UM: A banda tem idéia de algo novo pra um próximo cd?

RC: Sim, já temos algumas composições prontas, e agora com dois guitarristas (Rex e Éric) podemos trabalhar melhor em solos e melodias com duas guitarras, coisa que antigamente não podíamos. Também estamos com um novo baterista (Hugo) que está trazendo novas idéias para a banda. Então acredito que teremos material legal para o próximo CD logo mais. Estamos entrando mais em estúdio agora exatamente pra isso: compôr.

07 - UM: Qual é sua música favorita da Comando Nuclear?

RC: Complicado. Pra cantar e pelo significado acho que 'Sombras do Passado'. Pelo público e empolgação, 'Resistir'. Mas tenho muitas músicas que gosto muito de cantar, como 'Matar ou Morrer', 'Guerreiros da Noite' e 'Ritual Satânico' (essa última porque é mais heavy metal,cadenciado, algo que ainda não tínhamos feito).

08 -UM: Ronei agradecemos pela entrevista.Deixe uma mensagem pros fãs da Comando.

RC: Gostaria de agradecer o espaço cedido pelo Universo Metal, força sempre para vocês! E também gostaríamos de agradecer imensamente o apoio e a força que todos os fãs nos dão, todo 'feedback' que recebemos, críticas, elogios, estamos sempre lendo e respondendo elevando em consideração tudo. Aguardem o próximo CD que não decepcionaremos vocês. Nos vemos nos shows. Ah, e estamos aceitando convites para cerveja também (rs). Grande abraço!

Discografia - COMANDO NUCLEAR:

Batalhão Infernal (2006)
Guerreiros da Noite (2011)

Sites relacionados (em português):

http://www.comandonuclear.com.br/
http://www.facebook.com/ComandoNuclear/
http://www.myspace.com/ComandoNuclear/
http://www.twitter.com/ComandoNuclear/
http://www.orkut.com/Main#Community?cmm=197027&hl=pt-BR/
http://fco-comandonuclear.webnode.com/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Comando Nuclear"


Metal Nacional: a nova geração do Heavy Metal em portuguêsMetal Nacional
A nova geração do Heavy Metal em português

Metal Brazuca: algumas bandas que você precisa conhecerMetal Brazuca
Algumas bandas que você precisa conhecer


Axl Rose: Afinal de contas, o que houve com sua voz?Axl Rose
Afinal de contas, o que houve com sua voz?

Felipe Andreoli: Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra...Felipe Andreoli
"Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

Cli336x280