Matérias Mais Lidas

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemHumberto Gessinger faz símbolo do "L" do Lula com a mão em show e fãs vibram

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemLuísa Sonza posta fotos com camiseta da banda de death metal Morbid Angel

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemTaylor Hawkins: Ele estava cansado e pronto pra abandonar o Foo Fighters

imagemO erro geográfico na letra de "All Star", música que Nando Reis fez para Cássia Eller

imagemA curta e interessante lista de músicas do Iron Maiden escritas por Dave Murray

imagemDavid Gilmour surpreende ao responder se o Pink Floyd pode voltar a fazer shows

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemOzzy Osbourne revela o único integrante de sua banda que saiu "do jeito certo"

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth


Stamp

Status Quo

Em 06/04/06

Gustavo Menoncin Pereira e Fernando Vieira

Status Quo nasceu da banda "The Spectres" (formada em 1962) , que somente em 1966, após assinar com a Pye Records , realizou seus 3 primeiros singles. Já com o nome Traffic Jam a formação da banda era Francis Rossi (vocais/guitarra), Alan Lancaster (baixo/vocais), Roy Lynes (teclados), e John Coghlan (bateria). Em 1967, Rossi chamou um grande amigo seu (a primeira vez que haviam se encontrado foi em 1965) para integrar a banda. Rick Parfitt (guitarra/vocais) aceitou o convite e a banda passou a se chamar The Status Quo!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A amizade entre Francis Rossi e Rick Parfitt passou a ser a própria história da banda, pois até mesmo o tempo da banda, que poderia ser contado a partir de 1962, oficialmente é reconhecido como de 1965 para frente, ou seja, desde o primeiro contato entre os dois - oficialmente Status Quo está em seu ano de número 33.

Seu primeiro sucesso foi uma música tipicamente psicodélica, como a maioria no final dos anos 60: Pictures Of Matchstick Men (atingiu o número 7 nas paradas inglesas); Ice In The Sun ( atingiu o No. 8), e assim possibilitou o lançamento do primeiro álbum da banda. Apesar de um bom início, comercialmente falando, o segundo album da banda (1969) produziu apenas um sucesso nas paradas, sem muita expressão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao mesmo tempo, a banda começou a ficar insatisfeita com a abordagem pop que representavam; iniciou-se a grande mudança de imagem e som: a imortal cena das cabeças para baixo e os famosos três acordes que receberam o nome de boogie. O primeiro passo para a mudança foi o album Ma Kelly's Greasy Spoon que teve 2 singles, Down The Dustpipe (No.12), e In My Chair (No.21). Lynes deixou a banda devido ao som ter se tornado mais pesado; era o que faltava para a banda assumir sua imagem "hard" - fim aos cabelos curtos e roupas cheias de alegorias - jeans e cabelos longos tornaram-se marca registrada do Quo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os próximos 6 ou 7 anos representaram a era de grandeza: Dog Of Two Head, último album pela Pye, (a partir daí se tornaram artistas da Polygram), Piledriver, Hello!, Quo , On The Level, Live, Rockin' All Over The World. Todos estes albuns tiveram altas vendagens e produziram uma extensa lista de sucessos na parada inglesa atingindo o topo quando Down Down alcançou o número 1 em Janeiro de 1975. Cada música desta fase é um clássico! O Quo se tornou uma banda de 5 membros incorporando um tecladista (Andy Bown).

Os albuns seguintes If You Can't Stand The Heat, Whatever You Want, Just Supposin, Never Too Late foram todos muito bons, mas a banda estava tendenciando a um estilo mais suave , o chamado "soft rock". O baterista, Coghlan, deixou a banda, sendo substituído por Peter Kircher e 1+9+8+2, que continuou esta tendência, foi lançado. Em 1983 Back To Back dava sinais de que a banda não estava mais conseguindo se renovar; uma grande turnê foi realizada em 1984, e a banda, cansada, anunciou que estava encerrando suas atividades.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bobby Geldof conseguiu reunir a banda de novo, em 1985 para tocar no "Live Aid" o que eles fizeram com grande alegria. A recepção à banda foi magnífica, e a volta era inevitável... Contudo, Rossi e Lancaster não concordavam com mais nada, musicalmente falando. Parfitt tomou o partido de Rossi e Alan saiu da banda. O "novo" Quo incluia 2 novos membros, Jeff Rich na bateria e John "Rhyno" Edwards no baixo; e produziu cada vez mais músicas leves ao invés do estilo pesado dos anos 70.. Apesar disto, In The Army Now e Ain't Complaining foram muito bem recebidos e tiveram boa venda, mas Perfect Remedy foi um fracasso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1991 Rossi produziu um grande album, que lembra, e muito, o Quo dos bons tempos, Rock Till You Drop, que comemorou 25 anos da amizade de Rossi e Parfitt . Seguiram-se mais alguns albuns na década de 90, inclusive um excelente ao vivo Live Alive Quo (1992). Em 1996, Don´t Stop celebrou os 30 anos de Rossi e Parfitt e da banda.

Em 1999 saiu o álbum Under The Influence, 26º de uma carreira de 31 anos. A formação da banda continua a mesma desde 1986, com Francis Rossi e Rick Parfitt à frente. O album foi muito bem recebido pelos fãs. A turnê se iniciou com 34 shows realizados em pubs, com no máximo 200 pessoas permitidas para a audiência; agora, o Quo parte para os grandes shows, em festivais e próprios, que sempre culminam com o mês de dezembro onde tocam o mês todo na Inglaterra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fã Clube Brasileiro:
[email protected]
http://www.statusquo.com.br

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp