Guns N' Roses: Axl e Slash em "As Canções Que Você Fez Pra Mim"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Araújo, Fonte: Ogro Do Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

Diferente de “As Canções Que Você Fez Pra Mim”, sucesso de 1968 da dupla Roberto e Erasmo Carlos, o negócio aqui é totalmente diferente. O objetivo dessa matéria é mostrar singelas homenagens que a dupla Axl Rose e Slash fizeram um para o outro ao longo dos anos. Mas não espere encontrar algo do tipo “Debaixo Dos Caracóis do Seu Cabelo”, música feita em 1971 pela velha dupla da Jovem Guarda em homenagem a Caetano Veloso, que se encontrava no exílio em Londres, durante a Ditadura Militar, até porque, é difícil imaginar a cena de Axl refastelado no ombro de Slash à sombra de sua longa cabeleira.

4361 acessosGuns N' Roses: e se o "Appetite" fosse um álbum duplo?5000 acessosZakk Wylde: O assassinato atribuido à "seita" do guitarrista

Tudo começou em 1995 com o projeto “Slash’s Snakepit”, onde os ex-integrantes do Guns n’ Roses, Slash, Matt Sorum e Gilby Clarke, lançaram o álbum “It's Five O'Clock Somewhere”. Nele, tinha uma canção chamada "What Do You Want to Be", feita sob encomenda para Axl Rose. Veja abaixo os trechos mais representativos.

Que porra você quer ser
Seguindo as modas que nunca acabam
Eu não posso ficar nas festas prestando atenção em você
Que porra você quer comigo

Oh, você é tão escondido
Oh, não é elegante
Bem, as palavras estão nas ruas
Você está colecionando simpatia e
depois se esconde
Faz dias que você não sai
Será que o sol vai queimar seu rosto
Preserve sua pele preciosa
Eu vou sair, você que fique
Então se você pensa que eu preciso de alguma ajuda
Saia de sua própria concha
Isso fará você pensar

Em 2008, depois dos fãs ficarem aguardando 14 anos, finalmente “Chinese Democracy” deu o ar da sua graça. As letras desse álbum são carregadas de desilusões, desabafos e relacionamentos partidos. Duas das canções, tem muitas passagens que podem levar o ouvinte a uma indagação bastante peculiar: será que foi feita para alfinetar Slash? Tirem as suas próprias conclusões, analisando os trechos de “Sorry” e “Madagascar”:

"Sorry"

Você gosta de me machucar
Você sabe que gosta disso
Você gosta de pensar
De alguma maneira
Que sou eu
E não você
(Mas nós sabemos que isso não é verdade)

Você não sabe por que
Não vou agir da maneira
Que você acha que eu deveria

Você pensou que eles fariam
Eu me comportar e me submeter (Submter)

O que você estava pensando?
Pois eu não esqueci

Você não sabe porquê
Eu não vou desistir
Vá pro inferno com sua pressão
Não estou cedendo

Vou chutar o seu traseiro
Como eu disse que eu ia

Ninguém te deve
Coisa alguma
Você sabe onde pôr o seu
Cala a boca e cante

Eu sinto muito por você
não sinto muito por mim
Você não sabe, no inferno, em quem
Acreditar ou não
Eu me desculpo por você
Não me desculpo por mim
Você optou por magoar aqueles que te amam
E não libertá-los
Não libertá-los
Você optou por magoar aqueles que te amam
E não libertá-los

Você não precisa
Alguém para ser
Sinto muito por você
Você não tem coração
Você não pode ver
Tudo o que você fez por mim
Eu sei as razões
Você me magoou

"Madagascar"

Perdoe os que despedaçaram minha alma
E abençoe-os para que possam amadurecer
E liberte-os para que possam saber
Que nunca é tarde demais

Por muitas vezes, o que parecia ser uma memória
Eu procurei e achei os caminhos que você usava para me atrair
Oh, achei os caminhos, oh, por que isso tinha que ser
Minha própria rejeição e com tanto medo
Se algum dia descobrirmos a sua verdade,
Que temos a força pra escolher
Oh, livre de todas as correntes
Que temos juntos

"Vou lhe contar uma história"
"Apoie a retidão"
"Eh...o que..."
"Apoie a justiça"
"Eh...o que..."
"Apoie a verdade"
"Como uma pessoa pode crescer com tudo isso em volta deles?"
"Você precisa invocar aquilo"
"Ódio não é algo do qual você já nasce com ele"
"Eu me sinto desencorajado"

"Ele prometeu jamais me abandonar, jamais me deixar sozinho. Não, jamais sozinho, não, jamais sozinho."
"Vamos deixar algo bem claro, certo?"
"Ele prometeu nunca me deixar."
"Essa coisa toda está uma merda!"
"Nunca me deixar sozinho!"
"Bem, todos os homens traem, todos perdem a coragem"
"Eu não quero perder a coragem! Eu quero acreditar!"

Em 2010 Slash deu o troco e empatou o jogo com o seu primeiro álbum solo recheado de artistas. Além dele, outros três membros da era “Appetite for Destruction” fizeram parte do projeto. Izzy Stradlin, Duff McKagan e Steven Adler. Mas a música em que o cartola destila todo seu veneno contra Axl, chama-se “Crucify The Dead”, composta em parceria com Ozzy Osbourne.

O fogo começou há muito tempo
As chamas queimam, as brasas ainda brilham
Assim carbonizados e pretos, não há nada para queimar
Para queimar

Tínhamos o mesmo sonho
Viva a vida ao extremo
Uma arma carregada emperrada por uma rosa

Os espinhos não estão amarrados em torno de sua cabeça
Seu ego amaldiçoou você até sangrar
Você não pode crucificar os mortos
Para mim, você está morto, yeah

O futuro estava posto em pedra
Decisões passadas te deixaram sozinho
Traído a todos nós com sua ganância egoísta
Sua ganância, yeah

Seus soldados agora dizem que seus mendigos recolhem
Recrutas que são comprados e pagos por você

Os espinhos não estão amarrados em torno de sua cabeça
Seu ego amaldiçoou você até sangrar
Você não pode crucificar os mortos
Para mim, você está morto, yeah

Éramos como irmãos, com o mundo em nossas mãos
Você sempre teve muito para dizer
Algum dia você vai olhar para trás e vai perguntar porquê
Você deixou tudo isso escapar, yeah

Crucificar os mortos
Crucificar os mortos

Os espinhos não estão amarrados em torno de sua cabeça
Seu ego amaldiçoou você até sangrar
Você não pode crucificar os mortos
Para mim, você está morto, yeah

Vale lembrar que Ozzy Osbourne já declarou em uma entrevista a seguinte pérola sobre essa música e a banda Guns N' Roses: "Vocês perceberam o que fizeram? Vocês nunca entenderão. Vocês poderiam ter sido os próximos ROLLING STONES, a próxima super banda. E o que escrevi em ‘Crucify The Dead’ é o que eu diria a Axl em uma mensagem se eu fosse Slash."

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
12 músicas que deveriam ter entrado no "Appetite for Destruction"

704 acessosSteve 'N' Seagulls: caipiras finlandeses tocam "You Could Be Mine"801 acessosFatos Desconhecidos: A seita assassina de Charles Manson0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
Tommy Stinson elogia performance de Axl Rose

Guns N RosesGuns N' Roses
Quem são os críticos citados em "Get In The Ring"

Guns N RosesGuns N' Roses
26 anos atrás, o primeiro passo na conquista do mundo

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Black Label SocietyBlack Label Society
O assassinato atribuido à "seita" de Zakk Wylde

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Sua coleção de clássicos do Metallica

Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

5000 acessosSlash: Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?5000 acessosRolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 905000 acessosVício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína5000 acessosUltimate Classic Rock: Quem pode substituir Brian Johnson no AC/DC?5000 acessosFrances Cobain: "O Twitter deveria banir minha mãe"5000 acessosGuns N' Roses: Axl agradece Grohl pela cadeira, veja alterações

Sobre Marcelo Araújo

Carioca da gema e fanático por música de qualidade, aprendeu a gostar de Rock aos 10 anos de idade por causa de bandas como Scorpions, Led Zeppelin e Guns N’ Roses. A maior decepção foi ver uma de suas bandas preferidas, o Bon Jovi, mudar completamente de estilo e se tornar uma coisa bem chatinha de uns tempos pra cá, algo classificado como uma mistura de Sertanejo Universitário com Pop. Das bandas mais recentes, curte bastante Alter Bridge e Unisonic. Adora tudo relacionado com as curiosidades por trás das canções, álbuns e bandas, sempre escrevendo matérias a respeito desses fatos no blog Ogro do Metal.

Mais matérias de Marcelo Araújo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online