In Flames: vocalista fala sobre a cena de Gotemburgo nos anos 90

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O vocalista do In Flames Anders Fridén esteve presente no Graspop Metal Meeting, e falou sobre o que ficou conhecido popularmente como "Som de Gotemburgo". Influenciados por bandas de metal extremo e o heavy metal britânico, surgiram bandas como o At The Gates, In Flames e Dark Tranquility, e o estilo ficou conhecido como death metal melódico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Questionado sobre se há algo da cena existente nos dias de hoje, Anders respondeu: "Foi um grande momento, com certeza - um monte de grandes bandas vindo daquela época. Mas eu vejo todas essas bandas fazendo muito bem - Dark Tranquility lançou um álbum incrível há alguns anos; o At The Gates está indo muito, muito bem ... Mesmo que o Amon Amarth não seja dessa cena, e Opeth não é realmente de Gotemburgo; temos também o Arch Enemy - todas essas bandas estão indo muito, muito bem, então isso me deixa muito orgulhoso, vindo daquela cena. Porque quando começamos, não tínhamos ideia do que estávamos fazendo. Nós apenas tentamos criar nosso próprio gênero ou estilo ou qualquer outra coisa, e depois de um tempo, as pessoas começaram a perceber e então todo esse 'som de Gotemburgo' tornou-se uma coisa."

O In Flames está em tour divulgando seu mais recente álbum de estúdio, "I, The Mask".


Cli336 Goo728