Mustaine: "Isto é pelo o que lutamos nossas vidas todas!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Vitor Hatum de Mendonça, Fonte: Rust In Page, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 04/10/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Simon Milburn do site Australiano The Metal Forge conduziu recentemente uma entrevista com Dave Mustaine. Confira alguns trechos abaixo.

3425 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosNikki Sixx: "transei com a mulher do Bruce Dickinson"

Sobre as incríveis reações positivas ao novo álbum "Endgame":

"Isto é pelo o que lutamos nossas vidas todas - ser, você sabe, queridinhos da imprensa, ser bandas que os fãs têm como relevantes em suas coleções de discos."

"Você sabe, muito raramente um disco chega como 'Endgame' chegou e eu sou muito abençoado por ser um disco meu. Eu me lembro de que haviam discos quando estávamos crescendo, como 'The Wall' (Pink Floyd). Você tinha que ter o 'The Wall', assim como o 'Let There Be Rock' do AC/DC. Você tinha que ter este disco. Então, assim que Bon [Scott] morreu, você tinha que ter o 'Back In Black'. Se você não tivesse o 'Back In Black', você não era um fã de metal. Entretanto, pelos padrões do metal Norte-Americano, AC/DC não era uma banda de metal. Eles eram como uma banda de rock. Eu estava ouvindo Diamond Head e comecei a conhecer Motörhead e Judas Priest, que eu acho que tinham uma veia mais heavy metal do que o que as pessoas chamam de metal hoje em dia."

"Qualquer um que tem este disco irá experimentar o mesmo tipo de metal empolgante que experimentamos quando 'Peace Sells' saiu, quando 'Rust In Peace' saiu, quando 'Countdown To Extinction' saiu. Eu estava lá. Eu sei o que aconteceu. Eu não tive o mesmo sentimento com o 'United Abominations' ou qualquer disco subseqüente ao 'Cryptic Writings'. 'Cryptic Writings' foi a última vez em que tive um sentimento realmente bom com o lançamento de um disco."

"Você sabe, você tem esperança, tem esperança, tem esperança, tem esperança, mas você também espera pelo pior e o mais frustante foram as tendências de vendas despencarem e os fãs fazerem cópias das coisas e, ou eles copiavam e eventualmente compravam o disco, ou eles copiavam e continuavam a copiar e copiar, e esvaziavam os fundos operacionais da banda, que nos afeta quando diz respeito a queda de vendas e que afeta a percepção da banda.

"O bom é que de vez em quando você tem alguém como eu que consegue meio que ter aquele pouco de diversão com a vida e fazer as pessoas se sentirem bem. Eu estou feliz que 'Endgame' é um destes discos que fazem as pessoas se sentirem bem. Estou muito animado pelas pessoas estarem respondendo a nós.

"Você sabe, há um site chamado Blabbermouth e este site, eles provavelmente causaram mais ataques em direção a mim e minha banda do que qualquer outro site no mundo. Eu acho que é porque seus fãs são bem distintos. Eles sabem o que querem e do que gostam e eles são provavelmente um pouco menos tolerantes do que algumas pessoas porque eu acho que há uma espécie de facção ali também. Dito isto, este website, mesmo eles me odiando, me deram 8,5 de dez e disseram 'É hora de aprendermos com o Professor Mustaine. Parece que ele esteve certo o tempo todo.' E eu estou pensando, 'Você está de brincadeira?'"

Sobre a vindoura turnê do Megadeth com o Slayer na Austrália:

"Já faz um bom tempo [desde que Megadeth e Slayer tocaram juntos na turnê Canadense este ano]. Há várias pessoas, e eu me incluo neste grupo. Mas muito disto foi coisa minha. Eu simplesmente não queria tocar com o Slayer porque eu disse algumas coisas que foram lamentáveis e eu não acho que era realmente maduro o bastante naquele momento para reconhecer a minha parte nisto. Mas, você sabe, eu o fiz. Desde então eu falei com estes caras e arrumei as coisas e estou tentando viver minha vida de modo diferente e você sabe, haverá pessoas que estão esperando eu fazer burrada e eu não vou fazer isto. Sobre ter algo terrível a dizer, eu não tenho nada ruim a dizer sobre estes caras. Eles são uma ótima banda ao vivo. O que eu disse foi lamentável e você sabe, foi a 19 anos atrás! Deus... 19 anos atrás, cara!"

Sobre os rumores da turnê do "Big Four" com Megadeth, Slayer, Metallica e Anthrax:

"É só um rumor. Se fosse verdade, eu diria algo."

"Esta é uma entrevista do Megadeth e é meio engraçado que bem no meio de um novo lançamento o Metallica está na minha entrevista. Então, eu irei apenas responder isto e dizer que é só um rumor. Se acontecesse, seria legal. Eu diria a você se tivesse acontecendo. Não está acontecendo. Se acontecer, eu terei certeza e direi pra você."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3080 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa519 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3525 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Heavy MetalHeavy Metal
Os melhores álbuns de 2009 segundo o About.com

MetallicaMetallica
Voltarão a fazer thrash clássico, diz vocal do Exodus

Rock e MetalRock e Metal
Algumas das melhores duplas de guitarristas

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Nikki SixxNikki Sixx
Baixista diz ter transado com mulher de Bruce Dickinson

MetallicaMetallica
Ulrich comenta os motivos da saída de Jason Newsted

Dave MustaineDave Mustaine
Maroon 5 o deixou boquiaberto

5000 acessosMusic Radar: Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos5000 acessosSlipknot: banda trolla repórter da Multishow antes de show no RIR5000 acessosSimone Simons: "Rammstein me faz querer mexer a bunda"5000 acessosKeith Richards: "Odeio música eletrônica! O mundo digital deixa as pessoas burras!"4277 acessosRandy Rhoads: O Garoto Kiko faz tributo na NAMM 20165000 acessosKiko Loureiro: guitarrista fala sobre suas influências

Sobre João Vitor Hatum de Mendonça

Nascido no interior de São Paulo em 1988, hoje graduado no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, fanático por Rock e Heavy Metal desde pirralho, sendo, hoje, um dos responsáveis pelo site Rust In Page e criador do blog Inside Loud. A paixão pelo Rock surgiu lá pelos 10 anos de idade com um álbum do Aerosmith e, desde então, teve (e ainda tem) entre seus músicos e bandas favoritas nomes como Iron Maiden, Judas Priest, Megadeth, Rush e Van Halen. Mas, independente de rótulos e conceitos pré-definidos, seu gosto musical viaja desde o som mais pesado de um Carcass, até os experimentalismos de um Mr. Bungle e o som mais moderno de um Stone Sour, apenas ouvindo o que lhe agrada e soa bem aos ouvidos. Hoje, além de trabalhar na área de Computação e ser um 'músico' casual, despende parte de seu tempo no blog Inside Loud, em homenagem a uma de suas maiores paixões: a boa e velha música.

Mais matérias de João Vitor Hatum de Mendonça no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online