Sebastian Bach: Afinal, por que ele não entrou no Priest?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: site do Lokaos Rock Show
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista bahamense e jailbird de plantão SEBASTIAN BACH, postou em 23 de maio de 2011 uma foto sua tirada na casa noturna de Los Angeles RAINBOW BAR & GRILL. Nela, Bach aparece com o guitarrista do JUDAS PRIEST, GLENN TIPTON e a viúva de Darrell Lance Abbott (a.k.a. Dimebag Darrell, o guitarrista do PANTERA falecido a oito de Dezembro de 2004) RITA HANEY.

5000 acessosBill Ward: os dez discos de metal favoritos do baterista5000 acessosSasha Grey: sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

Na legenda do Facebook, pode-se ler:

“Glenn Tipton do Judas Priest, Rita @dimebagzhag & eu no Rainbow noite passada.. Glenn & eu conversamos sobre eu quase ter sido o vocalista do Judas Priest ele me disse que quase rolou! Wow. Que cara legal”

O que ficou obscuro é o teor etílico em que a conversa se deu e qual a veracidade do que Tipton teria dito a ele.

Isso pode ser checado lendo um livro do mundialmente aclamado jornalista especializado em Heavy Metal, MARTIN POPOFF. Em “Judas Priest: Heavy Metal Painkillers – An Illustrated History” na página 242, onde Popoff afirma que: ‘Sebastian Bach foi chamado para um teste também, mas seu empresário na época, Doc McGhee, melou a coisa antes mesmo de questionar Baz’.

Judas Priest: Heavy Metal Painkillers – An Illustrated History pode ser adquirido no site Amazon.com a valores pouco módicos devido ao fato de estar fora de catálogo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 13 de outubro de 2012
Post de 17 de novembro de 2016

Bill WardBill Ward
Os dez discos de metal favoritos do baterista

1410 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's434 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta1353 acessosPhil Campbell: solo terá Dee Snider e Matt Sorum, além de Halford1008 acessosVocalistas: 5 famosas falhas ao vivo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Judas Priest"

Judas PriestJudas Priest
K. K. Downing recorda seus tempos na banda

WikimetalWikimetal
Top 11 Músicas que fazem arrepiar

Heavy MetalHeavy Metal
10 vídeos involuntariamente engraçados

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Judas Priest"0 acessosTodas as matérias sobre "Sebastian Bach"

Sasha GreySasha Grey
Sua real paixão pela música de atitude e sua coleção de vinil

NickelbackNickelback
11 razões para respeitar - muito - a Chad Kroeger

Collectors RoomCollectors Room
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

5000 acessosSlayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista5000 acessosCradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religião5000 acessosIron Maiden: A tour de Powerslave quase acabou com a banda5000 acessosOzzy Osbourne: o epitáfio do Madman, segundo ele próprio5000 acessosBeatles: Quais as pessoas e objetos da capa do Sgt. Peppers?5000 acessosBandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online