Staind: pró-Trump, vocalista da banda é vaiado por multidão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vinícius Oliveira, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista do STAIND, Aaron Lewis, abandonou o palco, no sábado (2), em apresentação na cidade de Pharr, Texas. Após tentar, sem sucesso, acalmar a multidão. Vídeos publicados mostram Lewis pedindo ao público para não conversaram, antes de tocar.

Ultimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os temposMegadeth: as pérolas mais polêmicas ditas por Mustaine

"Vou tocar algo diferente e especial, mas vocês vão escutar se não estiverem quietos. É como a porra da igreja! Silêncio!", vociferou Lewis.

"Diga em espanhol", sugeriu uma mulher da plateia e, também, outro homem sugeriu: "Em espanhol".

Aaron respondeu: "Sinto muito. Não sei falar espanhol. Sou americano".

Lewis fez um gesto de manter silêncio, colocando o dedo na boca, antes de dedilhar alguns acordes em seu violão. A multidão deu de ombros e não parou de falar. O vocalista completamente fora de controle parou abruptamente, checou o relógio, voltou ao microfone e disse: "Muito obrigado. Tenham uma ótima noite". Saiu do palco sob uma chuva de vaias.

Segundo a Data USA, a cidade de Pharr é a 94% hispânica e 6% branca. Lewis é considerado um dos mais conservadores do rock e apoiador de Donald Trump.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Staind"


Korn: Cena nu metal perdeu a irmandade, afirma vocalistaKorn
"Cena nu metal perdeu a irmandade", afirma vocalista


Ultimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os temposUltimate Guitar
As 28 canções mais sombrias de todos os tempos

Megadeth: as pérolas mais polêmicas ditas por MustaineMegadeth
As pérolas mais polêmicas ditas por Mustaine


Sobre Vinícius Oliveira

Herói de pub irlandês e estudante de cinema. Há pouco obtive o diploma de direito, embora quisesse um PhD em Jornalismo Etílico, sob orientação de Hunter S. Thompson.

Mais matérias de Vinícius Oliveira no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336