Dave Mustaine fala sobre política e regravação

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Natália Marques, Fonte: Caustic Truth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Morley Seaver, da Caustic Truth, recentemente conduziu uma entrevista com o líder do MEGADETH, Dave Mustaine. Segue abaixo um trecho.

2 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo5000 acessosNot Troo: João Gordo posta foto com James Hetfield na Disney

Sobre ter letras com temas políticos: "Bom, o MEGADETH sempre teve letras políticas, é só ver os títulos: 'Peace Sells, But Who's Buying?!', 'The System Has Failed', 'The World Needs a Hero'. As letras sempre foram políticas por natureza. E há um tempo em Nova York aconteceu de um embaixador russo das Nações Unidas que não respeitou uma placa de "PARE", pois estava muito bêbado, ter matado um cara e não ter assumido a responsabilidade por causa de sua imunidade diplomática. Sabe, se fosse MEU filho, eu não sei se ficaria satisfeito com isso. Eu tenho que dizer: eu não sei se ficaria legal se um cara matasse meu filho porque dirigia bêbado, e isso só porque ele é um diplomata de outro país".

"Então isso realmente me fez perceber como é a ONU de verdade. E quanto mais eu me aprofundava na política, mais eu via que as pessoas não davam muito crédito para a ONU. Eles pensam que é só fachada. Bom, não foi criada para ser só uma fachada vazia. Foi criada para promover a paz e evitar que as pessoas fossem para a guerra contra os outros. E tem um novo filme chamado 'You And Me' que eu tive a chance de participar e quando vi o trailer pensei: 'eu quero muito dizer algo, já que sou uma pessoa que viaja de país a país'".

"Quando fomos pra Sérvia, e eu via pela janela do ônibus áreas atrás de áreas devastadas até chegar no lugar em que ficamos, e aquelas crianças tão pobres... cara, nós tivemos que vender nossas camisetas por 5 dólares naquela noite, e geralmente nós as vendemos por 25, 30 dólares, só pra poder mostrar que os amamos e os apoiamos e que o Heavy Metal não conhece barreiras e não tem cor. Nós fomos lá como 4 músicos que não ligam para a política. Nós só nos importamos em levar a música pra eles e que eles lutem por eles mesmos. Eu mesmo acho um pouco duvidoso depois que você sabe sobre a ONU dizer que nós não ligamos para a política, mas são meus sentimentos e opiniões, e eu não as empurro [goela abaixo] pra ninguém. Eu nunca empurrei. Mesmo eu tendo me envolvido no 'Rock The Vote' na América em 1992, tendo ido na Casa Branca e cumprimentado o Presidente, eu nunca disse a ninguém como votar. Eu só digo que todos devem votar".

Sobre a regravação de "A Tout Le Monde": "Essa música em particular saiu no 'Youthanasia', e nós fizemos um vídeo pra ela, e a MTV disse para não trabalhar com um cara chamado Wayne Isham. Daí eu disse ao nosso produtor que não podíamos fazer isso com ele, então ele falou para usar um nome falso. E eu sabia que ia dar confusão. Mas ele fez mesmo assim, e a MTV descobriu. Ficaram bravos comigo por uma coisa que eu nem fiz, e eles baniram o vídeo. Depois disso, como a rádio na América seguia a MTV, e ainda o faz, as rádio não tocaram o single. Então 'A Tout Le Monde' é a favorita dos fãs. É uma música famosa internacionalmente pela qual o MEGADETH é conhecido, mas o grande público não a conhece, pois eles não a escutaram. Então esta é aquela música no qual a banda diz tudo. Eu não estou dizendo que 'Stairway To Heaven' seria essa música para o LED ZEPPELIN, mas é o que eu acredito. Eu acho que toda banda precisa dessa música para o público, e infelizmente, nós perdemos essa chance. E eu não sei se ficaria contente se eu não fosse capaz de resolver esse erro pois a culpa foi de outra pessoa. Se eu tivesse feito e falhado eu teria aceito. Eu sei que ganhar e perder é necessário para a experiência. Mas a música tem aquele sentimento, os fãs a adoraram totalmente, então algo tinha que ser feito".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

2 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3229 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Como é o cabelo de Dave Mustaine quando ele acorda?

ObamaObama
Astros do rock que não apoiam o presidente

Dave MustaineDave Mustaine
Ellefson é o baixista, Kiko é o meu braço direito

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Not TrooNot Troo
João Gordo posta foto com James Hetfield na Disney

NirvanaNirvana
Polícia de Seattle libera novas fotos do corpo de Cobain

Iron MaidenIron Maiden
A foto que teria inspirado Derek Riggs na criação de Eddie?

5000 acessosHeavy Metal: as 10 capas mais "de macho" de todos os tempos5000 acessosEm 09/12/2004: Dimebag Darrel é assassinado a tiros durante show5000 acessosCapas de álbuns: 30 das piores artes da história5000 acessosMustaine: revelando qual sua composição preferida do Metallica5000 acessosLoudwire: os 50 maiores álbuns de metal da história5000 acessosCorey Taylor: "Scott Weiland é um preguiçoso de merda"

Sobre Natália Marques

Nascida na Praia Grande (litoral de São Paulo), conheceu o Metal através do Maiden aos 14 anos, com o álbum Piece of Mind, e desde então nunca mais deixou de ser headbanger. Hoje, com 20 anos, é comissária de vôo,estuda espanhol e continua a ouvir Iron Maiden,e entre outras coisas, Edguy, Helloween, Gamma Ray, Stratovarius, Judas Priest, Bruce Dickinson e Avantasia. Além disso, gosta de se dedicar aos seus animais de estimação,colaborar com o Whiplash e de vez em quando ver bons shows de metal em Sampa.

Mais matérias de Natália Marques no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online