James Hetfield: adoro ouvir rock dos anos 70 e início dos anos 80

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em conversa com o "So What", a revista do fã clube do Metallica, o frontman James Hetfield diz que, apesar da banda continuar a fazer música da mesma forma como sempre fez, ele está atento às novidades tecnológicos e como elas afetam o mundo em que vivemos. "As mudanças ao nosso redor me interessam. Ainda me interessa saber como as pessoas conseguem as músicas.

Metallica: os cinco solos que mudaram a vida de Kirk HammettFree: a paixão de Dave Murray por Paul Kossoff

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Por mais que a gente esteja falando sobre o panorama da indústria musical não ser mais o que era, estou empolgado com o fato de que é diferente. A diferença costumava me deixar assustado, e como as coisas mudam muito rápido, eu comecei a me sentir velho, pois não estava conseguindo acompanhar, e me encontrei falando como meu avô, tipo 'Essas crianças de hoje', coisas assim. Mas o que? Meu jeito é melhor? Não. É apenas uma maneira diferente. Então eu adaptei de forma que ficasse confortável. Não quero ficar preso ao jeito que costumava ser, mas não posso negar que há uma zona de conforto nisto. Adoro ouvir rock dos anos setenta e metal do início dos anos oitenta. Não quer dizer que não gosto de coisa nova. Gostaria de ter o mesmo sentimento para com a música hoje que eu tinha naquela época, mas é praticamente impossível. Foi minha adolescência, quando a música é a coisa mais importante, as lembranças que moldaram minha vida entre os 13 e 28 anos de idade, seja lá o que dizem ser adolescência, que é quando você é mais influenciado pelas coisas e as absorve. Então, naturalmente, música daquela época me faz sentir bem. Mas é animador ainda fazer o que fazemos, e em uma situação tão diferente. Podemos lançar uma música por semana, podemos lançar um álbum inteiro, podemos tocar em cinco festivais em cada continente. Há tantas oportunidades e muitas ideias novas para se trabalhar".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Metallica"Todas as matérias sobre "James Hetfield"


Metallica: os cinco solos que mudaram a vida de Kirk HammettMetallica
Os cinco solos que mudaram a vida de Kirk Hammett

Metallica: filmagem profissional de "The Four Horsemen" em show na ÁustriaMetallica: Creeping Death ao vivo na Áustria

Metallica: quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vezMetallica
Quando Kirk Hammett ouviu o Wah Wah pela primeira vez

Michael Jackson: filha faltou à formatura para ir assistir o MetallicaMichael Jackson
Filha faltou à formatura para ir assistir o Metallica

Metallica: vídeo oficial de "One" ao vivo na RomêniaEm 18/11/1997: Metallica lançava o álbum Reload

Em 18/11/1962: nascia Kirk HammettEm 18/11/1962
Nascia Kirk Hammett

Metallica: em vídeo, como a banda sabotou a carreira do Jason NewstedMetallica
Em vídeo, como a banda sabotou a carreira do Jason Newsted

Metallica: filmagem profissional de "Harvester Of Sorrow" ao vivo em Moscou

Metallica: As três belas faces da clássica The UnforgivenMetallica
As três belas faces da clássica "The Unforgiven"

Baixistas: Steve Harris ganha de Cliff Burton em votaçãoBaixistas
Steve Harris ganha de Cliff Burton em votação


Free: a paixão de Dave Murray por Paul KossoffFree
A paixão de Dave Murray por Paul Kossoff

Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

adGoo336