The Beatles: John quis Eric Clapton no lugar de George

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Invisible Kid, Fonte: Riffola
Enviar correções  |  Ver Acessos

Episódio-chave na história dos Beatles, a saída de George Harrison em janeiro de 1969 foi mantida em segredo. Naquela tarde, Yoko Ono assumiu os vocais. A atmosfera ficou cinza. A banda se preparava para o que seria seu último show, mas agora estava incompleta. A solução? "Vamos colocar o Eric", bradou o impulsivo John Lennon. Clapton mantinha amizade com toda a banda - mas principalmente com o próprio George, e aquilo seria no mínimo desconfortável...

Red Hot Chili Peppers: Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saídaSolos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NME

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Se o George não voltar até segunda ou terça [13 ou 14 de janeiro de 1969], chamamos Eric Clapton para tocar", disse John naquele fatídico dia. O relato está publicado no site da revista Where's Eric!, mantida pelo fã-clube britânico de Clapton desde 1992, com assinantes em mais de 30 países.

John teria ido além, dizendo que Clapton saíra do CREAM porque eram "todos solistas"; que os Beatles "lhe dariam liberdade total para tocar sua guitarra" e que a banda deveria continuar com ou sem George.

Os Beatles queriam registrar uma apresentação ao vivo para encerrar o filme "Let It Be", que retratou o cotidiano da banda no estúdio. Com o cronograma apertado, o show tinha que acontecer antes do fim do mês. Isso contribuiu para a extrema ansiedade de John. Tratava-se do "Rooftop Concert", na cobertura do prédio da Apple em Londres.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De acordo com a publicação, a conversa daquela noite entre John, Ringo Starr e Michael Lindsay-Hogg (diretor do "Let It Be") foi inteiramente gravada. O áudio não está disponível, mesmo porque valeria milhares de dólares nas mãos de colecionadores. Mas as intenções de John são confirmadas no best-seller "The Beatles: Anthology", lançado pela própria Apple Corps em 2000 (Editora Cassel & Co - UK). Na página 316, Paul McCartney recorda:

"Depois que George foi embora tivemos uma reunião na casa do John, e acho que seu primeiro comentário foi 'vamos colocar o Eric'. [...] Pensamos 'não, espere um minuto. George saiu e não pode ser assim - não é bom o suficiente".

George deixou a banda após um tenso diálogo com Paul, que foi registrado pelas câmeras. A jam maluca com Yoko e a chegada do 'quinto beatle' que amenizou o clima das gravações também são parte do vídeo.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Beatles"Todas as matérias sobre "Eric Clapton"


Beatles: Let It Be, pior música da história, segundo siteBeatles
"Let It Be", pior música da história, segundo site

Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história


Red Hot Chili Peppers: Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saídaRed Hot Chili Peppers
Josh Klinghoffer fala à imprensa pela primeira vez desde saída

Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NMESolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME


Sobre Invisible Kid

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280