Tirinhas do Grilo: Motörhead

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno Grilo Dias, Fonte: Blog Rock Trucker
Enviar correções  |  Comentários  | 


5000 acessosAs histórias por trás de 11 capas clássicas5000 acessosOzzy Osbourne: "O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

MOTÖRHEAD é uma banda britânica liderada pelo lendário baixista/vocalista Ian Kilmister, mais conhecido como "Lemmy", ex-integrante da banda HAWKWIND e único membro fixo desde o início. Geralmente, é classificada como heavy metal (embora tenha influências do punk rock e, consequentemente, ajudado a criar o speed metal e o thrash metal), mas Lemmy costuma dizer: "as pessoas não podem ver uma banda de cabeludos que já vão logo dizendo que é metal. Somos apenas uma banda de rock and roll". E só para esclarecer: o trema no nome da banda, de acordo com Lemmy, não altera em nada a pronúncia. Ele apenas está lá porque é legal. Outra banda que o utiliza da mesma maneira é o BLUE ÖYSTER CULT.


Originalmente, a música "Motorhead" havia sido escrita por Lemmy para a sua antiga banda HAWKWIND, mas ao sair, ele a utilizou para batizar a sua nova banda e a colocou como faixa de abertura do disco de estreia. Portanto, se alguém lhe perguntar se você já ouviu a música “Motorhead”, do álbum “Motörhead”, da banda MOTÖRHEAD, não se confunda.


Em 1979, o MOTÖRHEAD lança seu 3º disco, “Bomber”, cujo título se refere aos aviões bombardeiros da força aérea. Inclusive, um espetacular equipamento de iluminação em forma de avião bombardeiro era utilizado nos shows dessa turnê. Durante as gravações, o produtor Jimmy Miller estava fazendo coisas muito “úteis” e “produtivas”, como encher o “rabo” de heroína e ser encontrado estirado na sarjeta, dormindo sob as rodas de seu carro. Ironicamente, a música “Dead Men Tell No Tales”, que abre o disco, tem uma letra anti-heroína.


"Ace of Spades" (tradução: "Ás de Espadas") é o quarto álbum oficial de estúdio, lançado em 1980 e contendo o maior clássico da banda, a faixa-título. Foi o primeiro trabalho com o produtor Vic Maile, bastante elogiado pelos músicos. Lemmy inclusive disse: "Ele conseguiu me captar cantando ao invés de apenas gritando o tempo todo". Se é que isso faz alguma diferença em se tratando do MOTÖRHEAD. De qualquer forma, o disco fez muito sucesso e, a partir dele, a sonoridade do grupo começa a ficar mais consistente e definida.


Em 1984, o MOTÖRHEAD lança uma coletânea intitulada "No Remorse", contendo 4 faixas inéditas gravadas pela nova formação (Lemmy, Würzel, Phil Campbell e Pete Gill). Em 1986, é lançado o primeiro álbum de estúdio gravado inteiramente por estes músicos: o excelente "Orgasmatron". Foi o primeiro e único a contar com Pete Gill, visto que Philthy Animal retornaria no próximo trabalho. O título, que a princípio seria "Ridin' With the Driver", foi mudado para "Orgasmatron", mas já era tarde demais para Joe Petagno mudar o desenho da capa, que combinava mais com o primeiro.


"March ör Die" é o décimo álbum de estúdio, lançado em 1992, contando com a participação de três bateristas: Philthy Animal, que gravou a balada "I Ain't No Nice Guy" (com a participação de OZZY OSBOURNE nos vocais e SLASH na guitarra) e saiu da banda logo em seguida, pois não deu conta de tocar o restante das músicas. Mikkey Dee (ex-KING DIAMOND e DON DOKKEN) gravou o single "Hellraiser" e futuramente se tornaria um membro definitivo do MOTÖRHEAD. O restante das faixas foram gravadas pelo veterano Tommy Aldridge, que já havia tocado com BLACK OAK ARKANSAS, OZZY OSBOURNE, WHITESNAKE e outros.


O décimo terceiro disco de estúdio, "Overnight Sensation", lançado em 1996, marca o retorno da banda à formação de power trio, consequência da saída de Würzel no ano anterior. Mas isso não abala a estrutura do grupo, pois o guitarrista remanescente Phil Campbell se mostra extremamente eficiente e o MOTÖRHEAD não perde em nada na sua sonoridade. O diálogo retratado na tirinha é real e ocorreu quando Lemmy foi questionado em uma entrevista sobre como seria a sensação de voltar a tocar em um trio. Um gênio!


“Inferno” é o décimo sétimo álbum do MOTÖRHEAD, lançado em 2004. Seu título resume bem onde o ouvinte se sente ao escutá-lo: um rock and roll sem frescuras com o peso do heavy metal e até mesmo uma faixa acústica, “Whorehouse Blues”, na qual o baterista Mikkey Dee toca violão.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Humor

CuriosidadesCuriosidades
As histórias por trás de 11 capas clássicas

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

RockRock
As dez lendas mais macabras do gênero

5000 acessosHeavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gênero5000 acessosMetallica: Casal toca "Master" no casamento e ganha encontro com a banda5000 acessosPlayback.FM: saiba qual a música mais tocada nas rádios no dia que você nasceu5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Renato Aragão5000 acessosDave Ellefson: quem é o maior baixista de metal da história?4409 acessosUltimate Classic Rock: Os 10 melhores singles de estreia

Sobre Bruno Grilo Dias

Bruno "Grilo" Dias é professor de História e músico nas horas vagas, além de grande apreciador do rock em geral, tendo como hobby conhecer o maior número possível de bandas para ampliar seus conhecimentos musicais. Tem um blog sobre rock onde posta biografias de bandas/artistas com uma pitada de sátira e bom humor (rocktrucker.blogspot.com), além de ser guitarrista da banda de classic rock MAD HATTER, do sul de Minas Gerais. E-Mail: bruno.pdias@hotmail.com / Twitter: @rock_trucker .

Mais matérias de Bruno Grilo Dias no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online