Metallica: "celebremos os 25 anos de 'Master of Puppets'"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Phoenix New Times, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/03/11. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


25 anos atrás, no dia 3 de março de 1986, o METALLICA lançou o que se tornaria um dos maiores discos de heavy metal de todos os tempos, MASTER OF PUPPETS.
1125 acessosMetallica: a música preferida dos fãs nos shows ao vivo5000 acessosFotos de Infância: Gene Simmons, do Kiss

Em celebração ao aniversário desse marco histórico, Mike Meyer do (jornal estadunidense) Phoenix Times conduziu entrevistas com o produtor de Master of Puppets, Flemming Rasmussen, e Jim Brautigam, o filho do falecido artista plástico Don Brautigam, que pintou a icônica capa do disco. Segue a tradução de um trecho da matéria:

‘Master of Puppets é amplamente considerado como um dos melhores discos de heavy metal de todos os tempos. Você sabia que você estava na trilha de algo especial quando estava trabalhando nele 25 anos atrás?

FR: “Ah sim. Logo nas demos, nós sabíamos que aquele seria um álbum assassino. Eu acho que todos nós sentíamos que seria o melhor disco do Metallica até então, uma vez que tínhamos um bando de canções muito fortes. Mesmo as instrumentais eram fabulosas.

Quais são suas memórias de trabalhar no disco? A coisa toda rolou numa boa ou houve dificuldades? Alguma história engraçada ou anedota que você queira contar?

FR: “Havia uma vibração realmente muito positiva no estúdio, com todo mundo na mesma página. E desde que começávamos todas as sessões (a partir das 19 horas em diante) com um jantar na minha casa, éramos uma unidade muito entrosada da hora que entrávamos no estúdio, e já entrávamos no ritmo de cara. Quanto a histórias engraçadas, eu vou deixar elas até o momento de me aposentar da indústria musical.”

‘Puppets’ foi o ultimo disco com o finado Cliff Burton no baixo. Você era chegado a ele? Como a morte dele afetou você? Foi diferente trabalhar no ‘…And Justice For All’ depois que Jason Newstead entrou na banda?

FR: “Não, eu não diria que eu era próximo a Cliff, uma vez que ele estava passando o menor tempo possível no estúdio, mas me afetou demais quando ele morreu. Ele com certeza era único, e mesmo que Jason seja um grande baixista, era impossível substituir Cliff. Jason é um baixista por mérito próprio, e nunca recebeu o reconhecimento que ele merecia.”

A entrevista inteira (em inglês) pode ser lida no link:
http://blogs.phoenixnewtimes.com/uponsun/2011/03/metallica_-...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de março de 2011

MetallicaMetallica
A música preferida dos fãs nos shows ao vivo

225 acessosMeshuggah: e se "Bleed" tivesse a bateria de "St. Anger"?290 acessosMetallica: vídeo profissional de "Creeping Death" em Miami0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Músicas RuinsMúsicas Ruins
Blog elege piores de grandes bandas do Rock/Metal

MetallicaMetallica
Não se iluda, há muito eles não se importam com os fãs

MorteMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Gene Simmons, do Kiss, muito antes da fama

SlipknotSlipknot
Ana Maria Braga surpreende em abertura do Mais Você

SepulturaSepultura
O solo de Eloy que fez o RIR aplaudir o Gloria

5000 acessosRob Halford: 11 coisas que você não sabia sobre ele5000 acessosBlind Guardian: Algumas verdades sobre Hansi Kürsch5000 acessosSexo e Rock and Roll: músicas com conotação sexual5000 acessosPresença de Palco: dicas para iniciantes5000 acessosRob Halford: "Ninguém escolhe ser Gay"5000 acessosIron Maiden: "Não é Eddie na capa do 'The Final Frontier'"

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online