Matérias Mais Lidas

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemDez grandes músicas do Iron Maiden escritas pelo vocalista Bruce Dickinson

imagemCinco curiosidades sobre "The Sick, The Dying... And The Dead!", do Megadeth

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemCadáveres, sangue e girombas: a história da capa de "Reign In Blood", do Slayer

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemMichael Schenker explica por que deixou o Scorpions e se juntou ao UFO

imagemKiss: Tommy Thayer responde se Gene Simmons e Paul Stanley se dão bem


The Leprechaun: folk rock brasileiro e independente

Por Eveline Stella de Araujo
Fonte: The Leprechaun e redes sociais
Em 08/08/18

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

The LEPRECHAUN é uma banda paulista independente com produção autoral em inglês que iniciou tocando punk rock, em São Paulo, em 2009. Eles lançaram três álbuns e já venderam mais de 15 mil discos, com repercussão nacional e internacional.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No terceiro disco "Isóceles", produzido pela banda ao lado de Cesar Benzoni (O Bardo e o Banjo) e masterizado por John Gold (Green Day, Pearl Jam), a banda revela criatividade nos arranjos e nas letras, sem falar da excelente qualidade do som.

O grupo de 2012 para cá passou a mesclar influências do blue grass, folk irlandês e do rock incluindo banjo, violino, gaita e pandeiro entre os demais instrumentos musicais, criaram até uma pá-guitarra para compor a sonoridade única da banda. É considerada a maior banda de Folk Rock de São Paulo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os músicos são apaixonados pelo que fazem e na conversa sobre a utilização do banjo e do violino pelo grupo, os músicos Rafael Schardosim e Andrew Nathanael explicam de que forma a sonoridade da banda é construída para cativar o público.

"Eu não uso o mesmo banjo em todas as músicas do THE LEPRECHAUN. Eu tenho três banjos na verdade e que em algumas músicas eu preciso usar os outros dois. Quando a gente começou a compor as primeiras músicas nossa influência era de música celta, então eu fui atrás de um banjo irlandês, ele tem quatro cordas que tem um som bem específico [...] e no primeiro CD eu usei esse banjo. Já no segundo CD, Long Road, a banda procurou criativamente buscar outras influências para dar uma dinâmica agradável e uma sonoridade diversificada para as músicas, assim a família do banjo cresceu, incluindo também um banjo americano, com cinco cordas, com tom mais agudo que primeiro, tocado muito no ritmo Bluegrass nos EUA, possibilitando acordes mais ressonantes. E, nem sei se finalmente ou não, porque a banda nunca para de criar e inventar combinações de instrumentos, mas a família do banjo conta ainda com uma terceira opção. É um banjo de seis cordas, que combina o som de banjo mas funciona como uma guitarra ou violão, permitindo os acordes musicais mais variados encontrados no CD Long Road, o terceiro álbum da banda", comenta Rafael Schardosim.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já Andrew Nathanael, o violinista do grupo afirma que a criatividade está em justamente utilizar esse instrumento fora do cenário previsto como o de uma orquestra, por exemplo, e comenta sobre os desafios em novas arenas:

"Eu nunca tinha tocado numa banda antes e eles já vinham do punk rock e agora de folk, e então eu fui experimentando coisas. Às vezes você quer fazer algum som e os harmônicos ficam legais e também peguei um pouco de referência da guitarra na interpretação e vou tentando coisas novas. No terceiro disco do The Leprechaun eu usei alguns efeitos que ficam bonitos, como a própria distorção que é um pouco mais arranhado... é preciso se manter atento ao longo do estudo e da prática para evitar vícios, por isso é importante manter o acompanhamento de alguém", conclui Andrew Nathanel.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois do primeiro CD, The years are just packed, em 2012, e do segundo CD, Long Road, em 2014, THE LEPRECHAUN confirma a presença na cena musical nacional e internacional de forma definitiva com Isóceles, o terceiro álbum da banda, em 2017.

No terceiro CD, Isóceles, as músicas Good Times (faixa 1) e Time Goes By (faixa 6) trazem batidas bem marcadas e um ritmo mais flutuante, ora acelerado ora mais lento, com muitos arranjos fortes no estilo folk rock irlandês, são um rock e tanto.

You Did Me Wrong (faixa 2) tem uma pegada espanhola num ritmo mais calmo marcado por castanhola. A letra é muito reflexiva, o que oferece uma excelente combinação com a melodia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

We Will Stand (faixa 4) utiliza um banjo mais grave e a vibe é mais folkrock estilo faroeste, com batidas mais acentuadas, presença sutil do violino e coro no final.

Já as músicas Nothing Is Gonna Be All Right (faixa 3) e Your Fault (faixa 5) são mais calmas e reflexivas, em Nothing Is Gonna Be All Right a melodia é apoiada no banjo mais agudo e nas guitarras e as batidas que dão o ritmo são mais suaves. Em Your Fault a melodia apoiada na guitarra e na bateria, são rocks mais embalados, lembram um pouco estilo de rock brasileiro como Legião Urbana ou Engenheiros do Havai, só com letra em inglês.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outra influência brasileira nos arranjos é percebida em Sweet Home (faixa 7) com batidas bem definidas pela percurssão e o violino combinados com a gaita, o ritmo mais rápido é meio baião com rock em uma clara alusão ao sertão, belíssima composição e melodia.

Em ritmo de rock romântico Another Day On The Road (faixa 9) e I Walk Alone (faixa 10) são mais lentas sendo que Another day on the roa tem batidas de western com apoio na guitatarra, baixo e gaita e a segunda no estilo rock pop tem backvocal e apoio central na bateria.

Seguindo no ritmo rock'n roll pesado The Hunter (faixa 8) é bem pauleira mesmo, você sente forte a bateria, violino, vocal solo alternado com vocal em grupo. Grayscale (faixa 11) tem um ritmo mais rápido, com violino e bateria mais fortes, música que lembra os hinos de protesto e Painless (faixa 12) fecha o CD com com toque underground, marcado por palmas, batidas fortes e guitarra. Um arraso de música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

THE LEPRECHAUN busca inspiração na música celta e no folk irlandês para os arranjos com letras em inglês que trazem à tona questões para pensar e refletir, a mistura de vários instrumentos e influências da musicalidade brasileira revelam as tendências musicais da banda que é, diga-se de passagem, genial.

O material do THE LEPRECHAUN é fácil de encontrar na internet e nas redes sociais.

Facebook:
https://www.facebook.com/lpnpage/

A contratação para shows e eventos pode ser realizada por email ou pela caixa de mensagem da Fanpage no facebook da banda e aquisição dos CDs também. Lembre-se de indicar que leu essa matéria para prestigiar o site aqui quando falar com eles.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A composição atual do The Leprechaun conta com:

Fabiana Santos (vocal e pandeiro)
Bruno Stankevícius (guitarra)
Éric Fontes (baixo)
Rafael Macedo (bateria)
Andrew Nathanael (violino)
Rafael Schardosim (banjo e gaita)

E a composição do he Leprechaun na gravação do CD:

Fabiana Santos (vocal e pandeiro)
Bruno Stankevícius (guitarra)
Éric Fontes (baixo)
Guilherme Sokolovski (bateria)
Joseph Andrew (violino)
Rafael Schardosim (banjo e gaita)

Segue abaixo a indicação das faixas do CD que estão disponível também no youtube.

Faixas:
1. Good Times
2. You Did Me Wrong
3. Nothing Is Gonna Be All Right
4. We Will Stand
5. Your Fault
6. Time Goes By
7. Sweet Home
8. The Hunter
9. Another Day On The Road
10. I Walk Alone
11. Grayscale
12. Painless

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt