Músicos: categoria é altamente propensa a ter insanidade mental

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Mais de 60% dos músicos já sofreram de depressão ou outros problemas psicológicos, revelou um estudo.

Lágrimas nos olhos: 25 músicas para chorarDossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatos

E para 71% que participaram da pesquisa conduzida pelo grupo de caridade Help Musicians UK, os altos e baixos de turnês foram um fator contribuinte para seus problemas de saúde mental.

O jornal inglês Guardian afirma que muitos dos músicos pesquisados foram relutantes em procurar ajuda. Um artista anônimo diz: "Eu me sinto culpado ao pedir ajuda por algo que eu deveria saber lidar, uma vez que os problemas da questão são parte e parcela da carreira que eu escolhi seguir. "

No mundo do rock, artistas que sofrerem de problemas de saúde mental recentemente incluem o frontman do CREED, Scott Stapp, o guitarrista do AFTER BURIAL Justin Lowe e o vocalista do EYEHATEGOD Mike Williams. Stapp teve um colapso nervoso bastante divulgado ano passado quando ele postou um vídeo no qual ele afirmara ser o alvo de uma conspiração do governo dos EUA.

Os problemas de Lowe também caíram nos ouvidos do povo, com seus colegas de banda depois relatando que ele estava 'com estado mental bastante avariado' e que sua família o estava assistindo.

O Eyehategod cancelou duas turnês no começo desse ano por Williams padecer de 'sérios problemas de saúde mental'.

Isabella Goldie da Mental Health Foundation disse ao Guardian: "A imagem clássica de um músico em turnê seria contraintuitiva a tudo que sabemos sobre bem-estar. Beber moderadamente, evitar drogas, dormir o suficiente, e ter apoio sólido de amigos próximos e família por perto. Esses são os laços que ajudam você a se manter equilibrado - não é nenhuma surpresa que alguns músicos sofram.

"A música permanece sendo um dos empregos mais exaltados e cada apresentação ao vivo pode resultar numa sensação de euforia mental à qual pode ser muito difícil se ajustar - especialmente quando o status elevado que os músicos recebem é perdido de repente. "

O colapso de relações pessoais como resultado da vida na estrada também é citado como uma forte causa de preocupação entre os músicos envolvidos no estudo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Curiosidades

Lágrimas nos olhos: 25 músicas para chorarLágrimas nos olhos
25 músicas para chorar

Dossiê Guns N' Roses: A versão de Slash para os fatosDossiê Guns N' Roses
A versão de Slash para os fatos

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock

Heavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o LoudwireHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

Depressão: 10 músicas que devem ser evitadasDepressão
10 músicas que devem ser evitadas

Alexi Laiho: aparentemente tive a clavícula quebrada por 10 anosAlexi Laiho
"aparentemente tive a clavícula quebrada por 10 anos"

Yes: O que a morte de Chris Squire pode ensinar aos sertanejosYes
O que a morte de Chris Squire pode ensinar aos sertanejos


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336