Pretty Reckless: letra e tradução de "The Walls Are Closing In (Hangman)"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pablo Bruno de Paula dos Santos, Fonte: Pablo BP Santos
Enviar correções  |  Ver Acessos

Southern rock, Blues ou gospel, seja que estilo for o The Pretty Reckless notoriamente vem trilhando seu caminho para o Heavy Metal e, com certeza, o Who You Selling For está tendo uma peso enorme para esse fato.

The Pretty Reckless: tudo o que sabemos sobre #TPR4Led Zeppelin: a inspiração por trás de "Kashmir"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Letras em Latim são comuns no mundo Metal, mas não no calouro Pretty Reckless. "Esse não é um álbum religioso", foi como Momsen o definiu. Certamente a banda está indo rumo ao lado negro da força e, logo na primeira faixa do CD, temos um composição misteriosa e escura: Deus, forca, comida, dor, sacrifício, decomposição e luz, confira a letra e tradução de "The Walls Are closing In (Hangman)".

Get your shit together

There's no light
Mama, I can't see at all
There's no one left to break this fall
Mama, there's no one at all

[Hangman]

Semi tabellio prima
Retracto quemadmodum callum
Odi cimussiato bora
Victum calefio doleo
Mia esto nescienta
Lio rumen apello mama
Effascinatio crea
Tichius nova lumen patior
Esto mi doleo solor
Vivax olor ma infecta
Estur in mia altaria
Estur inonima montis
I don't know, won't get out alive, yeah

I think I am gonna spend my last night here
I think I can finally see clear

When they come to hang you
Stand straight
Brace your neck
Be stronger
When they come to hang you
And you think you lost control
Don't take your soul

Time flies
By the rank of years
Humans die
By the hand of fear

When they come to hang you
Stand straight
Brace your neck
Be stronger
When they come to hang you
And you think you lost control
Don't take your soul

In the time of the light
Before humans had the sight
Spent my life living blind
With a picture in my mind
A vision of the sun
And now my life is done
As I wait for the light to come
I will take not a thing
For what I would bring
That won't decompose
As my body is disposed
And the earth weights a ton
And now my life is done
As I wait for the light to come

When they come to hang you
Stand straight
Brace your neck
Be stronger
When they come to hang you
And you think you lost control
Don't take your soul

Mia esto nescienta
Lio rumen apello mama
Effascinatio crea
Tichius nova lumen patior
Esto mi doleo solor
Vivax olor ma infecta
Estur in mia altaria
Estur inonima montis
I don't know, won't get out alive, yeah

Se aprume

Não há luz
Mama, eu não consigo ver nada
Não há ninguém para impedir esta queda
Mama, não há ninguém

[Jogo da Forca]

Eu primeiro comecei a me decompor
Mas retomei o controle pois tenho pela densa
Eu odeio a corda que está queimando minha pele
A comida está machucando minha garganta
Eu sei que isso é ignorância
Mas eu rejeito, eu não consigo manter isso em meu estômago, mama
O corpo humano me fascina
A marca da nova luz é devastadora
E eu sei que a dor está me confortando
Sua energia e cheiro me incomodou
Ele morreu em sacrifício
Ele morreu numa colina de um jeito trágico

Eu não sei, não sairei dessa viva, yeah

Eu acho que vou passar minha última noite aqui
Acho que finalmente posso ver claro

Quando eles vierem te enforcar
Erga a cabeça
Aperte seu pescoço
Seja forte, filha

Quando eles vierem te enforcar
E você pensar que perdeu o controle
Não carregue sua alma

A abertura da ferida me perturba
Ele morreu em sacrifício
Ele morreu numa colina de um jeito trágico

Eu não sei, não sairei dessa viva, yeah

O tempo voa
Pela fila dos anos
Humanos morrem
Pela mão do medo

Quando eles vierem te enforcar
Permaneça direito
Aperte seu pescoço
Seja forte, filha

Quando eles vierem te enforcar
E você pensar que perdeu o controle
Não carregue sua alma

No tempo da luz
Antes dos humanos
Terem visto
Passei minha vida
Vivendo cega
Com uma imagem
Em minha mente
Uma visão do sol
E agora minha vida acabou
Como eu espero a luz chegar
Eu não vou trazer algo pelo qual traria
Isso não vai se decompor
Enquanto meu corpo estiver preparado
E a terra pesa uma tonelada
E agora minha vida acabou
Como eu espero a luz chegar
Chegar

Quando eles vierem te enforcar
Permaneça direito
Aperte seu pescoço
Seja forte, filha

Quando eles vierem te enforcar
E você pensar que perdeu o controle
Não carregue sua alma

Eu sei que isso é ignorância
Mas eu rejeito, eu não consigo manter isso em meu estômago, mama
O corpo humano me fascina
A marca da nova luz é devastadora
E eu sei que a dor está me confortando
Sua energia e cheiro me incomodou
Ele morreu em sacrifício
Ele morreu numa colina de um jeito trágico

Eu não sei, não sairei dessa viva, yeah




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Pretty Reckless"


The Pretty Reckless: tudo o que sabemos sobre #TPR4

Nu Com a Mão no Bolso: blog elege as melhores capas com nudezNu Com a Mão no Bolso
Blog elege as melhores capas com "nudez"

Chris Cornell: as últimas palavras dele foram a Taylor MomsenChris Cornell
As últimas palavras dele foram a Taylor Momsen


Led Zeppelin: a inspiração por trás de KashmirLed Zeppelin
A inspiração por trás de "Kashmir"

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas


Sobre Pablo Bruno de Paula dos Santos

Formado em Letras, Pablo iniciou a primeira fonte brasileira sobre "A Series of Unfortunate Events", o Desventuras em Série Brasil, reconhecida por Daniel Handler, Companhia das Letras e Editora Seguinte. Autor de "Aquilo que os candangos regurgitam", é colunista e entrevistador para revistas e websites.

Mais matérias de Pablo Bruno de Paula dos Santos no Whiplash.Net.

adGoo336