Wintersun: Jari Maenpaa fala sobre o novo álbum, "Time I"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mirella Camargos, Fonte: Wintersun Brazilian Fansite
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em entrevista ao site Dagheisha.com, o vocalista/guitarrista Jari Mäenpää comentou sobre o novo álbum do Wintersun, "Time I".

40 acessosWintersun: Lyric video de "Awaken From The Dark Slumber (Spring)"5000 acessosIron Maiden: "se as bandas de metal mandassem no mundo..."

"Time I" foi lançado no dia 19 de Outubro na Alemanha, e em 22 de Outubro na América do Norte, via Nuclear Blast Records.

"Time I'' é uma épica aventura musical. Você teve a mesma visão quando começou a compor ou a perspectiva foi alterada durante o processo?

Jari: A visão era a mesma desde o começo, mas é natural que haja a adição de outras ideias e o estabelecimento de vários detalhes. Os primeiros registros datam há seis anos. Os vocais e as orquestrações foram introduzidos durante a produção, o que era realmente enorme. O principal problema foram as orquestrações porque as camadas eram numerosas e eu não podia imaginar o quanto de sofrimento seria exigido. Por anos eu lutei com computadores e limitações do softwares diferentes. Além disso, por causa do trabalho de construção, eu levei vários meses para instalar tudo no apartamento, e isso levou a mais atrasos.

Quais os conceitos por trás do álbum?

Jari: As letras têm a ver com as emoções que os seres humanos experimentam em sua curta existência, e o que achamos sobre o que é a criação do universo. Nós nos perguntamos o tempo todo o que somos e de onde viemos, e também sobre a tristeza e o sentimento de perda no momento em que se desvanece.

Sobre o conceito de tempo, podemos lembrar ''Dark Side Of The Moon'', do Pink Floyd?

Jari: Eu não sou tão familiarizado com esse álbum, mas posso lhe dizer que as canções são musicalmente muito distintas umas das outras, com harmonias influenciadas pela cultura japonesa e o conteúdo é diferente. As letras tendem a manter unidas as canções e, curiosamente, elas incidem sobre a fragilidade da definição que damos ao tempo.

Seis anos é realmente muito tempo. Você não acha que poderia ser perigoso em relação aos fãs e gravadora?

Jari: Tem sido muito surpreendente e estamos profundamente gratos a todas as pessoas que nos apoiaram e esperaram por tanto tempo. Por outro lado, estes eram os nossos recursos, o selo entendeu e continuou a acreditar cegamente em nós. Todas as vezes em que o prazo foi modificado, consequentemente, certas expectativas e pressões foram sentidas.

Quanto tempo você levou para compor o material?

Jari: Algumas ideias surgiram oito anos atrás, mas a parte sobre os riffs e a seção de ritmo foram concluídas rapidamente.

Como você lidou com tudo isso?

Jari: Kai Hahto tem um desempenhado e papel fundamental na implementação do disco. Ele me ajudou no processo de escrita e no arranjo da bateria. Algumas de suas ideias foram usadas ​​para melhorar o riff. Teemu Mäntysaari gravou as melodias com o violão, o que ajudou a tornar esta primeira parte mais variada. O segundo será ainda mais cheio de contrastes.

Por que você decidiu dividir 'Time I' em duas partes?

Jari: Nós pensamos que era uma boa jogada para revitalizar a banda depois de anos de silêncio. Além disso, conseguimos muito material para um só álbum.

Não acho que seja uma coincidência a Nuclear Blast lançar ''Time I'' cerca de um mês após o "Unsung Heroes" do Ensiferum ...

Jari: Eu não acho que isso foi premeditado. Talvez pela Spinefarm, mas se tivermos uma base de fãs semelhantes que vão ouvir o disco, vão perceber as diferenças entre os dois grupos.

Eu imagino que o seu relacionamento com Markus Toivonen (Ensiferum) ainda seja bom.

Jari: Nunca houve desentendimentos entre nós. Na época, eu percebi que não poderia sair em turnê e preferiram me demitir por mútuo acordo. Eu estava muito ocupado com o trabalho do primeiro álbum do Wintersun. Eu ouvi "Unsung Heroes" e não é ruim, mas eu ainda prefiro os dois primeiros álbuns. O coral também é do Hinkka Sami bem como Matthias Nygard. Olli Vänskä e Jukka-Pekka Miettinen dos Turisas, Mikko Salovaara do Kiuas, e Joenssen Heri de Týr.

Em um ponto de vista técnico, qual é a parte do disco mais difícil?

Jari: Eu diria a "Sons of Winter and Stars''. A guitarra é bastante complexa e até mesmo a bateria é intrincada.

Você está prestes a ir para os EUA em uma turnê com o Eluveitie e Varg. Você acha que a música do Wintersun irá atrair o público americano mais do que o europeu?

Jari: A resposta até agora tem sido boa, mas eu duvido que exceda o da Europa Central.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

40 acessosWintersun: Lyric video de "Awaken From The Dark Slumber (Spring)"140 acessosWintersun: "The Forest Seasons" será lançado em 21 de julho0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Winter Sun"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Winter Sun"

Iron MaidenIron Maiden
"Se as bandas de Metal mandassem no mundo..."

Iron MaidenIron Maiden
A concepção original e os primórdios do mascote Eddie

Iron MaidenIron Maiden
Conheça a equipe e família que viaja com a banda

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19855000 acessosRockstars: as filhas mais lindas dos astros do rock5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19865000 acessosSexta-Feira 13: dez ótimas canções para se ouvir nessa data5000 acessosGuitarra: uma impressionante aula sobre estilos pessoais no Metal5000 acessosOzzy Osbourne fala sobre carreira e downloads

Sobre Mirella Camargos

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online