Tuatha de Danann: banda lançará álbum com músicas da tradição irlandesa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo M. Brauna, Fonte: Brauna Music Press, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Os "duendes" mineiros do TUATHA DE DANANN atualmente promovem o EP 'The Tribes of Witching Souls' (2019), um trabalho importante em sua carreira, que revela ao público um lado mais ampliado de suas influências celtas, embora seja um projeto mais cru e rápido em algumas abordagens. O EP foi recebido com críticas positivas pela imprensa e satisfação pelo público e, seis meses após sua liberação, 'The Tribes of Witching' obviamente ainda causa movimentação na agenda da banda que é constantemente atualizada.

Tuatha de Danann: lançado clipe da música "Turn"Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na banda

"O atual lançamento, embora tenhamos divulgado como um EP, é quase um álbum, talvez até seja. Ele é mais extenso que o primeiro do Bathory e 'Reign in Blood' do Slayer, sem contar com duas músicas bônus que há nele. Este disco fez muito bem pra gente, deu uma revigorada nas energias, na formação e vimos que é a hora de lançarmos mão de um projeto diferenciado que não atrapalhará a nossa produção autoral", informa Bruno Maia, vocalista, muiti-instrumentista e fundador do grupo.

Com isso, o músico anuncia que o novo álbum do Tuatha De Danann já está em fase de criação e será inteiramente composto por músicas tradicionais irlandesas, divididas entre canções e peças instrumentais. A banda já iniciou a seleção do repertório que será baseado em temas anônimos da tradição oral da Irlanda, transmitidos a gerações. Esta é uma ideia antiga do Tuatha que finalmente encontrou espaço para ser executada.

"É um disco que faremos com o intuito de deixar a nossa marca impressa nestas composições. Além de homenagear essa tradição musical e cultural tão rica e importante em nossa formação, poderemos contribuir com a reciclagem tão cara às músicas oriundas da memória oral", explica.

A Irlanda e seus temas acompanham a banda - que foi a pioneira no campo da música celta no Brasil - desde sua formação a começar pelo nome Tuatha de Danann, que tem origem na mitologia daquela região referindo-se ao povo da deusa Dana.

"Genericamente, hoje chamam de música celta a música produzida em países como Irlanda, Escócia, Bretanha francesa, Galícia na Espanha e outros territórios reconhecidos como Nações Celtas, mas a Irlanda tem um destaque em todo esse contexto por motivos peculiares em sua história, um deles é o fato de não ter sido invadida e conquistada pelos romanos. Isso possibilitou que os irlandeses mantivessem suas tradições antigas, celtas, intactas e sua identidade foi preservada com todos estes elementos do celtismo bem peculiares", argumenta Bruno, e continua, "Quando começamos em meados dos anos 90 não se ouvia falar muito em música celta por aqui, produzida no Brasil então, de jeito nenhum! Nós mesmos soávamos muito mais próximos da música medieval e renascentista naquele início, talvez por sermos bem novos e não termos a instrumentação típica daquela época. Nossos conceitos, temas líricos e algumas melodias remetiam a essa coisa irlandesa no início, mas foi com o tempo que incorporamos de forma mais evidente os elementos dessa música, que é performatizada por flautas típicas, gaitas de fole, violinos, banjos, bouzoukis, entre outros instrumentos", completa.

A banda que possui três sabores do próprio hidromel produzido pela Ragnar Hidromel, por enquanto batizou o novo trabalho com o título 'In Nomine Éireann', que contará com convidados especiais e deve ser lançado no final de 2019 pela Heavy Metal Rock. "Além do nosso sempre parceiro Alex Navar, que tem um 'DNAzinho Tuathístico' nas veias e já deixou suas impressões em nosso time, também teremos umas surpresas neste disco, parcerias de artistas internacionais tanto do heavy metal quanto do cenário da música tradicional irlandesa, mas, por enquanto, é melhor deixar como surpresa", finaliza.

Formação

Bruno Maia (vocal, guitarras, guitarras acústicas, flauta, mandolim, banjo, bouzouki e whistles)
Giovani Gomes (baixo e vocais)
Edgard Brito (teclados)
Músi
cos convidados
Raphael Wagner (guitarras)
Rafael Ávila (bateria)
Nathan Viana (violinos)

Discografia
Tuatha de Danann (1999, EP)
Tingaralatingadun (2001)
The Delirium Has Just Began... (2002)
Trova di Danú (2004)
Dawn of a New Sun (2015)
The Tribes of Witching Souls (2019, EP)

Outros lançamentos
Accoustic Live (2009, DVD)
Dawn of a New Sun! (2014, single)
Tuatha de Danann (2016, relançamento com bônus)
The Tribes of Witching Souls (2018, single)
Your Wall Shall Fall (2018, single)

Ouça o Tuatha de Danann pelo Spotify

Acesse o site:
http://www.tuathadedanann.art.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Tuatha de Danann"


Tuatha de Danann: lançado clipe da música "Turn"Tuatha de Danann: divulgado trailer de novo clipe "Turn"Tuatha de Dannan: banda libera primeiro making off de videoclipe oficial

Folk Metal: dez dicas oriundas da América do SulFolk Metal
Dez dicas oriundas da América do Sul

Café com Ócio: 15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010Café com Ócio
15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010

Bruno Maia: os álbuns que marcaram o líder do Tuatha de DanannBruno Maia
Os álbuns que marcaram o líder do Tuatha de Danann


Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na bandaIron Maiden
Bruce diz não haver muito diálogo na banda

Pearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desistePearl Jam
Banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

Pra convencer: dez álbuns de metal para quem não gosta de metalPra convencer
Dez álbuns de metal para quem não gosta de metal

Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Pink Floyd: The Wall é uma obra de arte conceitualPink Floyd
The Wall é uma obra de arte conceitual

Tom Morello: fã de Mötley e AC/DC, apesar de letras misóginas e demoníacasTom Morello
Fã de Mötley e AC/DC, apesar de letras misóginas e demoníacas

Iron Maiden: se as bandas de metal mandassem no mundo...Iron Maiden
"se as bandas de metal mandassem no mundo..."


Sobre Leonardo M. Brauna

Leonardo M. Brauna é cearense de Maracanaú e desde adolescente vive a cultura do Rock/Metal. Além do Whiplash, o redator escreve para a revista Roadie Crew e é assessor de imprensa da Roadie Metal. A sua dedicação se define na busca constante por boas novidades e tesouros ainda obscuros.

Mais matérias de Leonardo M. Brauna no Whiplash.Net.

adGooILQ