Avantasia: Moonglow poderia ter virado álbum solo de Tobias Sammet

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Rock Sverige
Enviar Correções  

O vocalista Tobias Sammet disse, em entrevista à Rock Sverige, que pensou em lançar "Moonglow", o álbum mais recente do Avantasia, como um trabalho solo. Isso aconteceu porque o processo de composição foi um pouco mais diluído, já que não existia nenhuma obrigação contratual para o disco.

Andre Matos: Tobias Sammet relembra o Maestro e divulga vídeo incrível deleSlash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu não disseco o processo criativo com ideias. Inicialmente, é só um borrão. Foi como uma catarse, porque eu o criei enquanto não tinha certeza de quando eu deveria entregar. Não havia contrato. No começo, pensei que poderia se tornar um álbum solo. Duas músicas acabaram no 'Monuments' (2017), do Edguy: 'Ravenblack' e 'Open Sesame'. Em algum momento, notei que poderia ser um disco solo, mas soava como Avantasia", afirmou.

Sammet chegou à reflexão de que as músicas ficariam melhores no Avantasia após pensar nos vocais. "Pensei que poderia ficar melhor com Jorn Lande cantando uma delas, Michael Kiske em outra... então, percebi que não queria lançar de forma independente e acabei em uma gravadora, que também relançou os álbuns anteriores. O material não era tão novo, mas soava novo. Foi um processo criativo muito livre", disse.

Durante o bate-papo, ele voltou a falar que tentou trazer o vocalista Bruce Dickinson para participar do álbum. "Eu o tento para todo álbum, sério. Peço para Rod Smallwood (empresário), porque tudo passa por ele. Ele é um cara legal, protege muito o Iron Maiden, e disse de forma educada que não iria rolar (risos). Foi claro. No álbum anterior, eu queria Meat Loaf, mas não rolou. Quando eu era mais jovem, levava isso de forma pessoal, mas é a vida. O show deve continuar, mesmo sem eles", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em "Moonglow", conta com diversos vocalistas convidados. Entre eles, estão Michael Kiske (Helloween), Ronnie Atkins (Pretty Maids), Eric Martin (Mr. Big), Geoff Tate (Queensryche), Bob Catley (Magnum), Hansi Kürsch (Blind Guardian), Candice Night (Blackmore's Night), Jorn Lande (Jorn, ex-Masterplan) e Mille Petrozza (Kreator).

A parte instrumental conta com Tobias Sammet tocando baixo e teclados (além, obviamente, dos vocais), Sascha Paeth na guitarra e baixo, Michael Rodenberg nos teclados e piano e Felix Bohnke na bateria.

Sammet tem descrito "Moonglow" como o álbum mais "enfeitado e detalhado" feito até hoje pelo Avantasia. Segundo ele, há elementos da música celta e world music, além de grandes corais e material "atmosférico".

Avantasia: projeto lança álbum Moonglow repleto de participaçõesAvantasia
Projeto lança álbum Moonglow repleto de participações

Vale destacar que o Avantasia tem show marcado no Brasil para este ano. O projeto vem ao país para apresentação única no Free Pass Metal Festival, no dia 2 de junho.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Andre Matos: Tobias Sammet relembra o Maestro e divulga vídeo incrível deleAndre Matos
Tobias Sammet relembra o Maestro e divulga vídeo incrível dele

Andre Matos: Biografia Oficial é anunciadaAndre Matos
Biografia Oficial é anunciada

Power Metal: autor de inúmeras capas de discos acusado de matar e estripar o paiPower Metal
Autor de inúmeras capas de discos acusado de matar e estripar o pai

JP Fournier: Autor de capas do Avantasia e mais é acusado de matar e estripar o paiJP Fournier
Autor de capas do Avantasia e mais é acusado de matar e estripar o pai


Avantasia: Tobias Sammet se derrete por Hansi KürschAvantasia
Tobias Sammet se derrete por Hansi Kürsch

Exportando metal: músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringasExportando metal
Músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringas


Slash: guitarrista enumera seus 10 riffs favoritosSlash
Guitarrista enumera seus 10 riffs favoritos

Bullet For My Valentine: Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron MaidenBullet For My Valentine
Baterista conta o inferno que é abrir para o Iron Maiden


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280